4 truques para que o seu filho não grite em público

Às vezes, quando saímos com os nossos filhos, eles de repente começam a gritar. Não é preciso perder a paciência, embora isso seja difícil.
4 truques para que o seu filho não grite em público

Última atualização: 07 Março, 2021

Há crianças que parecem gostar de gritar. Porém, para os pais, isso pode acabar com a paciência, especialmente se acontecer em público enquanto pessoas surpresas assistem ao espetáculo. Será que existe algum pai ou mãe que nunca passou por isso? A seguir, veremos algumas dicas para que o seu filho não grite em público.

Nas ocasiões em que as crianças estão gritando, talvez possamos sentir uma vontade de tapar sua boca para que não elas continuem agindo dessa forma. Isso seria prejudicial, pois você estaria contribuindo para uma aprendizagem que, mais tarde, complicaria a tarefa de educar.

Por um lado, você estaria supondo que a criança não consegue parar de gritar sozinha. Por outro lado, passaria a mensagem de que não há nenhum problema quando alguém mais forte nos força a fazer coisas. Lembre-se de que as crianças imitam o comportamento dos pais.

O que fazer para que o seu filho não grite em público?

Já vimos que tapar a boca não é uma boa solução, então está totalmente descartado. A seguir, veremos quatro passos fundamentais para que o seu filho pare de gritar.

Descubra alguns truques para que o seu filho não grite em público.

Interromper imediatamente o que você estiver fazendo

Se o seu filho começar a chorar e gritar, como pai ou mãe, você deve deixar tudo o que estiver fazendo para prestar atenção à criança. O que será que está acontecendo com ela? Chegou a hora do lanche e ela está com fome? Ela ficou com raiva de alguma coisa? Será que ela se machucou? Essas são algumas das perguntas que você pode fazer a si mesma para ter uma ideia da situação em que a criança se encontra.

Agachar-se para ficar na mesma altura da criança e olhá-la nos olhos

Agachar-se e ficar na mesma altura da criança, olhando-a nos olhos, faz com que ela se sinta cuidada, apreciada e importante. Assim, os pais podem analisar melhor a situação, atendendo ao filho para ver o que está acontecendo. Talvez a solução seja mais fácil do que parece. É apenas uma questão de observar e analisar.

Manter-se calma e quieta, observando

Diante dessa situação, a melhor coisa a fazer é tentar ficar calma, sorrir para o seu filho e diminuir o volume da voz. Isso servirá como um exemplo para a criança e, se você falar baixinho, talvez ela possa parar de gritar para poder te ouvir.

Cantar em um volume baixo

Quando a criança estiver desconsolada, você pode cantar algumas das suas canções favoritas, porém baixinho. Ao escutá-las, as crianças pequenas ficarão quietas para ouvi-las. Então, escolha bem as músicas favoritas para cantar.

A dica fundamental para que o seu filho não grite em público é a paciência

Esses quatro truques ou passos podem ser realizados em qualquer lugar, mas você deve ter em mente que, se a situação estiver gerando ansiedade ou estresse para a criança, é importante sair do local com ela. Porém, se você não puder sair do lugar onde estiver (trem, avião, etc.), o que você pode fazer é pegar a criança no colo e sussurrar coisas positivas no seu ouvido para tentar fazer com que ela relaxe.

Caso você possa se mover, faça isso. Nesses momentos, as crianças precisam do nosso amor e carinho. Não devemos nos importar com a opinião das pessoas ao redor. Devemos cuidar do bem-estar do nosso filho, não daqueles que estiverem perto de nós naquele momento. É importante entender que você não quer que o seu filho grite porque isso significa que ele está se sentindo mal, não porque isso incomoda as pessoas ao redor.

As crianças precisam dos pais e confiam neles, portanto, se você seguir esses passos, talvez elas possam se acalmar mais rapidamente. Porém, isso não significa que, em algumas situações, por mais que os pais saibam o que fazer, eles não possam perder o controle no momento e acabar fazendo coisas das quais vão se arrepender depois.

Dica para tentar se acalmar e resolver a situação 

  • Assim que a situação estiver mais calma, você deve explicar para a criança que você disse ou fez algo de que se arrepende e que ela certamente também não gostou disso.
  • Você pedirá a opinião dela sobre o que ela acha que você pode fazer para encontrar outra maneira de se acalmar quando estiver nessa situação, especialmente se a criança já for mais velha.
  • Depois de decidir como tentará ajudar a criança a controlar o seu comportamento nos momentos em que ele não for apropriado, você deve praticar.
  • Assim como em tudo na vida, quanto mais você praticar enquanto estiver calma, melhor será a sua eficácia quando não estiver tão calma assim.
Criança chorando em público.

Sobre as dicas para evitar que o seu filho grite em público

Já vimos os quatro truques que você pode aplicar para que o seu filho não grite em público e também não grite em casa. Isso serve para todos os contextos nos quais esse tipo de comportamento possa ocorrer. Nessas situações, o principal é ter paciência e pensar que as birras, o choro e os gritos fazem parte do processo normal de desenvolvimento das emoções das crianças.

É preciso ter tolerância e compreensão, pois não podemos esperar que as crianças aprendam de uma única vez. O trabalho dos pais é ser claros e gentis com os filhos e consigo mesmos.

Pode interessar a você...
Cinco maravilhosas técnicas para acalmar as birras
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Cinco maravilhosas técnicas para acalmar as birras

Os pais devem aprender a acalmar as birras. Não é uma tarefa fácil, mas felizmente é apenas mais uma fase no desenvolvimento de nossos filhos.



  • Wild, R. (2011). Libertad y límites. Amor y respeto: Lo que los niños necesitan de nosotros. Herder Editorial.
  • Bourcier, S. (2012). La agresividad en niños de 0 a 6 años:¿ energía vital o desórdenes de comportamiento? (Vol. 68). Narcea Ediciones.
  • Shapiro, L. E. (2002). La salud emocional de los niños (Vol. 16). Edaf.