Qual é a melhor escolha: creche ou babá?

· 8 de maio de 2019
Se você pesquisar, vai encontrar pessoas que são a favor e contra as creches e as babás. Por isso, a escolha deve ser pessoal, levando em consideração as possibilidades e a situação do bebê e da família.

Na hora de escolher um tipo de cuidado para nossos filhos, nós, pais, devemos levar em consideração cada detalhe. Claro que as suas preferências e a situação familiar vão contar. A seguir, vamos analisar as vantagens e as desvantagens de escolher entre creche ou babá.

Sobretudo para as mães, deixar o bebê em casa para retornar ao trabalho torna-se uma opção muito difícil. Quando termina a licença-maternidade e quando o período de amamentação está avançado, chega a hora de retomar as atividades profissionais.

Nesse momento, tanto ela quanto seu cônjuge vão querer se sentir seguros e tranquilos a respeito da pessoa encarregada de cuidar do filho. A escolha entre a creche ou a babá costuma gerar inúmeros questionamentos. Deve-se analisar muitas questões, como a qualidade do cuidado, o horário, o serviço e, obviamente, o custo.

O que escolher para o cuidado do meu filho: creche ou babá?

Com o objetivo de oferecer uma pequena, mas valiosa ajuda para as mães que encaram essa decisão, fizemos uma lista de benefícios e aspectos negativos de ambas as opções.

Creches: o que têm de bom e de mau?

As creches são instituições que se dedicam de maneira exclusiva e profissional ao cuidado das crianças. Os principais benefícios que essa opção oferece para os pais são os seguintes:

A favor

  • É uma alternativa mais econômica que contratar uma babá que fique em casa cuidando da criança.
  • As pessoas que trabalham nesses estabelecimentos costumam ser pessoas capacitadas, com vocação e escolhidas especialmente para fazer esse tipo de trabalho.
  • Os requisitos de segurança e higiene são observados. De qualquer forma, é bom que você dê uma pesquisada e confira por si mesma.
  • Vigilância constante: há estabelecimentos que contam com um circuito interno de câmeras. Assim, digitando um login e uma senha, você é capaz de ver na tela do seu computador o que o seu bebê está fazendo.
  • Você pode compartilhar opiniões e experiências com outros pais.
creche e os bebês

Contra

  • Você deverá tirar o bebê de casa diariamente e expô-lo a condições climáticas adversas.
  • Ele pode pegar resfriados ou outras doenças.
  • Ele não receberá uma atenção personalizada.
  • Ele pode se sentir intimidado diante de um ambiente novo e tantas pessoas que não conhece.

Babá: vantagens e desvantagens

Contratar uma babá pode ser benéfico em muitas situações. Estas são algumas das vantagens principais que esse serviço proporciona:

A favor

  • O bebê fica em casa, o que lhe dá maior conforto e segurança.
  • Você conseguirá evitar que ele pegue doenças e sofra exposição ao sol, à chuva e ao frio.
  • O vínculo com a babá vai ser criado muito mais rápido. Na verdade, o laço entre os bebês e suas babás costuma ser forte se for cuidado de maneira adequada.
  • Você terá maior flexibilidade para reservar horários para ocasiões especiais.

“Ao decidir entre creche ou babá, deve-se analisar muitas questões, como a qualidade do cuidado, o horário, o serviço, e, obviamente, o custo.”

Contra

Não obstante, terá desvantagens, como, por exemplo:

  • Costuma tomar muito tempo encontrar uma babá que, além de ser uma pessoa responsável e fazer bem o seu trabalho, consiga criar um laço com o bebê.
  • De maneira geral, esse serviço personalizado é mais caro do que uma creche.
  • Além da confiança que deve haver, pode ser difícil ter uma pessoa que você não conhece dentro de casa todos os dias.
menina com babá

E se o deixarmos com algum parente?

Essa pode ser uma solução temporária que pode tirar você do aperto se, por alguma razão, não conseguir encontrar uma creche ou babá, mas não é recomendável que se torne algo permanente. Claro que essa solução tem suas vantagens: eles vão adorar, no começo, e você ficará tranquila.

No entanto, a razão de isso não funcionar é simples: por mais que uma avó, tia ou qualquer parente se ofereça, ficar encarregado do cuidado de um bebê exige dedicação total.

Pode ser que no início não caia a ficha da responsabilidade que isso acarreta, ou que essa responsabilidade seja subestimada. Entretanto, com o passar do tempo essas pessoas verão a sua rotina restrita, e é a partir daí que surgem os problemas. Além disso, a questão econômica será uma questão muito incômoda a ser discutida entre as partes.

Por fim, vale ressaltar o fato de que cada família tem suas próprias preferências e experiências de vida, por isso que uma única solução pode não ser aplicável a qualquer família. Em suma, a escolha recairá sobre os pais, que também deverão analisar a situação periodicamente para fazer as mudanças que acharem necessárias.