Pesadelos em crianças: descubra o que são e quais são as suas causas

5 de julho de 2019
Os pesadelos em crianças são um dos distúrbios do sono mais frequentes. Eles causam um estado de ansiedade, medo e insegurança que dificulta o retorno ao repouso. Conhecer as causas que os provocam e como eles devem ser tratados é o segredo para ajudar as crianças a combatê-los.

Os pesadelos em crianças são uma das parassonias infantis mais comuns e começam a se manifestar a partir dos dois anos de idade. Eventualmente, todas as crianças têm algum tipo de pesadelo. Embora seja uma experiência muito desagradável, é uma parte normal do desenvolvimento.

Porém, como esses sonhos causam medo na criança, é necessário que os pais tomem medidas para impedi-los. Dessa forma, a criança terá sonhos mais agradáveis.

O que são os pesadelos?

Os pesadelos são um tipo de sonho assustador que causa sentimentos de angústia, medo, ansiedade e terror na pessoa. Geralmente ocorrem no final da noite, quando o sono é mais intenso. Esses sonhos vívidos regularmente são seguidos por um despertar súbito e completo.

Causas dos pesadelos em crianças

Às vezes, essas manifestações inconscientes de sentimentos ocorrem sem qualquer razão aparente. No entanto, existem certas razões para os pesadelos ocorrerem em crianças. Elas são:

  • Efeito colateral de alguma medicação que está sendo administrada à criança.
  • Reação a uma situação traumática que a criança tenha experimentado, tais como um acidente de carro ou um desastre natural.
  • Para as crianças que têm uma imaginação muito fértil, ler ou ouvir uma história que cause medo já é mais do que suficiente.
  • Assistir a filmes ou programas de TV violentos, de terror ou que causem algum tipo de perturbação momentos antes de dormir.
  • Situações de estresse, tais como uma mudança, problemas na escola, a morte de um ente querido ou o divórcio dos pais.
  • Estar sofrendo de uma doença, sentir algum tipo de dor ou ter sofrido uma lesão, como uma fratura, por exemplo.
  • Estar separada dos pais por um período prolongado ou o nascimento de um irmão.
  • Cansaço ou superexcitação.
Causas dos pesadelos em crianças

O que os pais podem fazer diante dos pesadelos da criança?

Embora os pesadelos em crianças não possam ser totalmente evitados, medidas podem ser tomadas para ajudar a criança a dormir mais relaxada. Tomar essas precauções vai favorecer a redução dos pesadelos em crianças.

Primeiramente, prepare o ambiente antes de colocar a criança na cama. É vital que o quarto pareça aconchegante e seja um lugar onde ela se sinta confortável e calma.

Além disso, faça com que os instantes antes do sono sejam de tranquilidade e relaxamento. Para isso, é recomendável que você siga uma rotina na hora de ir dormir. Por exemplo, dar banho, fazer carinho, conversar com a criança sobre coisas boas, colocar uma música suave, cantar uma música ou fazer uma massagem relaxante.

Em contrapartida, evite que a criança vá para a cama muito animada e que tenha qualquer aparelho com telas ao seu alcance. Tente fazer com que ela não assista a programas de TV violentos e também não leia histórias de terror antes de ir dormir.

Além disso, impeça que ela faça atividades físicas violentas. Também estabeleça um horário regular para dormir e acordar. Isso vai ajudar a evitar esse problema.

Uma estratégia para fazer com que ela se sinta mais segura é colocá-la para dormir com os irmãos às vezes. Deixe que a criança se deite abraçando o seu bichinho de pelúcia favorito ou o seu cobertor e diga que ele será o guardião do seu sono.

Por outro lado, permita que ela durma com a luz acesa ou que o quarto não fique completamente escuro. Você também pode ajudá-la usando a sua imaginação, por exemplo, dizendo que você vai pulverizar um spray no quarto para eliminar os monstros que a estejam perseguindo.

“Faça com que os instantes antes do sono sejam de tranquilidade e relaxamento. Para isso, é recomendável seguir uma rotina na hora de ir dormir.”

Como agir com a criança depois de um pesadelo

Se a criança tiver experimentado um pesadelo, você pode ajudá-la seguindo alguns passos. Muito provavelmente, depois de um pesadelo, a criança acordará apavorada e te chamará buscando por consolo.

Você deve atendê-la imediatamente. Principalmente porque o amor e o apoio nesse momento tão tenso para ela vão ajudá-la a superar os medos. Tranquilize a criança e transmita segurança. Você deve afirmar que está ao lado dela e que não vai deixar que nada de ruim lhe aconteça.

Como agir com a criança depois de um pesadelo

Por outro lado, não tente convencê-la a te contar o pesadelo, pois você só vai fazer com que ela se lembre dele novamente.

Seja compreensiva, lembre-a de que foi apenas um sonho ruim, que o pesadelo não é real e que, portanto, nada vai acontecer com ela. Também valide as suas emoções. Diga palavras que indiquem que você tem consideração, palavras que façam com que ela se sinta compreendida.

Além disso, incentive-a para que volte a dormir. Para tranquilizá-la, você pode deixar uma luz acesa se isso fizer com que a criança se sinta melhor ou, então, deixar uma lanterna segura ao seu alcance.

Em conclusão, muitas crianças têm pesadelos esporadicamente. Portanto, não há razão para se alarmar ou ficar preocupada por esse transtorno benigno. O mais importante é que a criança perceba a companhia e a segurança oferecida pelos pais nesses momentos.