Transtornos digestivos nos bebês

Os transtornos digestivos podem ser muito incômodos para os bebês, porém podem ser aliviados com o tratamento correto. Ensinaremos alguns conselhos bastante simples para evitá-los.

Os transtornos digestivos nos bebês são mais comuns do que pensamos. De fato, as estatísticas indicam que 50% dos bebês apresentam transtornos digestivos leves em seus primeiros meses de vida, devido à falta de amadurecimento de seu sistema digestivo. Ainda que esse problema possa ser superado sem maiores inconvenientes com mudanças na alimentação ou de forma espontânea, é preciso reconhecê-los para que não afetem seu desenvolvimento.

Os transtornos digestivos nos bebês

Podem ser vários os transtornos digestivos nos bebês e geralmente são bastante incômodos para ele. Ainda que esses transtornos gerem bastante preocupação aos pais, devemos lembrar que costumam ser bastante comuns. E com o tratamento adequado, os incômodos podem ser aliviados. Estes são alguns dos transtornos que o bebê pode sofrer:

Cólicas

As cólicas ou dor de barriga são os transtornos mais leves que um recém-nascido pode apresentar, principalmente quando se alimenta com mamadeira. Isso pode provocar muito choro que aos poucos diminuem quando ele consegue evacuar ou expulsar os gases. Para aliviar essas dores,  você pode fazer massagens no estômago de cima para baixo e no sentido horário.

As diarreias

Ao dar o peito a seu filho, ele vai evacuar fezes com consistência e cor particulares: serão pouco densas, granulosas e de cor amarelada. Por outro lado, as fezes de mamadeira serão pouco consistentes e de cor clara. Em qualquer um dos casos, você deve consultar o seu pediatra imediatamente, devido ao risco de desidratação. Geralmente, as diarreias nos bebês são de origem infecciosa.

En el sexto mes de vida del bebé se producen numerosos cambios como el nacimiento de sus dientes.

Regurgitações e refluxos

As regurgitações ocorre ao final da mamada, quando o bebê expulsa o que tiver tomado em excesso. Somente podem ser evitadas se a mãe estiver muito atenta e ver que o bebê se sente satisfeito, para que não coma mais do que necessita. Os refluxos por sua parte são ejeções ou até vômitos, nem sempre abundantes, que se produzem ao final da mamada e costumam ocorrer diante do menor movimento. Geralmente estão associados à falta de amadurecimento do tubo digestivo do bebê.

Constipação

A incorporação de alimentos sólidos na dieta do bebê ou a mudança do leite materno para o de fórmula, pode causar transtornos digestivos como a constipação. Quando isso ocorre, o mais recomendável é consultar o pediatra, ainda que o mais provável é que somente sejam necessárias algumas mudanças na dieta do bebê.

Soluço

Este pode ser bastante persistente e durar muito, porém é o que menos deve preocupar, porque não faz mal nenhum ao bebê. Normalmente aparece sem nenhuma causa aparente e desaparecem de forma espontânea. De fato, os bebês costumam ter episódios de soluços em várias situações.

“Segundo as estatísticas, 55% dos bebês sofrem problemas de alimentação durante seu primeiro ano de vida”

O que provoca os gases?

Os gases podem ser um indício de que o sistema digestivo do bebê continua se desenvolvendo. Alguns bebês não conseguem digerir completamente a lactose e as proteínas do leite de fórmula infantil, devido ao fato de que as enzimas ainda não estão completamente ativas. Ainda que esta situação costume se solucionar espontaneamente enquanto o bebê se desenvolve, é importante informar o pediatra para encontrar uma solução.

Como ajudar ao bebê

  • Ponha o bebê em uma posição vertical no momento de comer.
  • Você deve fazer o bebê arrotar com leves palmadinhas nas costas.
  • Pode fazer leves massagens na barriguinha para aliviar a dor.
  • Tente alimentá-lo em pequenas quantidades.
  • Acalme o bebê quando chorar para evitar que engula ar.
La leche materna es la mejor opción para la alimentación del bebé durante las primeras semanas de vida.

Quais são os sintomas dos problemas digestivos

A maneira mais rápida de detectar que a criança está com problemas digestivos é analisar diariamente sua atitude. Por exemplo, se depois de comer ou de ter dormido estiver incomodado ou triste, isso pode ser um sinal de que ele está se sentindo mal. O mais provável é que para aliviar seu mal-estar ele queira contrair e estender suas pernas na altura do estômago, devido às dores causadas pelos gases. Também pode acontecer que chore sem parar.

Este tipo de transtornos digestivos no bebê, ainda que sejam bastante incômodos e costumem nos trazer bastante preocupação, são completamente normais nos primeiros meses de vida. Diante de qualquer dúvida ou inquietude, o ideal é consultar seu pediatra.

Recomendados para você