Podemos comer mortadela durante a gravidez?

Há uma série de embutidos que devem ser retirados da dieta das gestantes devido ao risco microbiológico que carregam. Mostramos se a mortadela é um deles.
Podemos comer mortadela durante a gravidez?

Última atualização: 02 agosto, 2022

A mortadela é um embutido comum em muitas dietas. Embora sua qualidade nutricional não seja boa, possui características organolépticas que agradam a muitos. Aqui vamos contar se você pode comer mortadela durante a gravidez ou se ela deve ser retirada da dieta, pois existem muitos embutidos que devem ser restritos nesta fase.

Antes de começar, deve-se notar que é aconselhável otimizar a dieta durante a gravidez para garantir que o feto se desenvolva de maneira ideal. Caso contrário, você poderá enfrentar uma série de problemas que afetarão seu bem-estar no futuro, bem como seu estado de saúde, uma vez que o parto ocorra.

Valor nutricional da mortadela

A mortadela, da mesma forma que muitos outros embutidos, caracteriza-se por concentrar proteínas de alto valor biológico. Esses nutrientes têm se mostrado decisivos na prevenção de patologias metabólicas, como a sarcopenia. Da mesma forma, será necessário garantir a prática regular de exercícios físicos para evitar que os músculos se atrofiem ao longo do tempo.

No entanto, nem tudo são boas notícias. A mortadela possui uma série de aditivos de baixa qualidade, conhecidos como nitritos. Esses compostos são adicionados com o objetivo de aumentar a vida útil do produto. Eles não são encontrados apenas na própria mortadela, mas na maioria das carnes processadas. Esta é uma das principais razões para desaconselhar o seu consumo regular.

Segundo pesquisa publicada na revista Antioxidants, o consumo de nitritos aumenta o estresse oxidativo no ambiente interno. De fato, há indícios de que, de acordo com a presença dessa classe de aditivos na dieta regular, cause um aumento no risco de desenvolver patologias crônicas e complexas.

A mortadela ajuda a prevenir patologias metabólicas, mas possui aditivos de baixa qualidade.

O perigo de consumir mortadela durante a gravidez

Certamente você já ouviu falar que os embutidos não podem ser consumidos durante a gravidez. Estes podem apresentar em seu interior o parasita que causa a toxoplasmose, o que seria especialmente prejudicial ao feto. No entanto, quando falamos de mortadela estamos nos referindo a um tipo de carne processada cozida, portanto, uma exceção pode ser feita nesse caso.

O processo térmico pelo qual este alimento passa elimina os microrganismos patogênicos que podem viver no seu interior, sendo uma estratégia eficaz em termos de higiene alimentar.

No entanto, é necessário salientar que os embutidos também podem conter outros germes patogênicos, como a Listeria . Por esta razão, é sempre positivo evitar a sua inclusão na dieta na fase gestacional.

Embutidos e sua relação com a saúde

Embora se possa comer mortadela durante a gravidez, assim como outros embutidos que passaram por algum processo térmico, a verdade é que são produtos que não devem ser incluídos na dieta com frequência. Como mencionamos, a maioria deles contém aditivos de qualidade duvidosa. Por exemplo, comer carne fresca é uma opção melhor.

É verdade que uma exceção pode ser feita. Por exemplo, o presunto serrano de boa qualidade pode não ter sido alterado com conservantes e se destaca pelo alto teor de proteína. No entanto, não deve ser consumido cru durante a gravidez devido aos riscos acima mencionados.

A melhor opção durante a gravidez é manter uma dieta saudável. No entanto, você pode se deliciar com algumas guloseimas de vez em quando.

Evite comer mortadela durante a gravidez

Como você pôde ver, este alimento tem um baixo risco do ponto de vista microbiológico, mas contém uma série de aditivos alimentares de salubridade duvidosa. Por esta razão, é melhor restringir seu aparecimento na dieta.

Ao considerar a dieta para uma gestante, o melhor é sempre priorizar alimentos frescos e com alta densidade nutricional. Estes conseguem reduzir o risco de desenvolver um déficit de nutrientes, o que seria desastroso tanto para a mãe quanto para o feto. Se você tiver alguma dúvida, sempre pode consultar um especialista em nutrição.

Pode interessar a você...
É possível seguir uma dieta vegetariana estando grávida?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
É possível seguir uma dieta vegetariana estando grávida?

As mulheres que têm uma alimentação que não contém carne se encontram diante de uma encruzilhada na hora de encarar a gravidez. Muitas delas têm dú...



  • Naseeb MA, Volpe SL. Protein and exercise in the prevention of sarcopenia and aging. Nutr Res. 2017 Apr;40:1-20. doi: 10.1016/j.nutres.2017.01.001. Epub 2017 Jan 16. PMID: 28473056.
  • Karwowska M, Kononiuk A. Nitrates/Nitrites in Food-Risk for Nitrosative Stress and Benefits. Antioxidants (Basel). 2020 Mar 16;9(3):241. doi: 10.3390/antiox9030241. PMID: 32188080; PMCID: PMC7139399.