Posso comer presunto serrano durante a gravidez?

Durante o período de gestação existem alguns alimentos que devem ser evitados na dieta da mãe. Isso previne alterações na sua saúde e na saúde do seu bebê. Descubra o que acontece com o presunto serrano.
Posso comer presunto serrano durante a gravidez?

Última atualização: 02 fevereiro, 2022

O presunto serrano é um alimento considerado saudável, pois contém nutrientes de alta qualidade, como as proteínas. No entanto, durante a gravidez é necessário tomar alguns cuidados com os alimentos, pois alguns podem afetar a saúde do feto. Há muitas dúvidas quanto ao consumo de carnes frias, por isso hoje vamos dizer se é possível comer presunto serrano durante a gravidez.

Em primeiro lugar, é importante destacar que é fundamental propor uma alimentação saudável e variada à gestante, de forma a garantir um consumo regular de nutrientes essenciais e evitar deficiências que condicionam o correto desenvolvimento do feto.

Consumo de presunto serrano na gravidez

Presunto serrano e gravidez.

O presunto é um dos alimentos que deve ser evitado durante a gravidez, a menos que seja submetido a um processo térmico prévio. Se a temperatura do produto não for elevada corretamente durante sua fabricação, a ausência de microrganismos patogênicos em seu interior não pode ser garantida. E embora muitos deles sejam seguros para adultos, são capazes de prejudicar a saúde do feto e até causar abortos e outras complicações.

Por isso, é melhor optar pelo presunto cozido ou incluir o presunto serrano como ingrediente nas preparações culinárias que serão submetidas a altas temperaturas. Assim, evita-se o risco de contrair infecções como a toxoplasmose.

De acordo com um estudo publicado na revista Zhongguo Xue Xi Chong Bing Fang Zhi Za Xhi, a infecção pelo parasita Toxoplasma gondii aumenta muito o risco de aborto espontâneo. Esse microrganismo é encontrado na musculatura de muitos animais, por isso o consumo de carnes cruas ou mal cozidas não é recomendado.

Perigos além do aborto

O consumo do presunto serrano contaminado com o toxoplasma não só aumenta a incidência de abortos, como também pode causar outros problemas no desenvolvimento do feto. Por exemplo, afetações neurológicas, hepáticas, pulmonares ou cardíacas.

Deve-se observar que, na maioria dos casos, a mãe tende a permanecer assintomática após a infecção. Por isso, é necessária a realização de um exame de sangue em busca de anticorpos contra esse microrganismo ao longo da gestação. Como regra geral, esse teste é realizado em todas as gestantes e, se for positivo, a mãe é tratada para minimizar os riscos.

Pode interessar a você: Infecções vaginais durante a gravidez

Opções para introduzir presunto serrano na dieta das mulheres grávidas

Como mencionamos anteriormente, é possível incluir o presunto serrano na dieta da gestante, desde que seja garantido seu cozimento prévio.

De qualquer forma, a melhor e mais segura opção é o presunto cozido, já que excede os requisitos bromatológicos durante sua fabricação. Para que o presunto ibérico seja consumido, ele deve passar por um processo de cura de 20 meses.

Finalmente, deve-se notar que é possível congelar os alimentos para eliminar os microrganismos patogênicos de seu interior. Uma temperatura inferior a -20º C deve ser mantida por pelo menos 48 horas. Em qualquer caso, esse procedimento não garante a ausência total do parasita, pelo que a estratégia da cocção é a preferida durante a gravidez.

Lembre-se de que é essencial garantir a ingestão diária de proteínas durante a gravidez. Esses nutrientes são necessários para garantir o correto desenvolvimento dos tecidos, conforme comprovam pesquisas publicadas na revista Experimental Biology and Medicine.

É possível consumir presunto serrano na gravidez

Como você viu, é possível consumir presunto serrano durante a gravidez, desde que seja previamente submetido a um cozimento ou maturação. Assim, o risco microbiológico é limitado e certas condições no feto são evitadas. Qualquer intoxicação no período de gestação pode trazer resultados catastróficos para o bebê.

Lembre-se de que os embutidos não devem fazer parte da dieta regular. Contudo, um presunto serrano de boa qualidade pode ser considerado um produto saudável. É necessário certificar-se de que não contenha conservantes, como nitritos. Esses compostos podem afetar negativamente o estado de saúde a médio e longo prazo, por isso é melhor limitar sua presença no regime nutricional.

Pode interessar a você...
Riscos de comer salada durante a gravidez
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Riscos de comer salada durante a gravidez

Todo ser humano precisa de uma dieta variada e equilibrada. Por isso, comer salada durante a gravidez pode trazer consequências graves para a saúde...