O que você deve saber sobre as crianças tranquilas

5 de junho de 2018
As crianças tranquilas costumam ser respeitosas e obedientes, além de não dar muitas complicações para os pais. A seguir te contamos quais são as outras características destes pequenos.

Em linhas gerais, são crianças pouco ou nada conflitivas. Têm uma atitude relaxada, que nem sempre implica passividade por parte delas. Simplesmente, as crianças tranquilas sabem que para a grande maioria das questões não é necessário o enfrentamento e nem espaço às emoções negativas.

A calma e a paciência com a qual se desenvolvem faz delas seres muito agradáveis. Ainda que não costumem ser extrovertidas.

Se aproximar delas pode ser um tanto difícil, visto que sua calma pode dar a impressão de que não desejam interagir, mas, pelo contrário, se relacionar e se comunicar com os outros lhes interessa. Lembremos que a efusividade nem sempre é a manifestação mais clara de interesse.

Se seu filho for tranquilo te recomendamos que o eduque, sem ser superprotetorque o incentive a expressar suas emoções, que não pressione e que, principalmente, proporcione o carinho de que precisa. Desta forma, você vai ajudá-lo a ter todas as ferramentas necessárias para alcançar um desenvolvimento integral que lhe proporcione vantagens ao longo de sua vida.

Características do comportamento das crianças tranquilas

1. Não são necessariamente tímidas

O fato de ser tranquilo e a timidez não andam sempre de mãos dadas. No caso das crianças tranquilas, o que acontece é que tendem a ser um pouco mais reservadas mas, uma vez que se encontrem em um ambiente de confiança, se expressam com total espontaneidade.

Por outro lado, as crianças tranquilas têm uma atitude precavida. Atendem às situações novas para ver o que vai acontecer antes de enfrentá-las diretamente, mas uma vez que tenham o controle das situações, não há quem as pare.

2. Sempre estão ouvindo e assimilando a informação

Não se deve confundir a natureza tranquila das crianças com o fato de que não prestam atenção em você quando fala com elas. Elas são pessoas muito observadoras, que tendem a prestar atenção em tudo o que lhes rodeia e, em consequência, interiorizam muitos sentimentos e pensamentos.

3. Não costumam falar com estranhos

Se você observa que seu filho tem dificuldades para falar com estranhos, é melhor não forçá-lo a enfrentar essas situações, já que pode ser realmente incômodo.

Ajude-o, de uma forma sutil e empática, a superar esta dificuldade e fazer com que, pouco a pouco, saia de sua zona de confortoApesar de o fato de falar com uma pessoa ao acaso não seja a prioridade, você deve incentivá-lo em situações cotidianas, como pode ser pedir a comida em um restaurante ou doces em uma loja.

4. Acontecem muitas coisas por trás deste exterior silencioso

À medida que os pequenos crescem e começam a ler e escrever, é um bom momento para entender que dentro da cabeça das crianças tranquilas acontecem muitas coisas.

As crianças tranquilas nem sempre vão falar sobre todos os seus pensamentos e sentimentos com os pais. Isso não é ruim, mas é preciso manter certa atenção. Para ajudar essas crianças sentirem mais confortáveis, você pode incentivá-las a escrever um diário ou criar suas próprias histórias, para se dar conta de que, talvez, têm mais conhecimento do que esperavam.

Quanto mais tranquilo um homem se torna, maior é o seu sucesso, suas influências e seu poder. A tranquilidade da mente é uma das belas joias da sabedoria.

– James Allen –

5. Não sentem a necessidade de ser o centro das atenções

As crianças tranquilas não têm a necessidade de monopolizar a atenção. Elas prosperam mais com a interação pessoal. Em consequência, não se sentem atraídas pela ideia de ser o centro das situações sociais.

6. Precisam te contar sobre suas esperanças e sonhos

As crianças tranquilas desejam que alguém as escute de verdade, sem julgá-las de cara e nem agir com recriminações e conselhos. Elas querem ter uma relação com seus professores, treinadores e outros adultos em suas vidas. Assim que, não se deve desperdiçar a oportunidade de se aproximar delas e escutar o que têm a dizer e transmitir.

Tente conversar com elas sobre as coisas que acham importantes, não só sobre aquelas que importam para você. O melhor que se pode fazer com as crianças tranquilas é descobrir o que as motiva e convidá-las a conversar sobre isso.