Superstições sobre a gravidez

A gravidez e tudo que vem junto com ela: a mamãe, o bebê, o sexo do bebê… está envolta em uma série de superstições que através dos anos têm servido para entreter as famílias. Estas superstições podem ter uma base científica, surgido de experiências populares ou simplesmente apenas sejam mitos que alguém inventou em algum momento, chegaram aos nossos dias como um verdadeiro patrimônio imaterial que tem o direito de ser mencionado.

Fique conosco para conhecer algumas das mais incríveis crenças em relação a gestação.

Os ditados e superstições mais comuns

  • Quem nega algo a uma grávida ganha um terçol.
  • A grávida que está carregando um menino fica mais bonita que a que está carregando uma menina.
  • Comprar o enxoval de bebê no primeiro trimestre de gravidez traz má sorte.
  • O feto que começa a mover-se primeiro na barriga é porque é menino.
  • Tomar infusões de cabaça lhe faz mais fértil e lhe ajuda a engravidar.
  • A relação sexual praticada na concepção do bebê influirá no sexo do bebê. Se o coito é pausado e amoroso nascerá uma menina, se é rápido e ardente será um menino.
  • As manchas do rosto da grávida devem ser lavadas com a primeira urina do seu filho. Dessa maneira desaparecerão por completo.
Superstições sobre a gravidez

  • Se quando você dobrar a pele do queixo da grávida se forma uma bolinha é porque terá um filho; se a elevação faz uma cova no meio será uma menina.
  • Para comprovar o sexo do filho se põe uma colher e uma tesoura em duas cadeiras distintas. Logo se cobrem com um pano e se pede à grávida que se sente em um dos assentos. Se ela se senta onde tem uma tesoura é porque tem uma menina em seu ventre, se se senta onde tem uma faca é porque é um menino. (Em algumas regiões a tesoura é trocada por uma colher).
  • Se a grávida vai à praia durante o primeiro trimestre da gravidez deve entrar de costas na água.
  • Se a barriga da gestante é pontiaguda é porque traz um menino, se é redonda é porque vem uma menina (esta crença em particular tende a ser contrariada em alguns países, invertendo o significado).
  • Se uma mancha no rosto aparece na grávida, ela terá uma filha. Do contrário nascerá um filho.
  • Guardar o cordão umbilical do recém-nascido traz boa sorte.
  • Quando um casal tem uma filha esta se apegará mais a seu pai; se é um filho, ele terá mais afinidade com sua mãe. A partir daí vem a frase: as filhas são do pai e os filhos são da mãe.
  • A acidez na gravidez se deve ao fato de que o bebê vai nascer com muito cabelo.
  • Não é bom anunciar que a mulher está grávida antes de completar 3 meses.
  • O berço deve ser armado quando o bebê está a ponto de nascer. O quarto tampouco deve ser pintado até perto do parto, e por nada no mundo se deve vestir e adornar o berço até que o bebê tenha nascido.
Superstições sobre a gravidez

 

 

  • As grávidas não devem cruzar os pés nem ao sentar-se nem quando estão paradas porque esta posição pode dar um nó no cordão umbilical do filho.
  • Se a grávida pensa muito nas características físicas de seu filho isto influenciará em sua fisionomia. Se por exemplo quer que nasça com os olhos azuis e pensa muito nisso, há uma grande probabilidade que aconteça.
  • É ruim fazer muitas ecografias porque podem prejudicar o feto.
  • Não é bom comprar coisas para o bebê antes de conhecer seu sexo.
  • A mulher que está lactando não deve pendurar seus sutiãs lavados onde uma mulher infértil ou alguém com más intenções possa vê-los; tampouco deve emprestar suas blusas ou permitir que outra mulher toque ou use seus sutiãs porque correrá o risco de que seus peitos se sequem por completo e fique sem leite para seu filho.

Assim como as que temos compilado aqui, há muito mais superstições relacionadas com a gravidez e os bebês. Em Sou Mamãe queremos que você compartilhe conosco as lendas que você conhece e que não estão nesta lista.

Recomendados para você