3 razões pelas quais seu filho não fala com você

16 de agosto de 2018
Muitos pais gostariam de saber qual é o segredo para ter uma excelente comunicação com os seus filhos. A verdade é que não há nenhum segredo. Trata-se apenas de aprender a se comunicar.

As relações de pai e filho variam em cada família. Talvez a razão pela qual seu filho não fala com você é porque você simplesmente o tem  ignorado ou porque você não tem conseguido se unir a ele corretamente.

Esqueça os conselhos dos seus amigos. Talvez eles tenham boas intenções, mas ninguém conhece melhor o seu filho como você. Aqui estão as 3 principais razões pelas quais o seu filho não fala com você. Analisa se o seu relacionamento familiar apresenta alguma delas.

1. Você exige muito ou pouco

não fala com você

Como pai, você não sabe tudo e embora seu filho esteja conhecendo o mundo, você deve lhe dar a oportunidade de contribuir com ideias. Ouvi-lo e apoiá-lo. Não importa se ele falha. Se ele cai, tem que aprender a se levantar. Ele vai ficar feliz em ver que você o estava apoiando quando ele caiu e lhe dando forças quando se levantou.

É importante que seja uma experiência pessoal, por algo que ele mesmo inventou. Deixe-o ser criativo e analise isto:

Falar demais: Se o seu filho não costuma se expressar porque é introvertido, você deve parar e compartilhar um tempo com ele e esperar que ele se expresse. Seja paciente porque qualquer passo em falso fará com que ele se feche novamente. Você vai ter que ficar com ele sozinho e em silêncio.

Por outro lado, se o seu filho é uma pessoa extrovertida você terá que ativar os motores e falar mais. Tente acompanhar o ritmo dele para vê-lo feliz e pouco a pouco ele vai ver que pode confiar em você para lhe contar as coisas.

Quando fizer perguntas, que sejam perguntar abertas. Você verá que isso vai eliminar as razões pelas quais o seu filho não fala com você. Mas não interrompa. Faça as perguntas e espere com paciência até que ele responda.

2. Você não ouve seu filho

Alguns pais querem saber tudo sobre os seus filhos, mas às vezes não estão dispostos a ouvir a história completa. Se por exemplo, a professora do seu filho te chamou para dizer que ele bateu em outra criança e, em seguida, o seu filho admite ter feito isso, não se apresse em gritar. Espere pacientemente para que ele te conte porquê ele fez isso, por mais grave que seja a situação.

Ele é inocente até que se prove o contrário, mas para provar isso permita que ele se defenda: é seu direito como um ser humano. Se não, você vai cometer o erro que fará com que seu filho tenha medo em vez de respeito, porque sabe que você sempre vai questionar suas decisões.

Se isso acontecer, você vai notar que essa vai acabar sendo a razão pela qual seu filho não fala com você e quando decidir falar, mente. Por isso é melhor ouvi-lo. E quando ouvir, mostre a ele a importância da sinceridade e ensine porque o que ele fez está errado (se for o caso).

3. Você tira conclusões precipitadas

não fala com você

Às vezes os pais tiram conclusões precipitadas em vez de fazer mais perguntas para chegar a uma conclusão. Você já ouviu falar que os pais também atuam como psicólogos? Isso é verdade. Você tem que fazer perguntas até ter certeza sobre o que seu filho está pensando.

“Como isso faz você se sentir?” ou “O que você pensa sobre essa decisão?”. Essas perguntas simples te ajudarão a conhecer as razões para o comportamento dele. Assim você aprenderá a ver através dos olhos de seu filho e será muito mais fácil conversar com ele. Mas, para isso, você deve considerar o seguinte:

– Você está distraído: Seu filho pode estar disposto a falar, mas é você que não tem captado os sinais porque aparentemente está muito ocupada. Também pode ser que seu filho esteja cansado de competir com o seu telefone ou seu computador para obter a sua atenção.

A tecnologia talvez também tenha se tornado uma razão pela qual o seu filho não fala com você. Quando você falar com ele, guarde o celular. Especialmente quando você ver seu filho chegar em casa, ao voltar da escola ou do trabalho.

– Se você ver que realmente está ocupada, reprograme tudo e lhe diga: “Eu quero te dar toda a minha atenção”. Faça o que tem que fazer e, em seguida, dê todo o seu tempo para o seu filho.

Como você pode ver, quando o seu filho não fala com você, na maioria das vezes, é porque você mesma tem criado alguma barreira. Analise qual é e mude-a. Nunca é tarde demais, mesmo se o seu filho já for adolescente ou adulto.