Quando as crianças querem saber o porquê de tudo

· 27 de agosto de 2018
Seu filho tem entre três e quatro anos e não para de fazer as temidas perguntas que começam com um por quê? Não se desespere. Aqui te explicamos como lidar bem com isso.

Fique tranquila, pois chegou o momento no qual as crianças querem saber o porquê de tudo. É absolutamente normal se desesperar quando seu pequeno não para de perguntar o porquê disto, o porquê daquilo e de aquilo outro.

Nessa fase, a curiosidade da criança foi despertada e ela quer saber de tudo. Se mudarmos a forma como vemos isso e nos armarmos com uma dose infinita de paciência, é possível deixar esse momento divertido e transformá-lo em uma forma de aprendizagem muito importante.

Como sabemos que é uma etapa importante para a criança, mas desesperadora para os pais, vamos tentar ajudá-los. Para isso, elaboramos um passo a passo com diferentes aspectos.

Lembre-se antes de tudo de tentar se colocar no lugar da criança e manter a paciência. É um momento para aproveitar e fazer com que seu pequeno avance no conhecimento sobre aquilo que está à sua volta.

porquê de tudo

Passos para agir diante do porquê de tudo

  • Em primeiro lugar, é fundamental fazer uso da empatia. Imagine que você chega a um mundo cheio de estímulos, cores, sabores, coisas de todos tipos a serem descobertas e até o presente momento não sabia utilizar as palavras. Assim, você quer conhecer tudo, mas seus conhecimentos a respeito são muito limitados, apenas te ocorre perguntar: por quê?
  • Em segundo lugar, e não menos importante, você não deve perder a cabeça e exigir que a criança fique quieta. Essa é uma faceta importante no desenvolvimento da personalidade dela. Além disso, será determinante para que, no futuro, ela seja capaz de fazer perguntas. Se nesse momento você não quer ou não pode responder, diga que logo responderá porque neste instante está ocupada.
  • Paciência. Não só simpatizar com a criança e entender que ela está descobrindo o mundo que a rodeia é o bastante para evitar que o fato de que você adoraria que ela parasse de lançar perguntas uma atrás da outra como se fosse uma metralhadora. A paciência é uma das suas melhores aliadas. Pense que é só uma fase e logo vai passar.
  • Fazer outras perguntas para desviar a atenção do interrogatório ao qual a criança está te submetendo é uma tática de distração. Se você faz uma pergunta a respeito do tema sobre o qual ela tem dúvidas, será possível manter uma conversa mínima e distraí-la durante um curto período de tempo da chuva de interpelações.
  • É uma forma de passar tempo com seu filho, comunicar-se com ele e fazer com que ele aprenda, dando-lhe explicações do porquê de algumas coisas, aumentando seu vocabulário com novos termos que desconhecia até aquele momento.

O que ocorre durante a fase do porquê de tudo

O que acontece é que a criança até agora não falava. Ela usava outros meios para ir descobrindo o seu entorno, como o tato, a visão e o paladar. Agora, ela tem uma capacidade nova que desconhecia e está encantada. Ou seja, nada mais nada menos do que a linguagem.

porquê de tudo

É uma experiência nova e muito divertida. A criança gosta do som da própria voz, se diverte com o tom utilizado ao perguntar e, além disso, sua inteligência e curiosidade avançam a passos gigantescos. Há tanto mundo a ser descoberto que tudo acaba sendo interessantíssimo.

Além disso, as crianças sozinhas não podem conhecer o porquê de tudo o que está à sua volta. E o papai e a mamãe já sabem. Elas precisam de um guia que lhes dê as explicações oportunas de por que as coisas acontecem, por que o mundo está cheio de cores, por que tudo se move, por que existem… É um momento fantástico no qual você é um poço de sabedoria para o pequeno.

Também ocorre de a mesma pergunta se repetir em várias ocasiões. É algo totalmente normal. A criança faz isso para reafirmar o seu conhecimento. Em sua constante exploração, ela precisa de reforços positivos. Uma das maneira de obter isso é formular de novo a mesma pergunta para se assegurar de que você sabe a resposta, que é a mesma.

Aproveite esse momento

E, por fim, ressaltamos que, mesmo que pareça ser o contrário, é um momento bonito e você pode aproveitá-lo. Nessa fase, você é a pessoa mais sábia para o pequeno. Ele sente adoração por você, quer se comunicar com você e deseja que você conte coisas, passe tempo com ele. Certamente, é uma fase que não vai durar para sempre.

Além disso, o fato de conhecer novas palavras, ter conversas e obter respostas irá servir para que ele seja uma criança extrovertida posteriormente, com habilidades sociais desenvolvidas e com uma cultura mais ampla.