Ter um irmão é como ter um tesouro

· 29 de maio de 2018
O melhor aliado para as travessuras, aventuras, amores, triunfos e fracassos será sempre um irmão. Independentemente das circunstâncias, o que faz com que essa união seja tão especial?

As crianças sempre querem ter um amigo e aliado para brincar e jogar. Para elas, possuir um irmão é a situação perfeita. Focaremos em analisar como é a união entre os irmãos e porque essa companhia mútua é de suma importância para ambos.

Quando as crianças da casa são filhos únicos, normalmente é permitido a elas uma série de coisas por serem o centro das atenções da família. Isso pode ter suas vantagens, porém se perguntarmos a qualquer criança se ela quer ter um irmão, com certeza sua resposta será afirmativa.

Os vínculos entre irmãos são bastante fortes, independentemente das diferenças de idade. Ocorre que, em determinados momentos de suas vidas, as relações entre eles podem não ser as melhores, mas isso mudará com o tempo e se tornarão os melhores amigos.

Irmãos gêmeos

A relação entre os bebês que compartilharam o espaço no ventre da mãe é uma linha divisória bastante delicada, onde o amor e o ódio estão lado a lado. Apesar de serem fisicamente iguais, suas personalidades serão completamente diferentes.

Entre eles existe um laço muito forte, inclusive mais intenso que o de irmãos que nasceram em datas diferentes. Os gêmeos são os cúmplices mais fiéis entre si. Eles aproveitam plenamente o fato de ter um irmão, já que com ele compartilham suas fantasias e aventuras do dia a dia.

Uma troca de olhares costuma ser o suficiente para saber o que seu irmão gêmeo está pensando. Sentem o apoio e a proteção um do outro, apesar de, inevitavelmente, em certas ocasiões estarem distantes.

A competitividade é uma situação diária, porém o apoio que compartilham para superar as dificuldades é realmente especial. Os gêmeos na verdade sentem que ter um irmão é ter um tesouro.

irmãos e carinho

Ter um irmão com grande diferença de idade

Nesse caso, especificamente, costumamos observar uma distância um pouco maior entre os irmãos em determinados momentos de suas vidas, já que pela diferença de idade os interesses são obviamente diferentes.

Inclusive pode ocorrer que para um dos irmãos o outro seja um incômodo; isso irá depender muito da personalidade de cada um e também do ambiente familiar.

O irmão mais velho será o modelo a seguir pelo menor. Esse sempre o verá como um ídolo que pode fazer coisas que ele, pela idade, não se atreveria nem a sonhar em fazer.

O menor espera que no futuro possa seguir os passos de seu irmão mais velho e que cada coisa que faça seja aplaudida por ele. Para o mais velho, seu irmãozinho é um tesouro que deve ser protegido; com o tempo, assume que ter um irmão implica responsabilidades e que se em determinado momento seus pais não estiverem mais presentes, ele será o responsável pelo bem-estar do menor.

Em certas ocasiões, pode ser que ficar com seu irmão menor seja um tédio; entretanto, se lembrará que certo dia também já foi criança e acompanhará o irmão em algumas aventuras, especialmente para lhe dar proteção, afinal não é tão ruim assim. Uma forte aliança se formará entre eles, de admiração, respeito e instinto protetor.

“Ser filho único pode ter suas vantagens, porém se perguntarmos a qualquer criança se quer ter um irmão, com certeza sua resposta será afirmativa”

Ter um irmão com pouca diferença de idade

Ter um irmão com idade parecida é uma grande vantagem. Os vínculos e a cumplicidade se fortalecem ao compartilhar brincadeiras e passar juntos por determinadas etapas da vida.

Ao frequentarem a mesma escola e ter que enfrentar os obstáculos da vida escolar juntos, é um grande alivio para eles e também para os pais; assim, esses irmãos estarão de olho um no outro.

Com relação à dinâmica do lar e dos pais, também é muito conveniente; o aspecto econômico é o que mais será favorecido, já que determinados artigos podem ser reutilizados pela outra criança.

Inclusive o ideal é que utilizem um só quarto. Dessa maneira, a ordem das coisas e a hora de dormir será mais fácil para os pais, colocando os dois em apenas um espaço.

irmãos abraçados

A energia que se gasta no trato de uma criança é aproveitada para cuidar também da outra, sendo assim menos desgastante para os pais. Por exemplo, na fase das fraldas, ao aprender a utilizar os talheres ou a escovar os dentes, entre outras.

Ao terem idades semelhantes e passarem pelas fases de crescimento quase ao mesmo tempo, sempre algum dos irmãos servirá de exemploUm deles aprenderá algo com mais facilidade e ensinará ao outro ou esse o copiará através da constante observação; olhando como seu irmão faz determinadas coisas, o outro aprenderá o que fazer mais rapidamente.

Definitivamente, ter um irmão sempre representará uma vantagem, apesar, logicamente, das brigas que com certeza surgirão entre eles. Trata-se de um ser que convive conosco, que foi criado no mesmo lar e com quem sempre manteremos um vínculo forte e duradouro.