O que saber sobre a gravidez de trigêmeos

A cegonha vai trazer mais de uma bênção desta vez? Parabéns!! Aqui vamos contar tudo o que você precisa saber sobre as gravidezes múltiplas.
O que saber sobre a gravidez de trigêmeos

Última atualização: 14 junho, 2022

A gravidez é um processo muito emocionante. Milhares de sentimentos vêm à tona, entre eles a ilusão e o medo. Este último aumenta quando descobrimos que não estamos esperando apenas um filho, mas dois ou mais. No entanto, estamos cientes de que uma gravidez de trigêmeos ou gêmeos não é isenta de riscos.

Um processo de gestação caracterizado pela presença de vários embriões não precisa ser preocupante. É verdade que no começo pode ser chocante, mas passado o choque inicial, a alegria de ter vários bebês correndo pela casa é indescritível.

Infelizmente, o risco de complicações durante a gravidez e o parto aumenta, principalmente se houver mais de dois bebês. É importante ir ao médico regularmente, pois uma gravidez de trigêmeos pode causar alguns problemas.

Quais riscos existem na gravidez de trigêmeos?

O trabalho de parto prematuro é muito provável. Náuseas e desconforto são mais fortes do que em uma gravidez normal e também há um alto risco de aborto espontâneo. É possível que uma cesariana precise ser realizada e o processo possa ser mais doloroso do que o normal.

Uma gravidez de trigêmeos traz maiores riscos.

Por sua vez, a gestante apresenta maior risco de sofrer de diabetes gestacional ou pré-gestacional. A anemia é comum e é bastante normal que o repouso completo seja recomendado durante o terceiro trimestre. Na gravidez de trigêmeos, o médico geralmente prescreve corticosteroides para acelerar o desenvolvimento dos pulmões dos bebês, além de outros medicamentos associados.

O processo dura em média 34 semanas, e os exames médicos costumam ser mais comuns do que o normal. A saúde da mãe deve ser mantida intacta. A gravidez de trigêmeos é considerada de alto risco, portanto, tanto a mãe quanto os bebês podem ser afetados negativamente.

“Quando você é mãe, nunca está realmente sozinha em seus pensamentos. Uma mãe sempre tem que pensar duas vezes, uma vez para si mesma e outra para seus filhos”

-Sophia Loren-

Existe algum fator que predispõe a uma gravidez de trigêmeos?

Aqui a genética desempenha um papel importante. Se casos semelhantes ocorreram na família do pai ou da mãe, é provável que isso possa acontecer novamente. A parte positiva é que você pode recorrer aos conselhos de pessoas que já passaram por isso. Não é muito comum vivenciar uma gravidez múltipla, então mães que já passaram por isso vão entender você melhor do que aquelas que tiveram uma gravidez normal.

No entanto, existem alguns estudos que vinculam a gravidez de trigêmeos a fatores não genéticos. Alguns são internos, como a idade, mas outros são externos, como o uso de certos anticoncepcionais.

Uso da pílula anticoncepcional

Existem inúmeros casos de mulheres que afirmam ter tido uma gravidez com trigêmeos ou gêmeos após parar de tomar a pílula. Não se sabe exatamente por que isso acontece, pois não há estudos suficientes. O certo é que qualquer tratamento hormonal pode alterar nosso próprio corpo de maneiras inimagináveis.

A gravidez de trigêmeos nem sempre responde a problemas genéticos.

Tratamentos de fertilidade

As mulheres que se submeteram a tratamentos de fertilidade estão em maior risco de gravidez múltipla. A fertilização in vitro ou a inseminação artificial são alternativas muitas vezes surpreendentes pelo seu (excessivo) bom desempenho.

Idade da mãe

Se a gravidez ocorrer após os 35 anos, a chance de ovulação dupla é maior. Também aumenta o risco de problemas durante a gravidez, especialmente se você decidir se tornar mãe após os 40 anos.

Múltiplas gestações anteriores

Se a mulher já foi mãe várias vezes, aumenta a possibilidade de ter uma gravidez de trigêmeos. Isso não vai ocorrer em todos os casos, é claro, mas é um fator a ser levado em consideração.

A raça

Há mais chances de ter uma gravidez de trigêmeos dependendo da raça a que pertencemos. As mulheres negras estão em primeiro lugar, seguidas pelas mulheres brancas. Em seguida, estão as hispânicas e, por fim, as asiáticas, cuja porcentagem de gravidez de trigêmeos é ínfima em relação às primeiras.

Seja como for, trazer uma criança ao mundo é uma bênção. Mesmo que estejamos com medo, é muito importante manter a calma e tentar relaxar. Nesse tipo de gravidez, devemos cuidar de nós mesmas mais do que nunca.

Pode interessar a você...
Grávida de trigêmeos naturalmente: como aconteceu?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Grávida de trigêmeos naturalmente: como aconteceu?

O momento em que sabemos que seremos mães é um dos mais especiais. Mas saber que são trigêmeos é sem dúvida alguma uma surpresa ainda maior.