3 formas de estimular a memória do seu bebê

16 de outubro de 2017

Para estimular a memória do seu bebê você precisa apenas ser uma mãe amorosa e comprometida com o crescimento do seu filho. Você gostaria de saber como fazer isso? Pois, preste atenção nesses conselhos e tome nota.

A inteligência do seu bebê

O bebê tem uma inteligência “moldável”, capaz de mudar de forma.  Durante seu desenvolvimento, a criança passa por vários tipos de inteligência até chegar na forma adulta.

O período que vai desde o nascimento até os 2 anos de idade é marcado por um grande desenvolvimento mental. Nessa época a criança aprende a andar, falar e pensar sobre objetos não presentes.

 “Pessoas inteligentes aprendem com a experiência dos outros”

-Voltaire-

A Teoria de Piaget

A teoria de Piaget defende que as crianças passam por etapas específicas de acordo com seu intelecto e sua capacidade de perceber as relações maduras.  Essas etapas do desenvolvimento infantil ocorrem em uma ordem fixa para todas as crianças e em todos os países.

Quando os bebês ou as crianças pequenas interagem com outras pessoas, elas não sabem ter empatia como um adulto faria e têm um “pensamento egocêntrico”.  Durante a infância ocorre um desenvolvimento cognitivo natural, elas “aprendem a pensar”, ou seja, a interagir com o mundo no qual vivem.

Segundo Piaget, a etapa que vai desde quando se é um bebê recém-nascido até os dois anos de idade é conhecida como “Período Sensório-motor”. O desenvolvimento da criança se caracteriza pela compreensão que a mesma tem do mundo, coordenando a experiência sensorial com a ação física.  Nesse período ocorre um progresso dos reflexos inatos.

O que podemos fazer para favorecer o desenvolvimento da inteligência no período Sensório-motor?

  • Estimular as reações circulares.  Quando um bebê realiza um comportamento de maneira casual, estamos diante de reações circulares.  Nós como pais devemos inserir mudanças na reação circular, dessa maneira o bebê vai ver que modificações acontecem e vai aprender a explorar.
  • Explorar objetos e brinquedos diferentes. Para que o bebê conheça além de si mesmo.
  • Brincar de esconder objetos. Mostre um brinquedo e esconda-o, ensine o bebê a encontrar o objeto escondido. Repita a operação, mas agora deixe que ele o encontre sozinho.

 

Você conhece o método Tomatis?

Esse método se baseia na reeducação da audição para estimular o aprendizado e o desenvolvimento global das pessoas.

Trata-se de uma terapia musical baseada em escutar:

  • Certas frequências altas
  • Composições de Mozart
  • Cantos gregorianos
  • A voz da mãe da mesma maneira que se escutava dentro do útero.

Ao desenvolver a percepção da audição são estimulados o aprendizado e a comunicação, melhorando a motricidade e os problemas de equilíbrio.

Os benefícios desse método

  • Melhorias no humor
  • Maior resistência ao cansaço
  • Melhora da capacidade de memória
  • Mais concentração
  • Boa criatividade
  • Sensação de tranquilidademenino usando óculos e com um livro na mão

3 formas de estimular a memória do seu bebê

1. O vínculo com o bebê

O cérebro do bebê está programado para procurar segurança, e se não sente um ambiente seguro não consegue aprender.  Por isso é tão importante fazer o bebê se sentir seguro. Para conseguir fazer isso você pode:

  • Estabelecer contato pele com pele desde o nascimento.
  • Passar o máximo de tempo possível com o bebê, sem fazer mais nada.
  • Fazer massagens no seu bebê sempre que puder.
  • Conversar constantemente com ele.
  • Sempre carregar seu filho no colo.

2. A memória de evocação

Aos dez meses um bebê já consegue encontrar um objeto escondido segundos antes.  A memória de evocação consiste em ser capaz de se lembrar de coisas que estão completamente ausentes.  Nessa etapa nosso bebê já está consolidando a capacidade de simbolização, que é característica do ser humano e que torna possível o nosso desenvolvimento intelectual e cultural.

Após completar um ano de idade, quando a criança já consegue encontrar coisas que não via há um bom tempo, e ocorre o surgimento da linguagem, começa a ser possível que ao dizer o nome de objetos que não estejam à vista, a criança consiga encontrá-los.

3. Cantar músicas

Devemos cantar para os nossos filhos muitas músicas, e várias vezes. Ao repetir a melodia, as crianças interiorizam a música e isso as ajudam a ficar mais relaxadas e tranquilas.

Quando já são um pouco mais velhas é possível aproveitar essa técnica, para inventar estrofes com o conteúdo que você quiser que elas memorizem.

É possível começar com temas simples para, por exemplo, se lembrar do endereço de casa ou do número de telefone dos pais, algo que as crianças podem precisar em caso de emergência.