Procrastinação: não deixe ela dominar a vida de seu filho

· 16 de maio de 2017

A procrastinação é um transtorno do comportamento humano que faz as pessoas postergarem suas tarefas ao invés de cumpri-las imediatamente.

Essa pandemia, como alguns já a consideram, também se encaixa quando uma pessoa evita situações que tem o potencial de serem desagradáveis por algum motivo.

Assim, quando deixamos de lado nossas responsabilidades porque elas nos exigem esforço, estamos caindo inevitavelmente na procrastinação.

Se substituímos as tarefas, situações e responsabilidades importantes e começamos pelas mais triviais, somos procrastinadores.

Como você deve ter percebido, essa “filosofia”, apesar do nome não tão conhecido, é bastante comum.

Mamãe, resista e não caia na procrastinação

É comum ouvir que a procrastinação afeta a todos nós em algum momento de nossas vidas, mesmo sendo mais provável que acometa alguns mais do que os outros.

Não são poucos que se acostumam a postergar seus deveres sem ter em conta os resultados do desleixo, mesmo que isso afete a eles mesmos em vários níveis.

Mamãe, não deixe para amanhã o que você deve e pode fazer hoje.

Não caia na procrastinação. Transmita para seu filho a satisfação que dá fazer o que você se propôs a fazer. Porque no fim das contas, as tarefas têm que ser feitas para sua vida continuar.

Faça com que seu filho seja o homem ou a mulher do futuro porque pertencem a uma nova geração e são antenados e não porque deixam para amanhã o que podem fazer hoje.

Evite que seu filho caia no buraco sem fundo da procrastinação.

Desde pequeno enfie na cabeça dele a importância de cumprir suas promessas, cultivar seu intelecto e suas emoções, enfrentar suas responsabilidades e sempre encarar seus problemas.

Desde agora ensine seu filho a ser uma pessoa comprometida com ela mesma.

A procrastinação na aprendizagem

child-684617_640

A aprendizagem é a função mental que consiste na captação do conhecimento.

Esse é o processo que se encarrega do desenvolvimento e a prática dessas habilidades.

Mediante a aprendizagem, os seres humanos experimentam a observação, a assimilação e o raciocínio.

A formação da conduta e dos valores, a transformação das habilidades, e a acumulação de experiências são consequências da aprendizagem.

Apesar de que os animais nascem com certos instintos que os possibilita trepar, alimentar-se, caminhar, nadar, esconder-se dos predadores dependendo da espécie a que pertencem; nós humanos estamos em constante aprendizagem.

É por isso que é tão importante ensinar isso para seus filhos desde as primeiras etapas, isso significa muito para a vida de um ser humano.

Mas apesar disso, a procrastinação na aprendizagem vai ganhando terreno.

Vamos aos exemplos para a afirmação acima:

Muitas crianças na atualidade passam seu tempo na internet enquanto tem cadernos com tarefas de casa para fazer.

Se depois de amanhã tem uma prova, a criança pensa que ainda tem o dia seguinte para estudar e assim justificam continuar horas e horas falando no celular com seus amigos.

Se há um trabalho que precisa ser entregue dentro de duas horas, a criança ainda pode pensar que dá tempo de terminar uma série ou filme.

Para o mal da humanidade e deles mesmos, algumas crianças de hoje pensam e agem dessa forma.

Como evitar que a procrastinação chegue na aprendizagem?

6b76a1be9009694d07ec613402d5e62a

É verdade que os primeiros anos não são os ideais para desenvolver nossas capacidades mentais, mas a aprendizagem não tem uma idade específica. Aprendemos a vida inteira.

Claro, é fundamental encontrar a motivação no que vamos aprender, já que esse é um importante elemento que facilita o melhor entendimento da matéria.

E esse é justamente um dos problemas com as crianças que nos referíamos. As matérias da escola não são tão atrativas para eles como os videogames, sair com seus amigos, e o ócio em geral; por isso acontece essa substituição.

Mamãe, é importante você saber que a aprendizagem é efetiva quando produz uma mudança que dura por muito tempo, ou seja, se aprende quando se processa a matéria e ela se converte em conhecimento.

Captar na memória uma lição para fazer uma prova e esquecer tudo logo depois não é aprendizagem, pelo menos não algo muito produtivo.

Por tudo que já foi exposto, lhe convidamos a seguir nossos conselhos e frear a procrastinação de seu filho com respeito à sua aprendizagem.

  • Convença seu filho de que as pessoas instruídas são seres independentes. Seus conhecimentos e inteligência os converte nesses indivíduos.
  • Advirta-os que quem aprende hoje e não posterga sua aprendizagem se transformam mais rapidamente em pessoas aptas para tomar decisões acertadas, porque essas decisões estarão fundamentadas sobre bases sólidas e serão menos jogados à própria sorte.
  • E coloque na sua cabeça a importância de investir em educação, aprender tudo o que podem, pesquisar e capacitar-se… ressaltando que esta é a etapa ideal para fazer tudo isso.