Risos e sorrisos do bebê: um grande avanço no desenvolvimento emocional

· 7 de outubro de 2018
Acompanhe esse artigo e conheça um pouco mais sobre o assunto, desde os primeiros sorrisos até de quando ele estiver um pouco maior.

Você sabia que os risos e sorrisos do bebê significam um avanço no seu desenvolvimento emocional?

Os primeiros sorrisos do bebê

O primeiro mês de um bebê não é uma etapa sem emoção como algumas pessoas podem pensar.

Desde essa fase, a criança pode sentir na pele o carinho e o apego recebido, desenvolvendo, assim, uma poderosa conexão com um adulto que geralmente é a mãe.

Para além do choro, o principal reflexo emocional de um bebê

Existem outras emoções que um recém-nascido pode sentir: bem-estar, relaxamento, saciedade, etc. São emoções exteriorizadas mesmo quando estão quietos, observando, escutando, conhecendo o mundo enquanto estão calmos.

Um recém-nascido também pode sorrir. Mas, ao contrário do que pode parecer, este sorriso não é resultado de bem-estar emocional ou felicidade.

Isso acontece pela atividade do sistema nervoso central e é um reflexo que aparece geralmente quando o bebê está dormindo.

Risos e sorrisos após o primeiro mês

A partir do primeiro ou do segundo mês após o nascimento, os sorrisos de um bebê quando ele está acordado são conhecidos como sorrisos sociais.

Portanto, são resultado de sua interação com o mundo e resposta à vários estímulos.

Na fase de experimentação, o bebê vai compreendendo que a mãe sorri quando fala com ele porque está feliz e que os outros adultos também sorriem quando o veem, brincam com ele e o carregam.

Por isso, ele também vai sorrir quando se sentir bem,quando for atendido e sempre que escutar algo que goste ou chame sua atenção.
risos e sorrisos

Neste momento, o bebê já haverá compreendido que, além do choro, seu sorriso capta a atenção dos adultos.

Algumas crianças deixam escapar a primeira risada aos 4 meses de idade. Pode ser um pouco antes ou um pouco depois, mas geralmente acontece por volta deste período.

Nesta fase, a criança começa a rir quando é estimulada, assim como os outros seres humanos.

Ela começa a rir por algo que é realmente engraçado: um boneco que se mexe, quando recebe cócegas, etc.

Depois dos 4 meses, a criança não vai rir ou sorrir para todos, só para as pessoas mais próximas e talvez para algum desconhecido que ela sentir afinidade.

É nesse momento que ela terá entendido que o sorriso está relacionado com o apego.

Assim, ri e sorri só para quem sentir afinidade. Essa fase é conhecida como sorriso diferencial.

Risos e sorrisos do bebê: um grande avanço no desenvolvimento emocional

À medida que a criança conhece o mundo, imita os seres humanos com quem convive e aprende a responder a estímulos.

Dessa forma, ela vai progredindo no seu desenvolvimento afetivo e psicossocial.

A criança com menos de um ano aprende que o carinho e o contato social são reforçados com sorrisos e que um sorriso vale mais do que uma birra ou um choro desconsolado.

Ela sabe como conseguir o que quer por meio de sorrisos e alegria, seja material ou emocional.

O sorriso daqueles que o cercam também reforça as suas emoções. Se alguém sorri ao seu redor, ela se sentirá mais seguro.

Digamos, por exemplo, se um cachorro passa do seu lado e ela sente medo, o sorriso da mãe pode confortá-la e mostrar que não há nenhum perigo.

risos e sorrisos

Então: risos e sorrisos para crescer!

A risada de uma criança com menos de 2 anos já não é apenas um reflexo ou uma resposta da sua felicidade.

É uma ferramenta poderosa que ela utiliza para atingir seus objetivos e fazer com que adultos cedam aos seus desejos.

Nesta fase, podemos ver uma criança inteligente, que desafia aqueles que estão ao redor e age para ver como as pessoas reagem.

Sempre que uma brincadeira der errado, ela sabe que um sorriso pode evitar uma punição.

O riso também é um estímulo para o desenvolvimento emocional e cognitivo.

A criança, portanto, vai rir de situações absurdas. Por exemplo, quando ver outras crianças caírem, ou ainda rir de si mesma quando se vê em um vídeo filmado pela mãe que mostra ela caindo.

Riso e sorrisos servem para crescer, melhorar o bem-estar e o comportamento dos pequenos como seres humanos. Além disso, também serve para ser mais simpático, fazer amigos e se sentir feliz.