Segredos de Harvard para criar um bom filho

· 22 de novembro de 2018
Como pais, às vezes precisamos de conselhos adicionais para lidar com nossos filhos. A paternidade é algo maravilhoso, mas também uma fonte inesgotável de estresse, problemas e dúvidas.

Criar uma criança é sempre difícil e na maioria das vezes não sabemos se estamos agindo corretamente. Felizmente, existem inúmeros livros, pessoas e instituições que podem nos ajudar.

Uma delas é a prestigiada Universidade de Harvard, que tem alguns dos melhores acadêmicos do mundo.

Vários deles compartilham uma série de conselhos úteis para tentar ajudar os pais a enfrentar os medos e as ansiedades.

Como criar um bom filho de acordo com especialistas

Os três principais pilares de uma boa educação são resumidos em: responsabilidade, respeito e empatia. Criar crianças emocionalmente saudáveis é complicado, mas não impossível.

Em primeiro lugar, elas precisam se sentir amadas e respeitadas por seus próprios pais para que possam copiar esse comportamento e exteriorizá-lo com os outros.

Ensine-as a serem pessoas gratas

Ser grato é uma boa maneira de aprender a valorizar os outros. Isso torna as crianças conscientes do quanto são sortudas por terem pessoas que as amam e se preocupam com elas.

Ensine-as a agradecer por coisas simples como o café da manhã de cada dia preparado pelos pais. Agradecer é um conceito universal que melhora a comunicação e cria um bom ambiente.

Além disso, segundo diversos estudos, crianças agradecidas são mais saudáveis do que aquelas que não são.

Valores familiares: respeito e compreensão

Uma criança deve saber claramente os valores que são transmitidos em casa. Estes repercutirão em suas decisões futuras e em outros ambientes diferentes, como na escola ou com os amigos.

As prioridades vitais são muito importantes. Dessa forma, as crianças devem saber que, antes de tudo, devem respeitar os outros e tratá-los com educação.

É importante que saibam se defender diante de uma situação injusta, mas também que saibam como perdoar.

criar um bom

Passe todo o tempo que puder com elas

Hoje em dia, os pais quase não têm tempo para criar seus filhos, pois o trabalho ocupa muitas horas. Dessa forma, quando chegam em casa após o trabalho, tudo o que querem é relaxar, não brincar.

Entretanto, tente separar um tempo para as crianças porque é algo fundamental na educação delas. Reserve um dia na semana para elas, incentive-as a confiar em você e demonstre que você se importa.

Uma criança sempre vai preferir o carinho de seus pais do que brinquedos que comprem seu amor.

Ensine-as a serem compassivas

Um dos traços das pessoas boas é a compaixão. Portanto, ensine as crianças a enxergarem além do ódio e do rancor. Não são somente os outros que cometem erros, nós também.

Além disso, elas devem aprender a proteger os mais frágeis e não serem submissas diante das injustiças.

Uma boa criança é compassiva, mas não deixa que a tratem mal, nem as pessoas de quem gosta. Todos nós temos o mesmo valor e ninguém merece sofrer deboche ou humilhação.

criar um bom

As crianças são o recurso mais importante do mundo e a melhor esperança para o futuro.

-John Fitzgerald Kennedy-

Ensine-as a assumir a responsabilidade por seus atos

Ensine seus filhos a serem responsáveis. Todas as decisões que tomarem, tanto boas quanto ruins, serão deles.

Portanto, eles devem estar cientes do impacto que suas ações podem ter. Às vezes, cometerão erros e deverão assumir as consequências de seus atos.

Incentive-os a serem pessoas corajosas e a expressar suas opiniões sem medo, mas sempre com respeito. Converse com eles sobre a importância da moralidade, da ética e da dignidade. No futuro, irão te agradecer.

Mostre-as como controlar as emoções de forma saudável

É bom expressar as emoções e os sentimentos e as crianças devem saber disso. Muitos pais consideram isso um símbolo de fraqueza, mas não é verdade.

As crianças devem ser encorajadas a serem elas mesmas e a exteriorizar como se sentem. Ao longo de suas vidas, elas vão passar por várias mudanças, algumas delas ruins.

Não podemos protegê-las contra certas situações. Mas podemos ensiná-las a se levantar e a seguir em frente.

Aprender a lidar com as emoções negativas é um processo difícil, mas as crianças poderão enfrentar isso com a ajuda de bons pais.