Pode tingir o cabelo durante a amamentação?

24 de abril de 2019
A maternidade é um momento importante para estar ciente dos possíveis riscos para a saúde. Muitos produtos e tratamentos de beleza contêm produtos químicos que podem ser prejudiciais. Por isso, neste artigo vamos descobrir se é seguro tingir o cabelo durante a amamentação.

Durante a gravidez, é possível que você não tenha tido muito tempo para cuidar da aparência. Se agora você quer se dedicar um pouco mais ao seu visual e pensou em tingir seu cabelo durante a amamentação, saiba que pode ser prejudicial à sua saúde e à do bebê.

Se você estiver grávida ou amamentando, é importante prestar atenção à qualidade dos produtos que aplica na pele e no couro cabeludo.

Portanto, neste artigo queremos explicar as precauções que você deve levar em consideração. Além disso, vamos listar algumas alternativas para tingir o cabelo durante a amamentação sem afetar o pequeno.

É seguro tingir o cabelo durante a amamentação?

Não é novidade que as tintas para cabelo contêm produtos químicos tóxicos para a saúde. A maioria tem base de amônia, que é uma substância química perigosa. A inalação ou o contato direto com essas toxinas pode causar sérios problemas de saúde.

Por isso, muitas mulheres assumem que as substâncias químicas que circulam no sangue podem trazer problemas tanto para a mãe quanto para o bebê. Essa é a razão pela qual muitas evitam tingir o cabelo durante a amamentação.

Na verdade, a quantidade de produtos químicos que entram na corrente sanguínea da mãe através do couro cabeludo não é grande o suficiente para representar uma ameaça para o bebê. Assim, não há possibilidade de o bebê adquirir esses produtos químicos através do leite materno.

Precauções para tingir o cabelo durante a amamentação

Embora seja permitido tingir o cabelo durante a amamentação, tomar certas precauções pode garantir a máxima segurança para você e para o seu bebê.

Como mencionado acima, a quantidade de produtos químicos que chega à corrente sanguínea através do couro cabeludo não é suficiente para prejudicar você ou o bebê. No entanto, arranhões ou feridas no couro cabeludo aumentam as chances de mais substâncias químicas passarem para o sangue.

Tingir o cabelo durante a amamentação requer cuidados especiais.

Portanto, é importante certificar-se de que o seu couro cabeludo esteja saudável antes de tingir seu cabelo.

O maior problema de tingir o cabelo durante a amamentação é o bebê ser afetado pelo cheiro de produtos químicos no cabelo. Se você tentar tingir o cabelo em casa, certifique-se de que o ambiente seja amplo e bem ventilado. Assim, os gases químicos não ficarão dentro e não serão inalados pelo bebê.

Quais são as alternativas?

Uma das soluções que você deve considerar na hora de tingir o seu cabelo durante a amamentação é passar um tonalizante ou então passar a tinta somente em algumas mechas para esconder o cabelo branco. Dessa forma, você não precisa fazer a coloração completa do cabelo.

Se você ainda está preocupada que a tintura de cabelo possa prejudicar o bebê, existem outras alternativas. Tenha em mente que algumas tinturas conhecidas como “naturais” na verdade são formuladas com produtos sintéticos nocivos. Então, fique atenta.

Esses produtos ficam escondidos por trás de ingredientes mais saudáveis, como óleos, frutas ou ervas. Porém, os elementos tóxicos continuam presentes.

“A quantidade de produtos químicos que entra na corrente sanguínea da mãe através do couro cabeludo não é grande o suficiente para representar uma ameaça para o bebê.”

Por isso, é preciso ter cuidado com a composição das cores. Escolha apenas as cores naturais que são 100% vegetais. Apresentamos algumas alternativas a seguir:

1. Café para conseguir o castanho

O café funciona bem para obter tons como o castanho ou o castanho claro. O café também protege a queratina do cabelo, o que promove o crescimento e minimiza a queda.

2. Cobrir os cabelos brancos

A sálvia é um remédio perfeito para cobrir os cabelos brancos porque tem muitas propriedades adstringentes e revitalizantes. Também ajuda o fluxo de melanina a se reativar, devolvendo assim, o tom natural do cabelo.

3. Cacau para reflexos chocolate

O cacau também pode ajudar a cobrir os cabelos brancos. No entanto, os efeitos só serão vistos a longo prazo. A receita consiste em cacau em pó e mel, e deve ser aplicada no cabelo seco.

Tingir o cabelo durante a amamentação tem o objetivo de melhorar a aparência da mulher após a gravidez.

4. Chá preto para um tom escuro

É uma planta que, por excelência, permite obter um tom de cabelo mais escuro. Prepare um chá na forma de infusão e deixe agir por 24 horas. Essa solução pode ser aplicada depois de lavar o cabelo com xampu.

5. Camomila para os reflexos dourados

O pó obtido das flores secas permite dar luzes douradas e loiras aos seus fios. No entanto, é preciso lembrar que é um método mais aconselhável para cabelos claros e não para cabelos mais escuros.

Se possível, recomendamos que você espere até que o bebê seja nutricionalmente independente para aplicar produtos químicos no seu cabelo.

De qualquer forma, se você acha que um novo tom de cabelo pode melhorar o seu visual, vá em frente. Afinal, você tem o direito de ser feliz depois de fazer o melhor trabalho do mundo: ser mãe!