Rosácea na gravidez: causas, sintomas e tratamento

A rosácea é uma das patologias cutâneas mais frequentes na consulta médica. Então contamos tudo sobre sua aparência na gravidez.
Rosácea na gravidez: causas, sintomas e tratamento

Última atualização: 21 julho, 2022

Embora a rosácea não seja uma das manifestações mais comuns da pele durante a gravidez, ela ocorre em algumas ocasiões. Por esse motivo, também é aconselhável manter rotinas de cuidados com a pele durante esse período. De fato, qualquer patologia da pele pode piorar ou aparecer pela primeira vez durante o período de gestação.

O que é a rosácea e o que a causa?

A rosácea é uma patologia inflamatória crônica usual que se apresenta com diferentes lesões na superfície da pele da face. Embora geralmente se limite à pele, também há manifestações oculares da doença.

A rosácea que se desenvolve na gravidez é uma condição momentânea que tende a desaparecer após o nascimento do bebê, quando os hormônios começam a estabilizar seus níveis.

A causa exata do desenvolvimento da rosácea durante a gravidez não é conhecida. No entanto, sendo uma condição temporária da gravidez, está fortemente associada às alterações hormonais dessa fase.

Mesmo entre os microrganismos, os ácaros demodex parecem estar envolvidos no desenvolvimento da rosácea, pois são encontrados em maior número na pele afetada, segundo estudos do New England Journal of Medicine.

cuidados com a pele pele rosto gravidez pele oleosa rotina higiene saúde prevenção
Os cuidados faciais durante a gravidez são fundamentais, devido à série de alterações típicas da gravidez que predispõem a determinadas patologias dermatológicas.


Você pode se interessar: 10 doenças de pele durante a gravidez


[/atomik-read -too ]

Manifestações clínicas da rosácea na gravidez

Apresenta-se com eritema, telangiectasias, vermelhidão recorrente, pápulas ou pústulas no nariz, bochechas, queixo e testa. Em outras palavras, as manifestações da rosácea na gravidez geralmente são indistinguíveis das manifestações que surgem em outros momentos da vida.

Os sintomas da rosácea vêm e vão, como surtos e remissões, acompanhados de rubor facial persistente ou transitório. A parte central do rosto é a área mais afetada com coceira, ardor e pequenos vasos sanguíneos visíveis, chamados telangiectasias.

Embora algumas lesões da rosácea, como as pápulas e as pústulas, possam se assemelhar à acne, cravos geralmente não são vistos na rosácea.

A patologia é classificada em 4 subtipos de acordo com as manifestações clínicas que ocorrem: eritematotelangiectásica, papulopustulosa, fimatosa e ocular. Vamos ver cada caso.

Rosácea eritematotelangiectásica

A rosácea eritematotelangiectásica é caracterizada por vermelhidão e rubor persistentes na região central da face. Pode até apresentar vasos sanguíneos visíveis e lesões típicas da rosácea papulopustular. Esse tipo de pele costuma ser muito sensível, com sensação de coceira e queimação.

Rosácea papulopustular

As lesões características deste subtipo, pápulas e/ou pústulas, podem ocorrer em conjunto com eritema facial transitório ou persistente. Esta variante é muitas vezes confundida com imagens de acne localizadas no rosto. Embora não haja cura definitiva para a rosácea, a doença pode ser controlada com o tratamento adequado.

Rosácea fimatosa (rinofima)

A rosácea fimatosa não é uma das manifestações mais comuns em mulheres grávidas. É caracterizada por espessamento acentuado da pele e nódulos irregulares na superfície da pele do nariz. Por sua vez, há evidências de aumento do volume das glândulas sebáceas e fibrose.

Rosácea ocular

A rosácea ocular varia de sensação de corpo estranho, irritação leve, visão turva e ressecamento até ceratite inflamatória e distúrbios graves da superfície ocular. A ameaça da patologia à visão é rara. As manifestações oculares desta patologia podem surgir antes das cutâneas.

Opções terapêuticas para rosácea na gravidez

A rosácea é baseada em um diagnóstico clínico e geralmente não requer biópsia. Então, o primeiro passo terapêutico é orientar a gestante a identificar e evitar os desencadeantes.

Tratamentos tópicos

Cremes tópicos contêm antibióticos para reduzir o risco de infecção. Eles podem até conter ingredientes ativos com efeito calmante e anti-inflamatório.

Quando a rosácea ocorre durante a gravidez, o ideal é ir ao dermatologista para iniciar o tratamento adequado e evitar medicamentos orais. Este último conselho é muito importante, pois alguns medicamentos não são apropriados durante a lactação ou gravidez. De fato, corticosteroides sistêmicos podem ser necessários, mas têm o potencial de causar retardo de crescimento intrauterino, hipertensão ou diabetes gestacional.

Uso de aparelhos

O obstetra deve ser consultado antes de iniciar qualquer um dos seguintes tratamentos dermatológicos:

O exercício é uma das dicas mais importantes para as mulheres grávidas no verão.
A meditação e o ioga contribuem para o manejo terapêutico da rosácea na gravidez. E, além disso, oferecem mais alguns benefícios para o corpo da futura mamãe.

Terapias naturais

Um dos gatilhos para crises de rosácea podem ser episódios de estresse. Por isso, recomenda-se a prática de atividades que proporcionem calma e relaxamento à gestante. Meditação, massagem e ioga pré-natal são muito eficazes para ajudar a aliviar as manifestações clínicas da patologia.

Rosácea e cuidados com a pele como prevenção

O ideal é manter uma rotina de cuidados com a pele correta, com o uso de um limpador suave com pH equilibrado para peles delicadas e sensíveis. Além disso, a rosácea não é uma condição com risco de vida e seu prognóstico geral é bom. No entanto, pode levar à ansiedade e depressão.

Pode interessar a você...
Pele oleosa durante a gravidez: conselhos e cuidados
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Pele oleosa durante a gravidez: conselhos e cuidados

A pele oleosa durante a gravidez é uma das preocupações das mulheres. Em seguida, confira quais cuidados tomar para evitar essa situação.



  • Bechstein SK, Ochsendorf F. Akne und Rosazea in der Schwangerschaft [Acne and rosacea in pregnancy]. Hautarzt. 2017 Feb;68(2):111-119. German. doi: 10.1007/s00105-016-3918-8. PMID: 28070633.
  • Gomolin T, Cline A, Pereira F. Treatment of rosacea during pregnancy. Dermatol Online J. 2021 Jul 15;27(7). doi: 10.5070/D327754360. PMID: 34391325.
  • van Zuuren EJ. Rosacea. N Engl J Med. 2017 Nov 2;377(18):1754-1764. doi: 10.1056/NEJMcp1506630. PMID: 29091565.