Os erros mais comuns cometidos pelos pais quando se divorciam

21 de julho de 2018
Sabemos como a ruptura sentimental pode ser difícil, mas o mais importante são as crianças. Evite os erros mais comuns cometidos pelos pais quando se divorciam.

Hoje em dia, existe um grande número de casais que por alguma circunstância do destino decide se separar. Certamente você conhece alguém que já passou ou está passando por isso agora.  Talvez você mesma se encontre nessa situação.

Mas não se preocupe! Nesses casos, o melhor a fazer é pensar no bem-estar dos filhos e não cometer erros prejudiciais a eles; com o passar do tempo o único afetado será seu menino ou sua menina.

A princípio, assuma que sua relação não deu certo e tenha a maturidade necessária para aceitar que você terá que ter uma excelente comunicação com a mãe ou o pai dos seus filhos. A partir daí, mostre à criança que ela pode ser feliz com seus papais sem que eles estejam vivendo juntos. O mais importante é a estabilidade emocional da criança!

Seja diferente. Não cometa erros comuns

Uma “salva de palmas” para aqueles pais que se divorciam da mãe, mas não de seus filhos. Sim, nesse caso são muitos os pais que no momento da separação rompem qualquer tipo de laço com seus filhos e a mãe. Lembre-se: eles são seus filhos e nesse momento precisam muito mais de você.

Isso acontece da mesma forma com as mulheres, elas acham que é saudável não permitir que o pai de seus filhos tenha contato com eles; ou seja, a separação se torna a separação da mãe junto com os filhos. Não, as crianças não têm culpa pelos erros dos adultos.

Esses podem ser os erros mais comuns cometidos pelos pais quando se divorciam. Aja na contramão. Dê aos seus filho maior confiança e evite que tenham um crescimento traumático por causa da separação dos pais.

Pois bem, você está passando por uma situação semelhante e não sabe o que fazer? Leve em consideração os erros mais comuns cometidos pelos pais quando se divorciam, os quais você não pode cometer durante a separação, e logo após ela.

erros mais comuns

Saiba mais…

Como pais, devemos evitar, de todas as formas possíveis, dar a responsabilidade aos filhos de serem intermediários na separação. Ou seja, evite usá-los como mensageiro. É responsabilidade exclusiva dos adultos tratar do tema de seus filhos em comum.

Ninguém está preparado para passar por um divórcio. Mas quando esse dia chega ou está chegando não procure os seus filhos como consolo. Eles sentem e percebem tudo, e você estará fazendo muito mal a eles. Viva a sua dor, mas não a transmita aos outros! Assim, seus filhos não pensarão que o papai tem culpa ou que a mamãe é má.

  • Um dos erros mais comuns dos pais quando se divorciam é tentar conquistar os filhos. É errado querer prejudicar a imagem da mamãe ou do papai para dessa maneira ter seus filhos ao seu lado. Você sabe o que acontece quando age assim? Você provoca um dano emocional e de personalidade em seus filhos.
  • Ter uma má convivência com seu ex-cônjuge é terrível. É comum que os filhos desde o princípio vivam com a mamãe. Assim, quem deverá seguir as normas de visita é o pai. Muito poucos são os casos que diferem disso. Mas você não deve evitar que as crianças compartilhem e vejam o pai.
  • Não deixe tudo a cargo da imaginação de seus filhos. O fato de as crianças ficarem se fazendo milhares de perguntas sem resposta nas suas cabecinhas é prejudicial a elas.
  • Sente e converse! Explique aos seus filhos que a mamãe e o papai ficarão melhor assim, mas que nunca deixarão de amá-los e de estar junto com eles.
  • Muitos papais não dão importância quando os filhos voltam da casa do ex-cônjuge. Acham que é bom fazer perguntas a eles como se fosse um espião ou simplesmente não perguntam nada para que não achem que o papai ou a mamãe continua importando. O que eles vivenciam em outra casa é sempre importante para você, bem como fazê-los sentirem que você se importa com o que eles vivenciam.
  • Evite, de todas as maneiras possíveis, discutir na frente das crianças. Não é necessário que elas percebam que a mamãe e o papai não se suportam e sempre brigam por algo que as inclui, ou seja, alimentos, estudos, esportes, educação entre outras coisas. Uma boa comunicação acima de tudo é essencial!
erros mais comuns

Você cometeu todos os erros mais comuns?

  • Corrija agora. Não seja você o causador de insegurança, rebeldia, tristeza e confusão em seus filhos. Assim, corrija seus erros e o mal que você causou.
  • Reconhecer que você está agindo errado é o primeiro passo.
  • Pedir desculpa e dizer “eu errei’ aos seus filhos é essencial nesses casos.
  • Desde agora, na sua casa, não fale mais mal de seu ex-cônjuge. E permita ao seu filho expressar isso quando ele sentir que você está fazendo críticas ao seu ex.
  • Prove ao seu filho que ter pais separados não é o pior que pode acontecer com ele. Mostre que muitas crianças passam pela mesma situação, mas seus papais nunca deixarão de serem seus papais, mesmo que não estejam mais juntos.