Obsessão com o planejamento das relações sexuais para engravidar

· 5 de agosto de 2018

Ter uma obsessão com o planejamento das relações sexuais não é produtivo para engravidar. Os especialistas na matéria aconselham deixar de lado esses cálculos obsessivos e fórmulas que deixam você desanimada e lhe afastam de seu esperado desejo.

É indicado manter relações sexuais de maneira genuína, quando a situação indicar naturalmente e o casal deseje isso, não obedecendo um calendário de ovulação.

O motivo destes conselhos, baseados em ciência, são simples: a tensão gerada por esperar dias melhores para ter relações sexuais e a angústia que provoca a ocorrência da menstruação não favorecem a fecundação.

Está demostrado cientificamente – com muitos casos sendo usados como prova – que evitar a obsessão com o planejamento das relações sexuais aumenta as probabilidades que a gravidez aconteça. Antes mesmo do que o casal espera.

Planejar as relações sexuais atenta contra a fertilidade

Uma vez que o casal decide trazer um filho ao mundo há o perigo de ficar obcecado com o planejamento das relações sexuais. Isso fica a tal ponto que muitos casais têm friamente calculado o momento propício para ter uma relação para tentar engravidar.

O objetivo seria ter relações sexuais por volta dos dias 11 e 14 do ciclo menstrual de 28 dias da mulher, quando precisamente ocorre a ovulação feminina. Mas com esse propósito, todo encontro íntimo fica reduzido a uma incansável e frustrante procura por conceber.

E apesar desse planejamento é muito difícil saber com exatidão quando vai acontecer a ovulação. Por isso os médicos recomendam que os casais que procuram ter um bebê tenham relações sexuais entre os dias 7 e 20 do ciclo menstrual da mulher.

tabelinha para engravidar

Além disso, os médicos afirmam que se o desejo é ficar grávida, ter relações sexuais a cada dois ou três dias funciona da mesma forma ou até melhor que tê-las todos os dias. A razão é simples: há uma maior quantidade e qualidade dos espermas, assim como uma melhor mobilidade do espermatozoide.

Relações sexuais para engravidar rapidamente?

Durante os primeiros meses é conveniente não planejar as relações sexuais. Depois de seis meses de tentativas, sem conseguir a gravidez desejada é prudente pensar em uma estratégia de reprodução ajustada ao ciclo feminino de ovulação e acompanhada por um médico.

Outro segredo é não utilizar lubrificantes, pois eles impedem que o sêmen flua naturalmente pela vagina. O esperma deve ser de qualidade, e assim sendo, as relações sexuais devem acontecer de dois em dois dias, gerando abundante sêmen, incapaz de deteriorar-se.

Entre as posições, a mais propícia para engravidar é a posição “papai e mamãe”, pois os especialistas declaram que a gravidade ajuda na chegada dos espermatozoides ao óvulo.  

Também se aconselha que a mulher permaneça deitada por meia hora depois do ato sexual para impedir que o sêmen seja expulsado pela vagina. Você pode colocar uma almofada na zona lombar para ajudar na missão.

Conselhos para ficar grávida sem planejar as relações sexuais

  • Visite um profissional. Lá você poderá fazer testes que permitam conhecer sua saúde reprodutiva para que o ginecologista possa dar as melhores opções para você ficar grávida. Lembre-se que seu companheiro pode também consultar um urologista ou proctologista.
vontade de engravidar

  • Conheça seu ciclo de ovulação. É a chave para saber quais são seus dias com maior fertilidade. Um registro das datas do início de cada ciclo pode lhe ajudar a diminuir a ansiedade. Mas lembre-se de não ficar obcecada com o planejamento das relações sexuais, criando uma sensação de obrigação que é prejudicial para o casal.
  • Pratique o sexo com frequência, mas aproveite! Mantenha relações sexuais durante os dias de maior fertilidade, deixando passar ao menos um dia entre um encontro e outro, para os espermatozoides recuperarem sua mobilidade. Os espasmos vaginais durante o orgasmo ajudam a conduzir os espermatozoides até o óvulo.
  • É importante que você tenha suficientes horas de sono à cada noite e afaste da mente coisas estressantes. A tensão e as preocupações abaixam os níveis de fertilidade e não propiciam para o casal um clima relaxado na busca por um filho, algo que é necessário.

Não desista nunca de engravidar

Você pode dissimular. Dizer que está calma com a situação. Você insiste que não existe pressa e que entende que pode demorar um pouco. Mas é consciente que ter um filho é a experiência mais maravilhosa e importante de sua vida.

Se você ficar obcecada com o planejamento das relações sexuais, uma espera maior pode se transformar em motivo de infelicidade. Não permita que isso aconteça, pois uma mente positiva favorecerá a chegada de seu filho.

Não fique ansiosa e não faça um teste de gravidez a cada dois dias. Espere com paciência e se não for desta vez, tenha esperança que será na próxima. Evite maus bocados e angústias desnecessárias e procure um médico caso seja necessário.

É fácil ficar focada demais na busca pelo filho e cair no planejamento das relações sexuais, calculadoras de ovulação, datas de menstruação e conselhos de palpiteiros. Mas se você acredita que a maternidade é algo natural pode ser uma mamãe com calma e perseverança. Se acreditar, você conseguirá.