12 estratégias para motivar as crianças escritoras

29 de abril de 2019
A leitura e a escrita são atividades para serem aproveitadas. Ajude os seus filhos a se divertir com elas todos os dias.

As crianças escritoras geralmente demonstram, desde os primeiros anos de vida, um grande interesse pela leitura. É nessa atividade que as bases para começar a elaborar as próprias histórias são adquiridas. Por isso, uma das dicas mais importantes para incentivar a capacidade de escrever é incentivar o amor pela literatura.

“Os rabiscos, muitas das linhas que as crianças menores de 6 anos fazem imitando a escrita dos adultos, e desenhos que muitas vezes ‘leem’ os adultos como se fossem um texto, correspondem a etapas de uma evolução na qual as crianças estão modificando as suas concepções linguísticas.”

– Ferreiro e Teberosky –

Já sabemos que as crianças são uma fonte inesgotável de ideias e histórias que a imaginação delas cria. Essa é precisamente a matéria-prima que deve ser aproveitada para desenvolver a capacidade de capturá-las no papel. A seguir, você verá algumas recomendações úteis para acompanhar as suas crianças escritoras nos seus processos criativos.

Como incentivar as crianças escritoras a desenvolver as suas habilidades?

1. Ofereça uma variedade de materiais. Escolha lápis de diferentes formas e cores, papéis bonitos com texturas, marcadores e lousas, por exemplo. Por mais simples que essa estratégia possa parecer, ela pode multiplicar a motivação das crianças para a escrita.

2. Adapte um espaço em casa que seja livre de distrações. Certamente isso permitirá que a concentração do seu filho esteja 100% em escutar as ideias que o cérebro dele estiver gritando.

3. Ajude-as a aumentar o vocabulário. Sem dúvida, as crianças precisam de instruções simples e diretas durante os seus primeiros anos. No entanto, conforme forem crescendo, você pode usar termos mais sofisticados para se comunicar com elas. Assim, use sinônimos e palavras novas, pois isso lhes dará mais ferramentas para expressar as suas ideias.

4. Integre a escrita às outras áreas. Descrever problemas matemáticos ou tarefas científicas vai ajudá-las a ver que tudo pode ser escrito. As crianças escritoras também podem praticar através do uso de um diário no qual relatem as suas experiências do dia a dia.

Incentivar as crianças escritoras a desenvolver as suas habilidades

5. Convide-as a usar a escrita nas suas vidas diárias. Peça que elas enviem pequenos bilhetes ou cartas para os seus amigos e familiares. Você também pode solicitar a sua ajuda para escrever a lista de compras ou para mandar um e-mail. Assim, elas poderão compreender que a escrita é uma habilidade importante e necessária.

6. Ensine-as a apreciar diferentes tipos de texto. Mostre revistas, histórias em quadrinhos, livros de histórias, artigos e hieróglifos. As formas não convencionais de escrita são adequadas para ensinar o valor da intenção comunicativa e a universalidade da linguagem.

7. Compartilhe os escritos em família. Dedique uma noite por mês para fazer uma atividade de microfone aberto. Durante esse momento, as crianças e os pais poderão ler e compartilhar algo que escreveram.

Recomendações de um escritor

8. Levar em conta os interesses das crianças escritoras. Se o seu filho gosta de esportes, deixe-o ler e escrever sobre o seu jogador de futebol ou tenista favorito. Se ele gosta de música, convide-o a compor estrofes.

9. Aproximar os clássicos de uma forma divertida. Sempre vimos Dom Quixote ou a Odisseia como livros densos e difíceis de entender. No entanto, atualmente existem muitas versões para crianças que vão ajudá-las a ver os livros tradicionais de uma maneira amigável.

10. Estimule a criatividade antes da perfeição. Principalmente nos estágios iniciais do processo de escrita, a ideia é mais importante do que a forma linguística da mensagem. Primeiramente, é necessário dar às crianças segurança para escrever para, posteriormente, corrigir erros gramaticais e sintáticos.

11. Tente fazer com que algumas obras do seu filho sejam publicadas. Seja no diário da escola ou na geladeira de casa; as crianças vão ficar felizes em saber que os outros estão lendo o que elas escreveram. Outra boa alternativa é criar um blog para compartilhar com familiares e amigos.

Recomendações de um escritor

12. Faça brincadeiras de perguntas e respostas. Invente perguntas sobre a realidade, sobre situações imaginárias e peça que respondam ou resolvam esses problemas. Dê valor às suas palavras e elogie a visão criativa que elas têm da vida.

As crianças escritoras precisam de apoio e motivação para que possam aproveitar as suas habilidades ao máximo.

Envolva-se nesse processo e ajude-as a construir esse hábito que é tão importante para a vida cotidiana e acadêmica. Faça com que a escrita seja uma atividade divertida, e não uma obrigação que se torne um tormento para elas no futuro.

  • Miras, M. (2000) La escritura reflexiva. Aprender a escribir y aprender acerca de lo que se escribe.
    Infancia y aprendizaje, n. 89, 65-80.
  • The National Curriculum. (2010). What your child will learn. The new approach will focus on
    providing students with the necessary writing skills. The Courier Mail.