Por que meu filho sempre se machuca ao praticar esportes?

· 6 de janeiro de 2019
Se seu filho pratica esportes e você se pergunta por que ele sempre se machuca, nós te daremos algumas respostas. Considere-as e corrija o que for necessário para melhorar o bem-estar de seu filho ao se exercitar.

Brincar e praticar esportes é muito importante para o desenvolvimento das crianças. No entanto, se você tem se perguntado: “por que meu filho sempre se machuca ao praticar esportes”, neste artigo, vamos te dar algumas orientações.

As razões pelas quais seu filho pode sofrer lesões constantes podem variar dependendo de alguns fatores específicos de cada criança.

Razões pelas quais as lesões ocorrem

Abaixo, listamos os gatilhos que podem causar lesões no seu filho ao participar de uma atividade esportiva.

1.- Esforço físico em excesso

Como pais e mães, uma das coisas que devemos entender bem é que as crianças são totalmente diferentes de nós. Isso é verdadeiro tanto em relação aos aspectos físicos, mentais, fisiológicos, quanto em todos os outros aspectos.

Muitas vezes, as crianças esportistas são muito exigidas para sua idade. Seus músculos e ossos podem não estar suficientemente fortes para suportar esse estresse físico e mental, o que pode levar a diferentes tipos de lesões.

2.- Entre 5 e 11 anos de idade: musculatura frágil

Nesta fase de suas vidas, as crianças têm uma musculatura mais frágil, com boa flexibilidade e baixa capacidade de concentração. É apropriado que as crianças comecem a praticar esportes, mas, acima de tudo, deve prevalecer a brincadeira. Em contrapartida, não é prudente elaborar rotinas de exercícios que exijam demais da criança.

Elas nunca devem ser pressionadas a participar de uma ou outra atividade. Dessa forma, é preciso que achem divertido participar. Se a criança estiver entediada, terá menos concentração e disposição, e isso aumenta o risco de se machucar.

praticar esportes

3.- Entre 11 e 15 anos: compreender que o importante não é ganhar

Esta é a idade em que ocorre a puberdade e há um súbito surto de crescimento. Nesse período, a capacidade aeróbica aumenta consideravelmente, assim como o volume de oxigênio administrado pelos jovens. Além disso, eles ganham resistência e força muscular.

Com relação à flexibilidade, ainda não está claro se há uma perda durante essa fase de crescimento rápido ou se isso não ocorre. Tudo vai depender do caso particular de cada indivíduo.

Esse é o momento em que se deve começar a praticar atividades competitivas, mas sempre relativizando a importância de ganhar ou perder. É suficiente aprender que toda atividade tem uma finalidade e um propósito e que existem certas regras e regulamentos que devem ser respeitados.

Por outro lado, o jovem também deve ter consciência da importância de trabalhar em equipe nos esportes coletivos, além do respeito e da consideração que se deve ter em relação aos adversários.

4.- Acima 15 anos: treinos mais difíceis

Esta é a fase em que o crescimento termina e o desenvolvimento muscular se completa. Nessa fase, o jovem pode começar a praticar esportes de maneira especializada e aumentar o rigor do treinamento, sem que ocorram tantas lesões como antes.

“Os músculos e ossos de crianças pequenas podem não estar suficientemente fortes para suportar o estresse físico e mental da prática esportiva”

O papel dos pais e das mães

Cabe aos pais ficarem atentos para que seus filhos não corram riscos desnecessários. Em um mundo tão competitivo quanto este em que vivemos, podemos cometer o erro de pensar que quanto mais cedo nossos filhos começarem a praticar um esporte, mais chances terão de se tornar profissionais de elite.

No entanto, isso está longe da realidade. O desenvolvimento ideal das crianças para praticar esportes começa a aparecer no final da adolescência. Antes disso, devemos nos certificar de que se divirtam e aprendam com o esporte aquilo que é realmente importante: que isso as ajudará a serem seres humanos funcionais.

O esporte ensina às crianças e aos jovens a importância de trabalhar em equipe, confiar em outras pessoas, se defender e resolver suas diferenças, obedecer a regras e normas estabelecidas e se esforçar para obter resultados, entre outras coisas.

praticar esportes

Valores e aprendizados

Esses valores e aprendizados são fundamentais e necessários para seu desenvolvimento emocional e psicológico. É algo muito mais importante nessa fase da vida do que o mero desenvolvimento físico.

Então, se você parou para pensar por que “meu filho sempre se machuca quando pratica esportes”, talvez deva se perguntar se está exigindo demais para sua idade. Preste atenção: uma lesão grave durante os anos de pleno crescimento pode afetar toda a vida da criança.

Inclusive, pode ser que ela nunca se recupere totalmente e não possa praticar o esporte que deseja no futuro. Este é um aspecto muito importante no desenvolvimento das crianças.

Por isso, mãos à obra! Certifique-se de que seu filho pratique esportes de maneira correta para se divertir e aprender os valores necessários. Mais tarde, ele terá tempo para praticar de forma especializada e se tornar um profissional se este for seu verdadeiro desejo.