Por que os pais devem se despedir dos filhos antes de sair de casa?

Por que os pais devem se despedir dos filhos antes de sair de casa? Quais consequências positivas traz o ato de separar um tempo para beijar nossos filhos e dizer tchau antes de sair? A seguir, vamos desmentir algumas ideias equivocadas sobre o tema.

Você já se perguntou por que os pais devem se despedir dos filhos antes de sair de casa e qual é a importância disso? Normalmente, ao sair de casa é um costume por parte dos pais pedir para outra pessoa distrair o filho para poder fugir o mais rápido possível sem que a criança veja. No entanto, esse não é o melhor caminho.

Embora pareça extremamente cruel, tem uma explicação que parece ‘lógica’: as crianças, ao ver os pais saírem, começam a chorar a plenos pulmões, já que não querem ficar longe deles.

Fica claro que se despedir não vai mudar esse fato. Mas devemos levar em consideração que é uma ação que traz consigo certos aspectos positivos que vamos detalhar a seguir.

Por que os pais devem se despedir dos filhos antes de sair de casa?

A separação entre pais e crianças pequenas sempre é difícil. O apego que os une é tão forte que, às vezes, se distanciar por poucas horas gera tristeza não apenas nas crianças, mas também nos adultos. 

No entanto, existe um fator que diferencia claramente a conduta das crianças em relação à dos adultos: as crianças não conseguem conter as emoções e manifestam sua tristeza e inquietação da melhor forma que conseguem. Isso, claro, chorando a plenos pulmões.

Certamente, essa não é a maneira que os pais desejam deixar seus pequenos. Por isso, na hora de se separar deles, mesmo que por poucas horas, a opção que parece mais indicada é fugir o mais rápido possível para que a criança não chore pela ausência.

O que muitos pais não sabem é que, embora a criança não chore no momento em que eles saem, depois ela sente mais a ausência dos pais. Isso se deve ao fato de que a falta da despedida desperta nela um sentimento de abandono que posteriormente vai se transformar em um apego maior pelos pais.

Consequências negativas quando os pais saem sem se despedir

Assim como explicitado acima, o vínculo entre pais e filhos é muito forte nos primeiros meses e anos de vida dos pequenos. A referência mais importante para as crianças em relação à orientação, à proteção e ao amor vem dos pais.

Quando os pequenos se separam dos pais, naturalmente sentem falta da presença deles. Embora estejam bem cuidados por babás ou familiares, vão se sentir desprotegidos porque seus referentes principais não estão com eles.

Certamente, as crianças mais novas não têm a capacidade de compreender o porquê da ausência repentina dos pais. O que os especialistas defendem é que quando os pais saem sem se despedir, nasce, aos poucos, nos pequenos sentimentos de abandono, angústia, raiva e insegurança.

Esses sentimentos negativos não apenas vão se consolidando cada vez mais, mas também sempre que os pais voltam para a presença da criança, ela vai se mostrando mais apegada e dependente deles. A explicação para isso é que ficou guardada na memória da criança uma informação que indica que ela corre o risco de ser abandonada inesperadamente pelos pais. 

“O apego que os une é tão forte que, às vezes, se distanciar por poucas horas gera tristeza não apenas nas crianças, mas também nos adultos.”

O que fazer?

Então, a pergunta que deve ser respondida é: o que fazer na hora de sair de casa? Evidentemente, os pais não desejam ver seus filhos chorar, mas há dois aspectos que devem ser levados em consideração. O primeiro é que as crianças choram porque essa é sua única e mais eficiente forma de se comunicar. Por outro lado, o choro efetivamente drena o estresse e as tensões.

Quando a criança chora, ela está comunicando que se sente triste porque vamos nos ausentar. No entanto, pouco a pouco ela vai entender, através dos beijos e abraços de chegada e despedida, que essa ação incômoda para elas está sendo informada pelos pais; isso também implica entender que seus pais não estão abandonando, mas simplesmente se afastando por um tempo específico.

se despedir dos filhos antes de sair de casa

Talvez possa parecer uma ideia muito abstrata, mas os psicólogos garantem que não devemos subestimar o nível de aprendizagem dos nossos filhos. Portanto, ensine seu filho a dizer “oi” e “tchau” e o que essas palavras significam.

Também é adequado brincar, por exemplo, de esconde-esconde. Será muito benéfico para que as crianças comecem a compreender que as ausências não são sinônimo de abandono, mas apenas mais uma atividade da vida diária.

Por fim, os pais devem se lembrar de que, ao se despedir dos filhos antes de sair de casa, estarão contribuindo para que os pequenos se relacionem melhor com o meio ao redor. Finalmente, isso também vai permitir que desenvolvam uma saúde emocional equilibrada.

Recomendados para você