Os prós e contras da educação bilíngue

6 de julho de 2019
A educação bilíngue nas escolas potencializa a aprendizagem simultânea de dois idiomas, às vezes em horários diferentes ou, até mesmo, em um único horário. Esse tipo de formação tem seus prós e contras.

Muitos pais se perguntam se é bom ou não oferecer aos seus filhos uma educação bilíngue. Essa proposta educativa é positiva? Quais são os benefícios de uma educação bilíngue?

A educação bilíngue facilita a aprendizagem de duas línguas ao mesmo tempo. Na maioria dos casos, os programas estão estruturados para dividir o período de aulas em dois horários diferentes para cada um dos idiomas.

A seguir, veremos os prós e contras da educação bilíngue:

Vantagens da educação bilíngue

Estes seriam os benefícios de aprender dois idiomas em sala de aula:

  • As crianças que participam de programas com educação bilíngue aprendem o segundo idioma mais rapidamente que os adultos. Esse rápido aprendizado é possível porque os pequenos devem processar baixos níveis de informação complexa. E, é claro, têm menos problemas de vergonha e medo de palco que os adultos.
  • A aprendizagem simultânea dos idiomas potencializa a capacidade de aceitar e celebrar a diversidade. Além disso, é uma grande oportunidade para aprender com as diferenças, em vez de sentir medo e preconceito.
  • A educação bilíngue oferece aos alunos oportunidades para o futuro, dado que amplia suas oportunidades profissionais. O conhecimento de um segundo idioma pode aumentar até 20% o salário de um trabalhador, anualmente. É importante lembrar que estamos em um mundo interconectado e diverso.

Cérebro, memória e concentração

  • Uma educação bilíngue promove o desenvolvimento do cérebro. A parte do cérebro que é responsável por aprender coisas novas e propiciar o crescimento espacial pode ser ainda mais estimulada com a educação bilíngue. Esse treino leva a um maior crescimento do cérebro para fazer tarefas simultâneas.
  • Estimula a concentração dos alunos e, é claro, o processo de aprendizagem em geral do indivíduo. Cada idioma aprendido potencializa a aprendizagem de uma outra língua com fluência e com maior rapidez e facilidade.
criança com educação bilíngue

  • Melhora a capacidade de memória, uma vez que fornece ao estudante uma maior capacidade de processamento de informação nova: conceitos, experiências, etc.
  • Há muitos benefícios de personalidade que as crianças podem obter aprendendo a falar vários idiomas. Aqueles que mostram a aptidão de lidar com esse aprendizado aumentam sua capacidade para processar novos sons, especialmente quem fala vários idiomas com regularidade.
  • Essas crianças também são muito menos propensas a experimentar transtornos de personalidade, incluindo a ansiedade. No geral, se sentem menos sozinhas do que seus colegas que falam apenas um idioma. Consequentemente, têm altos níveis de autoestima.
  • Estimula o desejo de conhecimento e cria oportunidades de estudo no exterior. Além disso, propicia a vivência de experiências pessoais enriquecedoras ao interagir com outras culturas. Ou seja, tudo isso contribui para desenvolver um indivíduo pleno.

“A aprendizagem simultânea dos idiomas potencializa a capacidade de celebrar a diversidade. Portanto, é uma grande oportunidade para aprender com as diferenças.”

Desvantagens da educação bilíngue

Entretanto, nem tudo são vantagens e benefícios nesse tipo de educação. Há também alguns inconvenientes, que veremos a seguir:

  • Um dos argumentos mais comuns contra a educação bilíngue é que faz com que os alunos não se sintam plenamente identificados com a sua cultura local.
  • Tende a ampliar o fosso cultural, em vez de reduzi-la, e aumenta a complexidade em outras matérias, como matemática e ciências.
  • A criança forçada a aprender um segundo idioma limitará o tempo e esforço para realizar outras tarefas, e isso pode afetar o seu verdadeiro potencial. Os pais devem ficar atentos a qualquer sinal de alerta a respeito disso.
menina bilíngue lendo

  • Um problema que se observou na educação bilíngue é a ausência de professores qualificados. Esse tipo de programa educativo exige professores especialistas, dedicados exclusivamente a essa tarefa.
  • Em alguns casos, a educação bilíngue se dá de forma inconsistente. Isso porque alguns centros educativos não aplicam esse tipo de ensino todos os dias. No entanto, para que o aprendizado de um segundo idioma seja efetivo, deve ser constante, diário e precisa estar presente em todos os anos de estudo.
  • Os programas de aprendizagem de segundos idiomas estão diminuindo devido ao seu alto custo. Um programa educativo ministrado em um único idioma é mais fácil e econômico.

Destacamos aqui as principais vantagens e desvantagens da educação bilíngue. Em conclusão, a decisão será a mais ajustada às necessidades da criança e do seu entorno.

A Espanha, por exemplo, é emblemática com relação a esse assunto, já que vai desde o ensino de um único idioma à educação bilíngue. O país ibérico chega até mesmo a incorporar o ensino trilíngue: espanhol, língua local e inglês.