Recreio, um momento necessário para todas as crianças

O recreio é o espaço de tempo necessário no qual os alunos relaxam, se divertem e se relacionam com seus amigos, fortalecendo os relacionamentos interpessoais e os valores universais.
Recreio, um momento necessário para todas as crianças

Última atualização: 07 Janeiro, 2019

Um dos momentos mais esperados por todos os alunos nas escolas é o recreio. Isso porque é o momento em que as crianças relaxam, brincam, conversam, correm e se divertem com seus amigos. Na maioria das escolas, o recreio dura em média 20 minutos e acontece na metade da jornada escolar.

Na escola, é nesse curto período de tempo do dia que as crianças podem desenvolver as habilidades motoras, as relações pessoais, além de poder colocar em prática valores universais como a amizade, o respeito e o companheirismo.

Benefícios do recreio escolar

  • As crianças podem interagir sem a supervisão de seus professores, pelo menos não diretamente. Isso as ajuda a se sentirem livres para decidir o que fazer e com quem. Portanto, incentiva a tomada de decisões.
  • O companheirismo entre colegas de classe é reforçado.
  • Promove a habilidade de negociação por meio de jogos, trabalhos em equipe e, consequentemente, a criança aprende a ganhar e perder.
  • Com a convivência, elas aprendem normas sociais que, por sua vez, ajudam a ter melhores relações.
  • Brincar sozinho ou com seus colegas é geralmente muito vantajoso, uma vez que usam a imaginação para desempenhar papéis ou inventar jogos.
  • As crianças desenvolvem a inteligência e a capacidade de raciocínio.

Esse momento é perfeito para as crianças recarregarem as energias, esvaziarem as mentes, interagirem com outras crianças, se divertirem, e então, continuarem com sua jornada educativa.

O recreio é o momento indicado para reforçar alguns hábitos como a higiene e a hidratação. Além do mais, essa atividade escolar favorece o desenvolvimento de atividades motoras e físicas em grupos, pois elas aprendem a trabalhar em equipes com disciplina e tolerância, ao mesmo tempo em que melhoram a condição física.

Sem perceber, as crianças diminuem o nível de estresse por meio das brincadeiras e da espontaneidade na interação com os colegas. Do lado cognitivo, o recreio incentiva as crianças a explorarem e a formularem as suas próprias resoluções de problemas. Dessa forma, elas desenvolvem a criatividade e o desempenho a nível intelectual.

O recreio é o momento para tomar um lanche, brincar, conversar, se divertir e compartilhar com outros colegas de classe. É um momento essencial para o desenvolvimento social das crianças.

A brincadeira e sua importância no recreio

O pátio é o lugar certo para desenvolver uma série de brincadeiras e jogos educativos e esportivos que entretêm os pequenos. Muitos pedagogos afirmam que a brincadeira é uma parte fundamental e necessária para o bom desenvolvimento da criança.

Por meio da brincadeira, as crianças podem desenvolver os sentidos, a coordenação de movimentos, o equilíbrio, conhecer o espaço que as cerca e aprender a se relacionar com o ambiente.

A coisa mais importante da brincadeira durante o recreio é que estimula a capacidade de investigar por meio da imaginação. As crianças inventam novas atividades recreativas com as suas respectivas regras e personagens e, depois, representam todos esses papeis. Portanto, é uma atividade tanto física como mental.

O recreio dirigido

Os professores podem participar do recreio com os seus alunos por meio de brincadeiras educativas, tais como adivinhação, músicas ou rodas. Além disso, é muito divertido ver os educadores correndo ou brincando com bolas com os seus alunos.

A recreação guiada reforça o vínculo já existente entre professor e aluno e promove um ambiente mais agradável e de confiança.

As brincadeiras mais apropriadas no recreio com os professores são os circuitos. O circuito consiste em uma série de atividades sucessivas muito divertidas e variadas. Esse tipo de atividade desafia as habilidades dos pequenos de uma forma muito dinâmica e descontraída.

Recreio, um tempo necessário para as crianças.

O pátio pode ser dividido por áreas para que cada criança possa se divertir onde quiser. Esses espaços podem ser os seguintes:

  • Área para pular corda sozinho ou em grupo: atividade que se destaca muito na coordenação e no trabalho em equipe.
  • Áreas de bola: aqui os alunos podem praticar diferentes atividades envolvendo bolas.
  • Área de dança: a dança também é considerada uma boa atividade para fazer no recreio. Promove a imaginação, a coordenação de movimentos, o companheirismo e o respeito.
  • Área de histórias ou fantoches: nesse espaço, as crianças se divertem através da imaginação ou da leitura.
  • Área de desenho: os alunos praticam as habilidades de desenhar e pintar. Depois, é possível fazer exposições com os trabalhos deles.

Em suma, todas as atividades que acontecem no momento do recreio são bem-vindas, sejam esportivas, recreativas ou culturais. Afinal, esse é o momento em que as crianças se sentem com liberdade para desfrutar plenamente e se divertir ao máximo em seu ambiente.

Pode interessar a você...
Alternativas ao sanduíche no recreio da escola
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Alternativas ao sanduíche no recreio da escola

Geralmente, não encontramos vegetais, cereais nem frutas nas lancheiras. Você quer conhecer algumas alternativas ao sanduíche?



  • Giménez, J., & Gras, P. (2015). El recreo ¿sólo para jugar? Revista Digital de Educación Física.
  • Bernat, O., y Fundamento, M. (2016). El recreo como espacio educativo y de aprendizaje. Publicaciones Didácticas.