10 Conselhos para as mães que não tem tempo para nada

03 Agosto, 2017

Ficar sem tempo quando se é mãe é o normal. Às vezes nos peguntamos aonde foi nosso dia; porém, em outros casos, reconhecemos que é difícil conciliar todas nossas atividades diárias. Por exemplo, a vida laboral complica a maioria de nossas ações, mas diante da maternidade o problema ainda aumenta.

Tanto o trabalho como a maternidade se tornam incompatíveis desde os primeiros dias. Quer dizer, ainda no início da gravidez, poderíamos ter inconvenientes para trabalhar. Mas chega o momento em que ficamos sem tempo  por causa das tarefas que como mãe são obrigatórias.

Por ser quase impossível nos organizar de um dia para o outro, o mais conveniente é ter calma. Alguns conselhos podem nos ajudar a melhorar nossa rotina e organizar a semana.

Estes conselhos podem nos ajudar a recuperar nosso tempo

Já sabemos mais ou menos em que gastamos nosso tempo; agora o objetivo consiste em organizar as tarefas. Para nos organizar é muito importante estar conscientes de nossas capacidades, mas também, das limitações obrigatórias.

Não se trata de que mudemos as leis ou circunstâncias específicas de cada família. Como é de se supor, cada um tem seus próprios objetivos a enfrentar. Por esse motivo, algumas pautas não são aplicáveis a todos os casos.

Os seguintes conselhos são dirigidos às mães que necessitam gerir melhor o seu tempo; vejamos do que se trata.

Estabeleça suas prioridades

Um dos principais erros que cometemos ao organizar nosso tempo é a falta de critério ao estabelecer prioridades. Em geral, não damos prioridade às coisas certas. Por nosso mundo estar bastante desorganizado é conveniente que os planejamentos sejam reais.

Procure tirar de sua cabeça aquelas coisas que são desnecessárias, sem desculpas. Dê inicio às tarefas de hoje, não se apresse com o que tem para fazer amanhã. Para nos organizar, façamos uma lista clara e objetiva de quais são as coisas mais e menos urgentes. Procuremos fazer as mais urgentes primeiro.

Um dado: aproveite a tecnologia para se organizar. Descarregue um aplicativo onde você possa anotar as tarefas e coloque recados específicos.

Realize um cardápio semanal

As comidas diárias podem ocupar grande parte do nosso dia se não nos organizamos. Portanto, é bastante conveniente ter um cardápio que evite complicações na hora de ir para cozinha. Isso nos permite, além disso, que possamos comprar com antecipação o que necessitamos, o que também nos ajudará com a lista de compras do supermercado.

Delegue tarefas

Este pode ser o ponto mais difícil de cumprir, porque não depende somente de nós. Sabemos que a principal razão pela qual nos ocupamos tanto, é por não ter ajuda. Entretanto, todos na família temos certas responsabilidades.

Dependendo da idade de seus filhos, cada um pode colaborar com alguns afazeres. Tanto seu parceiro como outros membros da família podem colaborar e tem o dever de fazê-lo. Tente acostumá-los a ajudar.

Desligue o celular

Em tempos recentes, o celular quase se converteu em um vício. Sabemos que é importante e que temos direito, mas devemos ser conscientes de que o uso do celular nos distrai. É normal que fiquemos olhando o aparelho por mais tempo do que devemos. Quando é preciso que o tempo renda, ao chegar em casa é melhor você se desconectar.

Realize as compras pela internet

O tempo que dedicamos às compras às vezes é reconfortante, mas acontece com frequência que começam a nos faltar coisas porque não nos lembramos de comprar. Atualmente a maioria das lojas nos oferecem uma plataforma virtual onde podemos realizar nossas compras. Podemos economizar muito tempo se comprarmos pela internet e esperarmos que os produtos sejam entregues em casa.

Se acostume a dizer não, quando seja necessário

Querer fazer demais é um dos principais problemas na hora de ganhar tempo. Quando não temos horas extras para usar em coisas que não são nossas, é preciso dizer não. Alguns favores a amigas, companheiros de trabalho, e inclusive ao próprio chefe podem nos tirar tempos preciosos. Sempre com diplomacia, é possível nos desvincular de atrasos que não necessitamos.

Peça e aceite ajuda

Quando ficamos atolados em tarefas que sabemos que não terminaremos, sempre é uma opção pedir ajuda. Sabemos que algumas coisas somos nós mesmas que temos de fazer; mas em muitas outras tarefas podemos pedir ajuda.

Crie uma rotina para toda a família

As rotinas podem nos ajudar muito a organizar nosso tempo, porque oferecem ferramentas para evitar o ócio. Uma vez que nos acostumamos a certos hábitos, economizaremos no planejamento diário. Da mesma forma, as tarefas começarão e terminarão quase que por si só.

Recupere energias

O esgotamento pode fazer que rendamos menos no trabalho e nas tarefas de casa. Por isso, é muito importante que destinemos um tempo para nos recuperar de tanta confusão. Para isso, podemos reservar um dia para a distração; quem sabe um passeio, um jantar, uma ida ao cinema. Sair e relaxar de vez em quando pode nos ajudar a render em nossas atividades diárias.

Tenha consciência que você não é a supermamãe

Uma vez que entendamos que nem tudo pode ser feito com perfeição, começaremos a nos aliviar de muito estresse. Certas coisas são obrigatórias, está correto, mas outras podem esperar, e admitem altos e baixos. É importante que não descuidemos da qualidade de nosso trabalho e que sigamos sendo melhores mães, contudo não somos heroínas. Vá com calma, desfrute da vida!

  • Alcañiz Moscardó, M. (2015). “Género con clase: la conciliación desigual de la vida laboral y familiar”, RES. Revista Española de Sociología, 23: 29-55.
  • Pateman, C.; and Agra Romero, M. J. (1995). El contrato sexual. Madrid: Anthropos.
  • Scott, J.; Crompton, R., and Lyonette, C., eds. (2010). “Gender Inequalities in the 21st Century: New Barriers and Continuing Constraints”, Asia Pacific Journal of Human Resources, 48 (3): 378-381.