Ser mãe jovem: vantagens e conselhos

· 17 de janeiro de 2018
Ser mãe tem inúmeras vantagens e desvantagens. A maternidade é sempre um desafio, e mais ainda quando se trata de uma mãe jovem. No entanto, da mesma forma traz recompensas de valor inestimável.

Toda mulher se questiona em algum momento sobre a possibilidade de ter filhos. Mesmo que a idade para tê-los varie, hoje em dia é cada vez mais difícil encontrar mães jovens. Embora não faça muito tempo que ser mãe jovem era regra, hoje em dia isso é uma exceção.

Na sociedade contemporânea o papel da mulher mudou radicalmente. Antes, a vida da mulher girava ao redor do cuidado da casa, do marido e dos filhos. A mulher atual, pelo contrário, precisa tentar conciliar sua vida profissional com a familiar e social.

As vantagens de ser mãe jovem

Tanto se a maternidade foi planejada quanto se chegou de surpresa, diante da jovem gestante se abre um universo de dúvidas. Com certeza, isso acontece também com a chegada de qualquer filho: é natural se preocupar com as responsabilidades que se aproximam.

Sendo uma mãe jovem, a inexperiência gera ainda mais insegurança. No entanto, a maternidade na juventude pode apresentar algumas vantagens:

  • Ter mais tempo e energia. Ter um filho significa dormir pouco e levar um ritmo de vida compatível com seu excesso de energia.
  • Maior capacidade para se adaptar às mudanças. Assimilar os desafios da maternidade vai ser mais fácil.
  • Menor risco na gravidez. A idade ideal para a mulher engravidar está estimada em vinte/vinte e cinco anos. A partir dessa idade, aumentam as dificuldades no parto e na gestação.
grávida ouvindo música

O que uma mãe jovem pode esperar?

Apesar da felicidade que a nova vida traz consigo, toda gravidez acarreta no enfrentamento de uma série de dificuldades e desafios. Entretanto, no caso de uma mãe jovem, encarar essa nova realidade pode acabar sendo bem difícil.

Dependendo da fase que a mãe jovem estiver atravessando, esses desafios, embora parecidos, vão ser diferentes. Para comentá-los, vamos dividir a concepção da “mãe jovem” em dois tipos: as adolescentes e as mulheres com menos de vinte e cinco anos de idade.

Mãe adolescente

“Na maioria dos casos, as gestações de adolescentes são provocadas por acidentes ou pela falta de cuidado nas relações sexuais”

O grande desafio da mãe adolescente vai ser conciliar o cuidado com o filho e os seus estudos. Mesmo que, com certeza, ela possa contar com a ajuda dos familiares e amigos, as responsabilidades da maternidade podem acabar sendo irritantes.

A mãe vai ter que renunciar à despreocupada liberdade da adolescência. É provável que sua vida social se veja reduzida, já que seu tempo vai ser dividido entre o bebê e os livros. Acabaram as festas, e dormir vai ficar em segundo plano. Ao invés de ir conhecendo o mundo pouco a pouco, vai ter que enfrentá-lo de uma vez só.

Este vai ser a maior mudança em âmbito interno e pessoal que a mãe deverá enfrentar: amadurecer em um período muito curto de tempo. Ela não só vai ter que aprender a administrar sua vida, o desafio de todo adolescente, como também vai ter que se responsabilizar por um novo ser.

Mãe antes dos vinte e cinco anos de idade

Nessa fase vai haver mais casos nos quais a mulher decidiu voluntariamente antecipar a maternidade (se comparado às gestações de adolescentes). Nesses casos, a mãe já vai estar estabilizada e terá aceitado as mudanças que vão acontecer com a chegada do bebê.

No entanto, vai haver também casos de gravidez não planejada. Vai ser nesse momento que a mãe jovem vai perceber que já está mais que na hora de enfrentar mudanças na sua vida. Além de conciliar seus estudos e trabalho com o bebê, ela deverá mudar suas expectativas de vida.

Nessa idade, a maioria das jovens busca conhecer o mundo, vivenciar novas experiências. A chegada de um bebê vai alterar essa visão, limitando as saídas, por exemplo. Embora não faltem aventuras, já que, como dissemos, criar um filho é totalmente um desafio, tão exigente quanto emocionante.

mãe e filho rindo

Conselhos para uma mãe jovem

“Ser mãe traz recompensas de valor inestimável”

Neste artigo expusemos os principais desafios que a mãe jovem vai enfrentar, mas é importante lembrar que toda faca tem dois gumes. A maternidade sempre é um desafio, ainda mais quando acontece cedo. No entanto, da mesma maneira traz recompensas de valor inestimável.

Por isso, não devemos esquecer que o importante agora vai ser o bebê. E ele vai precisar de uma mãe carinhosa, que lhe ensine e lhe oriente pelo mundo. Enfrente essa fase com otimismo e a alegria que o seu filho vai proporcionar a você vai ser enorme. Planejado ou não, um bebê vai mudar toda a sua vida, e junto com ele, você vai poder viver as maiores aventuras nunca antes imaginadas.