O que fazer se o meu bebê estiver se arranhando?

21 Agosto, 2020
Essa é uma preocupação muito comum entre as mães de bebês recém-nascidos. Apesar de superficiais, muitas vezes as lesões podem infeccionar e isso deixa as mães preocupadas. Como podemos agir diante desse problema?

Uma das perguntas mais comuns no consultório do pediatra tem a ver com os arranhões, principalmente no rosto. Perguntas como ‘O que fazer se o meu bebê estiver se arranhando?’ são feitas todos os dias. Neste artigo, vamos mostrar como você pode agir quanto a isso.

Meu bebê está se arranhando: isso é normal?

Não se preocupe, esse comportamento não é ruim ou grave. As unhas de um bebê – principalmente um recém-nascido – são muito finas e afiadas, por isso é normal que ele acabe arranhando o próprio rosto enquanto está dormindo ou ao fazer algum movimento.

Se acrescentarmos a isso o fato de que a pele dos pequenos é muito sensível e delicada, é compreensível que isso deixe marcas mais profundas do que seria de se esperar em um simples ‘acidente’.

Uma das muitas preocupações das mães de bebês com poucas semanas de vida tem a ver com as sequelas ou consequências de tais arranhões. Mais precisamente, elas querem saber se os arranhões podem deixar cicatrizes.

Embora pareçam grandes e demorem a se cicatrizar, tenha certeza de que essas marcas são superficiais e que, uma vez que estejam curadas, não serão mais visíveis.

O que fazer se o meu bebê estiver se arranhando?

Apesar de não ser motivo de preocupação ou algo assim, você certamente quer impedir que o seu bebê arranhe o próprio rosto enquanto dorme. Alguns pais optam por usar luvas de lã ou de algodão. Outra opção é comprar roupas que já incluam uma extensão nas mangas.

No entanto, a desvantagem dessas alternativas é que, primeiramente, elas são desconfortáveis para a criança. Em segundo lugar, elas servem apenas para o invernoSe estiver calor, além de incomodar o bebê, isso pode gerar transpiração e até mesmo micoses devido à falta de circulação de ar na pele das mãos.

meu bebê está se arranhando

Por outro lado, outro recurso para crianças menores de dois meses seria envolvê-las em um cobertor fino enquanto dormem, como se estivessem dando um ‘autoabraço’. No entanto, isso também não é algo muito confortável e pode até mesmo ser perigoso para a saúde.   

Pense no seguinte: você não gostaria de ser ‘amarrado’ ou que colocassem luvas em você quando, na verdade, você quer se mover livremente. Portanto, não faça o mesmo com o seu bebê, pelo menos em certos momentos nos quais as mãos são vitais, como, por exemplo, enquanto ele estiver em contato com o seu peito durante a amamentação.

Também existem mães que cortam as unhas dos bebês para que eles não se arranhemSe você fizer isso, é muito importante contar com a supervisão de um especialista – como o pediatra, por exemplo. Lembre-se de que um corte incorreto pode deixar as unhas ainda mais afiadas e, assim, causar uma infecção ou até mesmo uma ferida.

Nas lojas, é possível encontrar tesouras especiais para cortar as unhas do bebê. Elas têm o que é chamado de ponta romba – sem ponta – mas ainda exigem uma certa técnica no manuseio para evitar problemas. Se você não tiver coragem para isso, sempre poderá passar uma lixa suave sobre as unhas do bebê, evitando, assim, as pontas afiadas, que são as responsáveis pelos arranhões.

“As unhas do bebê são muito finas e afiadas, por isso é normal que ele acabe arranhando o próprio rosto enquanto está dormindo ou ao fazer algum movimento”.

Lesões por arranhões: como cuidar dos ferimentos?

Primeiramente, se o bebê se arranha com bastante frequência, por mais que você corte ou lixe suas unhas, você terá que lavar muito bem as mãos e o rosto dele com água morna e sabonete neutro – sem perfume.

Dessa forma, evitamos que os cortes fiquem infeccionados devido a algum microrganismo alojado nas unhas. Além disso, assim também hidratamos a pele para que os arranhões não sejam tão graves e se cicatrizem mais rapidamente.

No entanto, por mais que tenhamos cuidado e protejamos nossos filhos, eles sempre podem se machucar e se arranhar. Se, por qualquer motivo, o ferimento ficar infeccionado, devemos agir o mais rápido possível. A seguir, algumas dicas para esses casos:

1. Lavar com água e sabonete neutro

Os bebês recém-nascidos são muito delicados. Qualquer perfume ou fragrância é prejudicial para sua saúde. Para lavar e desinfetar um ferimento, o ideal é sempre usar sabonetes neutros e água morna.

meu bebê está se arranhando

2. Reduzir o sangramento

Às vezes, os arranhões são tão profundos que causam sangramentos. Não fique nervosa, nem se preocupe. Limpe a área e aplique uma gaze para parar o sangramento. Tenha em mente que existem algumas áreas do rosto mais propensas a sangrar, mas que, de qualquer maneira, isso não é algo sério.

Desde que o pediatra considere necessário e se o arranhão tiver sido ‘considerável’, então você poderá colocar um pequeno curativo. Os materiais devem ser hipoalergênicos e não devem ser deixados na pele por muitas horas. É melhor que o ferimento ‘respire’ e cicatrize sozinho. Por fim, não é necessário passar nenhuma pomada ou algo do tipo.