O que fazer se você entrar em trabalho de parto em casa?

3 de março de 2018
Você já pensou no que deve fazer caso entre em trabalho de parto em casa? Neste artigo, vamos dar alguns conselhos que vão te ajudar a agir da melhor maneira nessa situação.

É uma cena que sempre aparece em filmes. Existem até reality shows que mostram partos que acontecem em lugares inusitados. Mas, e quando isso não acontece em um filme ou na televisão? Embora não seja o mais comum, qualquer grávida pode ter um parto em casa.

Se a parteira, o médico ou uma pessoa capacitada não estiver disponível para realizar o parto em casa, existem medidas para proteger a mãe e o bebê.

Passo 1. O parto em casa não é ficção, é vida real

O nascimento de um bebê é muito diferente do que é mostrado no cinema ou na televisão. A mãe e seus acompanhantes não devem ter essas representações como parâmetro, já que nessas dramatizações vemos coisas que na verdade são contraindicadas.

O mais recomendável é começar examinando o ambiente. Quais ferramentas estão disponíveis? Quais das coisas necessárias estão disponíveis?

Passo 2. Manter a calma durante todo o processo

É normal que a mãe se pergunte como poderá manter a calma se está a ponto de dar à luz sem nenhuma assistência. A resposta é que os partos que acontecem muito rápido geralmente não apresentam complicações.

Além disso, o parto é um processo natural. O corpo da mãe se preparou para esse momento. Então o melhor a fazer é respirar e deixar que a natureza faça seu trabalho. Isso não quer dizer que se deve deixar de tomar precauções e medidas necessárias.

Passo 3. Escolher entre sair ou ficar

Pode ser que as contrações ainda não tenham aparecido e o trabalho de parto comece repentinamente em casa. Se a mãe sentir vontade de ir ao banheiro, pode experimentar uma sensação de que o parto irá começar.

Esse sinal aparece acompanhado de uma elevação anormal da vagina quando o momento do parto se aproxima. Nessa altura, não é recomendável sair de casa, e sim se preparar para o parto em casa.

O parto em casa

As contrações de parto são rítmicas e constantes.

Passo 4. Ligar para a ambulância

É aconselhável ligar para um membro da família, amigo ou vizinho que possa acompanhar a mãe durante o processo. Essa é a primeira ligação que deve ser feita. E, depois, deve-se fazer outra para solicitar uma ambulância.

Por isso é importante que a gestante saiba o número de emergências de sua região. Uma boa opção é ter uma lista de telefones na geladeira ou em algum lugar bem visível. Além disso, é ideal que você se comunique com um médico que possa acompanhar o parto em casa.

Passo 5. Deixe a porta aberta

Pode ser que o auxílio chegue quando a mãe já não consiga abrir a porta, por isso o melhor é facilitar a entrada dos médicos e familiares que possam chegar.

Passo 6. Separar toalhas e lençóis

As toalhas limpas servem para enrolar e limpar o bebê. Por isso é recomendável que seja mais de uma. Isso é importante, já que os recém-nascidos não regulam sua temperatura.

Passo 7. Encontrar a posição correta

Logo no início do trabalho de parto, a mãe deve sentir o que seu corpo quer e ficar na posição em que se sentir mais confortável. Na maioria dos casos, a posição mais confortável é de cócoras. Desta forma, a gravidade ajuda o bebê a descer pelo canal vaginal.

A mãe deve procurar conforto, e isso inclui tirar qualquer roupa que esteja incomodando. Não é o momento de ter vergonha ou se preocupar com o estético. O mais importante é facilitar o processo para que o corpo faça o que precisa.

Passo 8. Cuidar para que o cordão umbilical não se enrole no pescoço do bebê

O corpo da mãe indicará o que deve ser feito em cada momento. Quando o bebê sai, um dos cuidados a serem tomados é garantir que o cordão umbilical não esteja enrolado em volta do pescoço. Se isso acontecer, é necessário desenrolá-lo com delicadeza.

Cuidar para que o cordão umbilical não se enrole no pescoço do bebê

 

Passo 9. Não cortar o cordão umbilical sem assistência

Não é aconselhável cortar o cordão umbilical nem amarrá-lo com nenhum tipo de objeto durante um parto em casa. É melhor esperar até que uma pessoa qualificada possa cortá-lo. Além disso, enquanto o cordão permanece ligado ao bebê, ele continua oxigenando e dando nutrientes para o recém-nascido.

Passo 10. Colocar o bebê no peito da mãe

Após o nascimento do bebê, é necessário colocá-lo no peito nu da mãe, pele com pele. Assim, ele receberá calor diretamente do corpo materno. Em seguida, após limpar cuidadosamente o nariz e a boca do recém-nascido, a mãe deve tentar amamentá-lo.

Passo 11. Cobrir o bebê e a mãe

A mãe pode estar exausta e assustada após ter um parto em casa. O bebê precisa estar agasalhado, e ambos devem estar cobertos enquanto esperam a chegada do atendimento médico.