5 truques para aliviar a coceira durante a gravidez

· 6 de agosto de 2017

A vida de uma mulher durante a gravidez muda completamente. Os seus hormônios, o corpo, e até mesmo a sua mente pode ficar totalmente diferente. Ela começará a sentir algumas mudanças bruscas, especialmente na pele. Esse é o caso da coceira durante a gravidez. Uma situação muitas vezes desconfortável que não sabemos como tratá-la, e às vezes podem até deixar marcas permanentes em nosso corpo. Superar sem grandes traumas é parte da realidade durante a maior parte da gestação.

O nome científico é colestase intra-hepática da gravidez (CID), também conhecida como colestase obstétrica


Geralmente as futuras mamães se preocupam em pesquisar e lidar com informações que lhes permitirão tomar devidas medidas quando o momento das mudanças chegar. Algumas dessas mudanças podem ser superficiais, outras podem deixar marcas significativas, se medidas necessárias não forem tomadas.

A coceira durante a gravidez!

Durante a gravidez é possível que você tenha coceira em todo o corpo, principalmente em áreas como os seios, abdômen e quadris. Isso também é conhecido como “prurido”, e acontece quando o o abdômen estica abrindo espaço para o bebê que está crescendo.

Hormônios como o estrogênio chegam a níveis tão elevados que se torna um dos fatores responsáveis pelo terrível comichão

Quão comum pode ser sentir esse desconforto?

Este é um sintoma muito comum que afeta cerca de 40% das mulheres grávidas. Geralmente isso ocorre no segundo ou terceiro trimestre da gravidez quando a pele se estende mais. Costuma ser um incômodo bastante comum ao longo deste maravilhoso processo em que você leva uma criatura pequena e frágil em sua barriga.

Por que isso acontece?

coceira durante a gravidez

É preciso lembrar que as mudanças imunológicas, endócrinas, e metabólicas são importantes durante a gravidez, e a textura ou aparência da pele não escapa. É por isso que a coceira aparece, e com isso também o ressecamento da pele, as comichões e aparência escamosa da epiderme.

Outro sintoma que pode aparecer é o avermelhamento e coceira das palmas das mãos ou dos pés. Isto se deve ao aumento de estrogênio, e quase sempre desaparece após o parto.

Você não deve se alarmar porque apesar de ser irritante a coceira é perfeitamente normal

Existem também outros tipos de erupções cutâneas que podem aparecer nesse período. Um exemplo disso é uma espécie vermelhidão ou manchas no abdômen muito maiores do que comichões normais. Elas são chamativas e grandes, e parecem urticárias. Elas são chamadas de pápulas, placas pruriginosas, ou urticariformes da gravidez.

Truques para aliviar a coceira durante a gravidez

Uma vez que temos claros os aspectos básicos sobre o que significam os tipos de coceira, apresentaremos a seguir 5 truques para aliviar este desconforto.

  1. Tome banhos frios, utilize sabonetes suaves, antialérgicos, e que contenham glicerina, amêndoas, aveia ou aloé vera.
  2. Use cremes hidratantes de preferência com ingredientes naturais ou faça os seus próprios cremes à base de mel e camomila. Ou ainda aplique óleos naturais tais como óleo de coco, de amêndoa ou de lavanda (este é conhecido pela sua alta propriedade de embelezar a pele).
  3. Beba muita água. Se você fizer exercícios suaves como caminhar, faça em horários mais frescos. Isso fará com que a sua circulação trabalhe melhor fazendo com que a coceira diminua. Não se esqueça de aplicar protetor solar sempre, para evitar manchas no corpo causadas pelas erupções em contato com o sol.
  4. Use roupas folgadas feitas com fibras naturais como algodão, que sejam de cores claras.
  5. Tome banhos de imersão com água de aveia ou de bicarbonato de sódio, que tem propriedades antipruriginosas.

Outras dicas para diminuir a coceira durante a gravidez

Aqui estão algumas outras dicas que você pode considerar para reforçar a eficácia dos truques acima:

  • Tente evitar banhos quentes pois eles ressecam a pele e agravam a coceira.
  • Utilize detergentes e produtos de limpeza naturais.
  • Se enxague bem com água fresca e use toalhas macias.
  • Tente não sair nas horas mais quentes pois pode agravar a coceira.
  • Contate o seu médico imediatamente se você achar que apresenta colestase pois pode ser um problema muito grave para o seu bebê.
  • Sempre que possível se mantenha em lugares frescos, à sombra, evite o contato com objetos antigos, poeira e ácaros.

As recomendações indicadas lhe ajudarão a enfrentar esse desconforto e lhe permitirão a estar mais relaxada. Dessa forma poderá se preparar melhor para o dia tão especial que é a chegada de um novo membro da família.

Todas as sugestões que propomos aqui devem ir de mãos dadas com orientações e conselhos do seu médico. Assim tentamos lhe acompanhar de forma segura durante a melhor etapa de sua vida, ser mãe.