Pedagogia Waldorf: 5 pontos-chave educacionais

· 23 de janeiro de 2018

A pedagogia Waldorf cria um ambiente livre e cooperativo, sem provas e baseado nas habilidades artísticas e manuais para que as crianças evoluam equilibradamente.

Este método é um dos sistemas educacionais alternativos mais conhecidos atualmente. A pedagogia Waldorf foi desenvolvida no início do século XX. Provém da pesquisa e dos ensinamentos do filósofo alemão Rudolf Steiner, que buscava um aprendizado baseado no desenvolvimento apropriado a cada faixa etária. Quer dizer, trata-se de uma educação equilibrada e adaptada à evolução de cada criança.

Sua metodologia promove a formação das capacidades próprias e individuais. Porém, a importância não se concentra unicamente no conteúdo estudado, mas também nos processos para se chegar a eles. Para que isso ocorra, essa metodologia divide o desenvolvimento educativo em quatro etapas com diferentes atividades educativas.

Os 5 pontos-chave educacionais da pedagogia Waldorf

“Na vida, mais valioso que o saber é o caminho que se faz para adquiri-lo”

-Rudolf Steiner-

O método Waldorf é bastante peculiar e encontrou, por isso, muitos seguidores. Propõe um sistema de ensino muito mais livre que o tradicional, considerando as disciplinas acadêmicas secundárias, pois avaliar uma criança pelo seu nível de conhecimento pode afetar a sua autoestima. Vejamos os pontos-chave da educação Waldorf:

Neuronas espejo y educación: la interacción favorece el aprendizaje.
  1. Potencializar o desenvolvimento das habilidades artísticas e da imaginação. Segundo a pedagogia Waldorf, essas habilidades, expressão natural das crianças, são o melhor caminho para se desenvolver e adquirir conhecimentos.
  2. Não existem provas. Evitando a padronização dos alunos, este método busca promover a motivação e a evolução de cada aluno, protegendo sua autoestima. Ao avançar segundo seu próprio ritmo, as crianças desfrutam mais do aprendizado e descobrem seus interesses de uma melhor forma.
  3. Cada criança cria seu próprio livro de texto. Seguindo os princípios do ponto anterior, não existem os tradicionais livros de texto, também conhecidos como apostilas. Cada aluno, a partir de seu trabalho diário e suas experiências pessoais, confecciona seu livro personalizado.
  4. O ambiente escolar é uma prolongação de casa. Não se trata somente de suas cores quentes nas paredes, espaços abertos com muita natureza e brinquedos fabricados à mão. Um tutor os acompanha em cada etapa, criando laços com os alunos e familiares, para compreender e ajudar as crianças da melhor maneira possível.
  5. Promove-se o ensino e o aprendizado livre, espontâneo e natural. A interação do aluno com seu entorno é fundamental. Não se limita o ensino à instrução de alguns conceitos, mas sim para o “como” dos mesmos, motivando aos alunos para que formem sua própria opinião do meio em que se desenvolvem.

As etapas da pedagogia Waldorf

Tal como ocorre em outros sistemas educacionais, na pedagogia Waldorf o ensino começa desde a Educação Infantil. Essa etapa, marcada pelos primeiros passos das crianças, busca especialmente um ambiente seguro, carinhoso e estruturado, no qual possam conhecer novas experiências.

Aprenderão através da imitação e das brincadeiras, com atividades inseridas em um contexto coerente e familiar para eles. Assim, além de desenvolver suas habilidades motoras, aprenderão a se relacionar e cultivarão a criatividade, a imaginação e a iniciativa. Também vão adquirir bons hábitos de memória, ordem e, principalmente, curiosidade e desfrute do mundo natural.

O ciclo educativo em 12 cursos

Este ciclo geralmente se divide em 6 anos de ensino básico, 4 de ensino fundamental e 2 de ensino médio. Entretanto, na pedagogia Waldorf o ensino básico dura 8 cursos e o ensino fundamental e o ensino médio 2 cada um. Cada uma destas etapas estará centrada em diversas atividades que se adaptem ao desenvolvimento de cada criança.

“Tudo o que a criança aprende em seus anos escolares deveria poder se prolongar a sua vida prática”

-Rudolf Steiner-

O ensino básico tem como objetivo que a criança comece a descobrir o mundo, alimentando seu interesse e entusiasmo. O aprendizado conceitual se dará de maneira artísticapriorizando os processos, a capacidade de transformação e a compreensão global.

El orientador en el centro escolar tiene una serie de tareas.

Por outro lado, no ensino fundamental o aspecto principal é motivar aos alunos para que sejam capazes de formular seus próprios pontos de vista. Em vez de se limitar a decorar respostas, irão aprender o conceito e explorarão o caminho para se chegar no resultado, se é que existe um. Assim, as atividades em aula estarão centradas na experiência e na pesquisa, com menos enfoques científicos, precisos e objetivos, porém sem se esquecer do lado artístico.

Finalmente, nos anos de ensino médio, por escolha, poderão optar entre as modalidades de tecnológico, ciências sociais, humanas e artísticas. A importância desta fase se concentra em que será a que demonstre aos adolescentes como podem atuar no mundo, isto é, mudá-lo em vez de se deixar levar. As atividades combinarão os estudos com práticas tanto de trabalho industrial como social.