Você sabe o que acontece no cérebro da criança quando brinca?

· 22 de novembro de 2018
Se você tivesse a oportunidade de ver o que acontece dentro da cabecinha do bebê sempre que ele brinca, veria a quantidade de atividade gerada em seu cérebro.

Embora muitos pais não acreditem, brincar (sim, simplesmente brincar) é uma atividade muito complexa que libera hormônios no cérebro da criança.

Toda vez que seu filho brinca, ocorre uma festa química que enche seu cérebro de endorfinas e encefalinas. Estas substâncias são neurotransmissores responsáveis pela redução da tensão neural.

Com isso, a criança sente calma e felicidade. Além disso, seus melhores momentos de criatividade acontecem nos momentos de brincadeira.

Veja por este ângulo: a melhor atividade, tarefa, diversão e aprendizagem que uma criança pode ter em sua vida é a brincadeira.

Esta atividade traz uma grande quantidade de benefícios físicos, mentais e sociais para os pequenos. E isso ocorre porque brincar ativa a química cerebral.

Consequentemente, é uma atividade que gera uma série de hormônios que trabalham nos cérebro da criança.

Quando seu filho utiliza seu cérebro, ele é inundado por uma substância chamada serotonina, que é responsável por equilibrar e regular o humor das pessoas.

Portanto, basicamente, brincar reduz o estresse das crianças e as deixam de bom humor. Essa atividade também libera no cérebro delas a acetilcolina, uma substância que favorece a concentração, a memória e a aprendizagem.

Ao mesmo tempo, a dopamina faz com que a criança se sinta motivada para fazer atividade física, o que faz com que os músculos reajam diante a brincadeira.

Além disso, esse hormônio também participa da estimulação da imaginação, da criação de imagens e de seres fantásticos.

cérebro da criança

O cérebro da criança aprende brincando

Quando uma criança brinca, seu cérebro aprende a resolver conflitos e também desenvolve os mecanismos necessários para o processo de socialização. Normalmente, basta que duas crianças se olhem e sorriam uma para a outra para que comecem a brincar.

A brincadeira, sem dúvida, estimula a criatividade das crianças. Isso ocorre porque, com essa atividade, elas estão recriando e organizando o que aprenderam.

Além disso, também as ajuda a resolver conflitos e as ensina a criar normas e respeitá-las. Principalmente quando se trata de brincadeiras em grupo.

Basta observar que muitas crianças aprendem outros idiomas por meio de músicas. Isto demonstra que é através do que chamamos “brincar” que uma criança aprende e se desenvolve da melhor maneira.

Está mais do que comprovado que o cérebro aprende mais facilmente quando uma atividade é divertida.

Por isso, é tão frequente que as crianças aprendam outro idioma ou, inclusive, aprendam a organizar seu quarto através de brincadeiras e músicas.

Ademais, de acordo com a Associação Espanhola de Pediatria, brincar estimula a aprendizagem, a curiosidade e a criatividade em crianças, além de ajudá-las a desenvolver habilidades psicomotoras.

Dessa forma, quando uma criança brinca, ela se beneficia dos progressos físicos, emocionais e intelectuais. E é por esse motivo que os pediatras recomendam ensinar algumas coisas às crianças como se fosse uma brincadeira, e não uma obrigação.

cérebro da criança

Quando a criança brinca, ela se sente melhor

Brincar é considerado o assunto mais completo para as crianças. Principalmente porque as liberta da pressão dos estudos e do estresse dos deveres de casa.

Talvez seja por isso que a escritora Rosa Jove, em seu livro “Ni rabietas, ni conflictos” (“Nem birras, nem conflitos” em tradução livre), aconselha que se os pais desejam criar seus filhos de uma maneira respeitosa, devem deixá-los brincar.

Ela também tenta nos mostrar que as crianças, assim como os adultos, sentem estresse. Inclusive, considera que deixá-las brincar pode melhorar o relacionamento em casa, resultando no bem-estar geral.

A autora explica aos pais de crianças de 6 anos em diante que, geralmente, elas não passam muitas horas brincando livremente

Por isso, é bom que os pais de hoje em dia respeitem o tempo de lazer de seus filhos e não os submetam a tantas atividades estressantes.

Nunca se esqueça de que a brincadeira, tanto para crianças quanto para os adultos, é o melhor veículo e aprendizagem.

Ademais, ajuda as crianças principalmente a estabelecer laços sociais, potencializando e desenvolvendo o universo interior delas.

Você deve estar se perguntando, o que acontece no cérebro da criança quando ela brinca? Mágica! Sim, simples assim.

Brincar com bonecas, com bolas, se escondendo ou usando a imaginação ajuda a criança a aprender, se divertir, relaxar, sonhar, imaginar e resolver problemas. Por isso é tão importante deixá-las brincar!