Os 5 erros dos pais ao fazerem a lição de casa com os filhos

6 de fevereiro de 2017

Fazer a lição de casa com as crianças é uma prática a qual um grande número de famílias realiza, sendo uma responsabilidade com maior incidência no ensino fundamental, mas que sem dúvida alcança a população do ensino médio. Normalmente os pais ajudam seus filhos com suas lições de casa e isso tem sido levado muito a sério embora existam certas inconformidades sobre o tema.

Não é ruim que as famílias participem na realização das lições de casa, pelo contrario, é um modo de estabelecer relações e mostrar seu compromisso com a educação da criança. No entanto, o momento da lição de casa pode se tornar um conflito e ate mesmo um fardo para a maioria.

O principal obstáculo a se enfrentar é a ideia de terminar a atividade de modo correto; por isso o apropriado é se focar em corrigir os erros que estamos sujeitos a cometer.

De acordo com o sindicato de professores da Espanha, ANPE, a professora e vice-presidente Carmen Guaita diz que os principais erros que os pais cometem quando fazem as lições em casa com seus filhos são:

dc3e10132280fa2e2504acd099eba286-500x281

1. Se opor à quantidade de lições de casa:

Mesmo que as lições de casa sejam muitas não há necessidade de comentar isto com as crianças, pois o propósito é guiá-los em suas responsabilidades sem dar desculpas para serem negativos.

Se for necessário, prefira conversar com os professores sobre o assunto em vez de expressar nosso desacordo com o tipo de tarefas escolares ou a quantidade destas. Para obter crianças interessadas no cumprimento das suas lições de casa é desejável que elas se sintam satisfeitas com isso.

2. Transformar as lições de casa em castigo:

Tirar as crianças de suas atividades de lazer e colocá-las para fazer lição de maneira violenta, repreendendo ou como castigo por seus atos implica em uma atitude negativa delas na realização das lições de casa.

Neste sentido, é recomendado estabelecer um horário do dia para fazer as lições de casa, de maneira que as crianças estejam cientes e por consenso que devem parar as brincadeiras e cumprir com seu dever.

3. Qualquer lugar é bom:

É possível aproveitarmos qualquer horário e espaço da casa para fazer as lições, sobretudo quando nos é conveniente como adultos. Por exemplo, na cozinha enquanto estamos fazendo a comida ou na sala para continuarmos vendo televisão.

file_20150303110439-500x368

Porem, isso gera distrações e evita que se preste total atenção na lição. É recomendável ter um espaço próprio para o estudo, que tenha os recursos necessários, que seja silencioso e arejado. Se não temos um lugar próprio, recomenda-se que se designe um outro lugar com horário programado.

4. Não ajudar de forma efetiva:

É importante levarmos a sério as lições, como uma parte fundamental do aprendizado e não como um fardo. Levar a sério e dar apoio é necessário para que a criança se concentre no que está fazendo. Estar disponível para eles sem assuntos pessoais que podem esperar é conveniente para o apoio efetivo. Por isso é importante estabelecermos um alvo estimulando-os a realizarem bem as lições.

5. Fazer as lições em seu lugar:

É comum que alguns país terminem as lições pelas crianças, seja por conveniência para ser mais rápido ou para não se complicar caso a criança não entenda.

Este é um erro que causa deficiência tanto na capacidade quanto na disciplina da criança. Na capacidade, pois as lições são extensões do conteúdo aprendido na aula, o qual necessitam reforçar. Quanto à disciplina, tirar as tarefas deles implica que percam a responsabilidade que é exigida da criança.

Do mesmo modo, podem sentir-se que estão sendo apoiados por seus pais, além de fortalecer que contem mentiras, porque dirão aos seus professores que eles fizeram suas lições.