Meu filho tem pesadelos. O que devo fazer para que ele durma melhor?

· 21 de abril de 2019
Muitos pais se veem nessa situação na qual o filho tem pesadelos, mas eles não sabem o que fazer. No entanto, a verdade é que esses sonhos que causam tanta angústia às crianças são normais e desaparecem com o passar dos anos.

A hora de dormir é um momento pelo qual todo adulto espera ansiosamente. No entanto, para as crianças, nem sempre é assim. Às vezes, é só uma questão de não querer ir para a cama para continuar brincando.

No entanto, muitas vezes elas não querem ir dormir para não ter que viver os sonhos assustadores que têm à noite. Pois bem, se o meu filho tiver pesadelos, como posso ajudá-lo a descansar?

A seguir, você verá quais são as causas mais comuns dos pesadelos. Além disso, vamos sugerir algumas recomendações para tranquilizar o seu filho após essa experiência tão desagradável.

Quais são as causas que fazem com que o meu filho tenha pesadelos?

Os pesadelos são algo muito normal. De fato, toda criança tem pesadelos ocasionalmente. Eles começam a aparecer a partir dos 2 anos de idade e estão presentes durante toda a infância. No entanto, ao chegar à idade adulta, já terão desaparecido completamente, com exceção de alguns casos, na sua maioria de mulheres.

Causas que fazem com que o meu filho tenha pesadelos

Embora não haja nenhuma razão cientificamente comprovada para a existência dos pesadelos, há várias causas pelas quais eles podem surgir. Muitas vezes são causados por fatos ocorridos durante o dia, como, por exemplo:

  • Se o seu filho foi dormir tarde assistindo televisão ou assistindo a um filme que lhe cause medo.
  • Também influenciam bastante as histórias antes de dormir que falam de monstros e sustos.
  • Outras causas podem ser situações vividas durante o dia que causem estresse. Por exemplo: discussões, a morte de um parente, mudança de escola, entre outras coisas.
  • Além disso, se o seu filho não estiver acostumado a dormir sozinho, ele pode ter pesadelos com maior frequência, já que tem muitos medos.

É importante que você não pense que o seu filho tem pesadelos porque ele sofreu um trauma, pois, na verdade, esses sonhos são totalmente normais na infância e, a menos que ele os tenha todas as noites, não há motivo para ir ao médico.

Como evitar esses sonhos terríveis?

É impossível evitá-los completamente; mesmo assim, você pode tornar o sono dos seus filhos mais agradável, bem como fazer com que os pesadelos não sejam tão frequentes. Para garantir que as crianças tenham uma boa noite de sono, pratique o seguinte:

  • Estabelecer um cronograma com um horário para dormir e para acordar, que deve ser cumprido sem falta.
  • O quarto da criança deve ser o mais aconchegante possível, sem objetos que possam assustá-la.
  • Jantar cedo e que esta seja uma refeição leve. Além disso, não permita jogos e atividades que deixem a criança ativa à noite; em vez disso, ajude-a a relaxar. Isso pode ser conseguido com um banho antes de dormir, com uma leitura agradável e muito carinho.
  • Sirva uma deliciosa bebida quente para ajudá-la a diminuir a sua energia e a dormir relaxada.

Evite coisas que possam alterá-la, tais como assistir televisão à noite ou ler histórias de terror. Além disso, tente fazer com que o ambiente em casa seja o mais relaxado possível.

O que devo fazer quando o meu filho tiver pesadelos?

Como os pesadelos não podem ser evitados, o que nos resta é estar preparados para que, quando o seu filho acordar desesperado por um pesadelo, você possa ajudá-lo.

O que devo fazer quando o meu filho tiver pesadelos

A primeira coisa é fazer com que ele se sinta protegido. Com a sua presença isso será mais fácil, porque você faz com que ele se sinta seguro.

Expresse palavras reconfortantes como: “Está tudo bem, não vai acontecer nada, eu estou aqui”. Diga que o que ele acabou de ver no sonho não é real e que foi apenas um pesadelo. Demonstre o seu amor e dê conforto para que ele sinta que você o entende completamente.

Outra coisa que vai ajudar a diminuir a ansiedade é seguir a sua imaginação. Se ele disser que tem medo de monstros, então aplique um spray e diga que ele é antimonstros. Dessa forma, seu filho vai se sentir mais calmo. Além disso, não desligue todas as luzes e, se possível, coloque uma lanterna perto da cama.

Se ele tiver dificuldade para voltar a dormir, coloque uma música relaxante. De manhã, você pode pedir ao seu filho para te contar o sonho que ele teve e ouvir atentamente.

Em conclusão, se o seu filho tiver pesadelos, é algo normal, por isso não se preocupe. O que você pode fazer é organizar um bom horário para dormir e evitar ambientes tensos. Além disso, como esses sonhos ruins não podem ser evitados, esteja preparada para dar conforto e muito amor ao seu filho.

  • Morales, E. M., & Narváez, P. M. (2004). Tratamientos psicológicos de las pesadillas: Una revisión. International Journal of Psychology and Psychological Therapy. https://doi.org/10.1016/j.jconrel.2012.06.039 [doi]
  • Covertini, G., Krupitzky, S., Tripodi, M. R., & Carusso, L. (2003). Trastornos del sueño en niños sanos. Arch.Argent.Pediatr.
  • Aldana, A., Samudio Domínguez, G. C., Irala, E., & Rodas, N. (2006). Trastornos del sueño: prevalencia en población pediátrica en edad preescolar y escolar de área urbana. Pediatría (Asunción): Organo Oficial de La Sociedad Paraguaya de Pediatría.