Quais são as primeiras palavras mais comuns dos bebês?

20 Outubro, 2020
Você se lembra da primeira vez que o seu filho disse uma palavra? Descubra se ela é uma das primeiras palavras mais comuns dos bebês.

Começar a falar é um dos grandes marcos no desenvolvimento dos bebês. É um momento muito esperado pelas mães e pelos pais. De fato, a maioria se lembra com carinho das primeiras palavras dos filhos.

Geralmente, entre os 11 e os 18 meses de idade, ou até mesmo antes, os bebês falam uma palavra pela primeira vez. Mas, assim como se diz que cada criança é diferente da outra e adquire a fala de acordo com seu próprio ritmo de aprendizagem e crescimento, também se sabe que nem todos os bebês começam dizendo a mesma palavra, embora existam algumas que geralmente são mais comuns.

Ao longo das linhas a seguir, vamos descobrir quais são as palavras com as quais os bebês geralmente entram no mundo da comunicação verbal.

“As primeiras palavras marcam um antes e um depois na vida das crianças, mas também na vida das mães e dos pais. A partir desse momento, as oportunidades de comunicação se multiplicam”.

as primeiras palavras mais comuns dos bebês

Quais são as primeiras palavras mais comuns dos bebês?

As primeiras palavras que as crianças pronunciam estão diretamente relacionadas às suas próprias experiências no ambiente imediato, especialmente dentro do núcleo familiar.

As palavras que os adultos repetem com mais frequência e, mais especificamente, as que são faladas pelos pais ou cuidadores principais, costumam ser as primeiras a aparecer no vocabulário dos bebês.

Em geral, todas as mães e pais se comunicam de maneira semelhante com os filhos durante os primeiros meses de vida. Portanto, existem algumas palavras que os bebês tendem a escolher como seu vocabulário inicial. A seguir, vamos apresentar uma lista das mais comuns.

Primeiras palavras relacionadas aos membros da família

A primeira palavra de muitas crianças é “mamãe”, “papai”, “titia”, “vovó”. Além de serem palavras simples e fáceis de pronunciar, pois são formadas pela repetição de duas sílabas iguais, também são termos usados ​​para designar os membros mais próximos da família, com quem os bebês costumam interagir.

Afirmações ou negações

“Sim” “não” são duas das palavras mais ouvidas pelos bebês desde o momento em que nascem. Por isso, seja por meio de gestos ou da fala, as crianças aprendem rapidamente a expressar afirmações ou negações, sendo esta, para muitos, a forma de estrear seu repertório de palavras.

Primeiras palavras relacionadas com a alimentação

Uma das necessidades básicas de qualquer ser humano é a alimentação. Portanto, não é de se estranhar que alguns bebês optem por dizer o nome de um alimento ou algo relacionado ao momento de comer como primeira palavra. Por exemplo: “água”, “mamá”, “pão”, etc.

Da mesma forma, também é comum que as crianças digam algum tipo de expressão útil para receber alimentos, tais como “dá”, “quero”, “mais”, etc.

Cumprimentos

Os cumprimentos são um sinal de educação e cortesia. É uma norma social transmitida de geração em geração. Assim, muitos bebês que adquiriram o hábito de cumprimentar dizem “oi” ou “tchau” como a sua primeira palavra.

Palavras onomatopaicas

Em alguns casos, a primeira palavra de uma criança não é uma palavra que aparece no dicionário, e sim uma palavra onomatopaica usada para nomear alguma coisa, como, por exemplo, dizer “au-au” para se referir a um cachorro ou “miau” para fazer alusão a um gato.

as primeiras palavras mais comuns dos bebês

Estimular o desenvolvimento das primeiras palavras dos bebês

A família é o contexto natural no qual as crianças crescem e desenvolvem todas as suas capacidades. Por isso, é conveniente que ele seja o mais enriquecedor e estimulante possível.

No caso da aprendizagem da fala, para estimular a pronúncia das primeiras palavras dos bebês, é importante que mães e pais estabeleçam uma comunicação verbal constante com a criançadesde os primeiros meses de vida. Essa comunicação deve ser caracterizada por ser clara, bastante expressiva e manter um alto nível de contato visual.

Assim, depois de muitos dias de conversas nos quais o pequeno não diz nada, um belo dia, quando você menos esperar, vai ouvir o seu filho dizer a primeira palavra. Um momento inesquecível que vale a pena lembrar pela vida toda!

  • Rivero-García, M. (1994). Influencia del habla materna en los inicios de la adquisición del lenguaje: primeras palabras y primeros enunciados de más de una palabra. Revista de Logopedia, Foniatría y Audiología14(3), 148-155.