5 conselhos para baixar a febre das crianças

· 5 de novembro de 2018
Nas crianças, a febre é um sinal inequívoco de que alguma coisa está acontecendo e as defesas do organismo foram ativadas. Se a temperatura se aproximar dos 40 graus Celsius, o que podemos fazer para baixar a febre dos nossos pequenos?

O conhecimento dos pais sobre como baixar a febre das crianças é uma prioridade.

Um quadro febril pode causar convulsões e, se a criança sofre de alguma doença crônica, o risco é ainda maior. Quando a febre passa dos 37,8 graus Celsius, devemos ficar alertas.

A febre é, basicamente, um sintoma que nos avisa que alguma coisa não está funcionando corretamente.

Em geral, ela é ativada na presença de um vírus ou uma infecção externa que conseguiu entrar no organismo do nosso pequeno.

A boa notícia é que existem muitos métodos aos quais podemos recorrer quando a temperatura atinge níveis não desejados.

A seguir, vamos ver alguns conselhos práticos, seguros e naturais que são muito úteis.

Métodos para baixar a febre das crianças

Fazer compressas de água fria 

Quando a temperatura sobe excessivamente, o primeiro passo deve ser tentar baixá-la.

Uma das dicas tradicionais, passada de geração em geração, consiste em refrescar a temperatura corporal por meio de compressas e panos molhados.

Estes devem estar úmidos e preferivelmente frios, mas não em excesso. Dessa forma, vamos combater o mal-estar causado pela febre e aliviar as dores de cabeça da criança.

Além disso, também se pode alternar os locais das compressas e colocar o pano umedecido ora no pescoço, ora nos pulsos na criança. Dessa forma, a sensação de frescor terá maior alcance.

Dar banho com água morna

Muitas mães têm medo de dar banho nas crianças quando elas estão com febre. Mas não é uma prática contraindicada.

Na verdade, um banho morno pode baixar a febre das crianças e, até mesmo, dos bebês. Entretanto, é preciso seguir algumas orientações.

Nesse sentido, o correto é que a água esteja em temperatura ambiente ou no máximo a 34 graus Celsius.

O banho pode ser no chuveiro, embora um melhor efeito para baixar a febre das crianças seja obtido quando elas são submersas na água.

Se você tiver uma banheira em casa, é um ótimo momento para usá-la.

baixar a febre das crianças

Sempre é importante lembrar que se deve evitar mudanças bruscas de temperatura.

Dessa forma, antes e principalmente depois do banho e do contato com a água, a criança deve estar bem protegida.

As dietas líquidas ajudam a superar o quadro febril

Seja a febre causada por um vírus ou uma infecção, consumir líquidos é uma das melhores alternativas para combatê-la.

Devemos nos lembrar de que, com a febre, o organismo perde uma quantidade significativa de líquidos através do suor. A consequência pode ser um risco de desidratação na criança.

Dessa forma, quando as crianças estiverem com febre, devem tomar muita água, sopas e sucos naturais.

Além disso, o consumo e o fluxo de líquidos também ajudam a refrescar internamente o organismo das crianças.

A água é basicamente um regulador interno do nosso organismo: contribui para o funcionamento do sistema imunológico no seu trabalho de restaurar o corpo e combater o vírus.

Nesse líquido vital, encontramos a solução para qualquer recuperação.

“Em geral, a febre é ativada na presença de um vírus ou uma infecção externa que conseguiu entrar no organismo do nosso pequeno.”

Baixar a febre das crianças: refrescar o ambiente também

Muitas vezes, pensamos que a melhora reside exclusivamente nas medidas que tomamos para refrescar o corpo das crianças.

Na verdade, uma parte importante ao baixar a febre está relacionada com o ambiente.

O clima ambiente é importante. Assim, quando a criança estiver com febre, devemos refrescar o quarto.

Deve haver um fluxo de ar no cômodo, tomando cuidado para que a criança esteja bem abrigada.

Dessa maneira, conseguiremos proporcionar uma sensação térmica mais agradável.

Pelo contrário, deixar no cômodo um ambiente abafado só vai piorar a situação e reforçar o aumento da temperatura interna da criança.

baixar a febre das crianças

Alternar entre o sono e o movimento

É importante tentar manter o estilo de vida da forma mais natural possível diante de um quadro febril.

Tanto para as crianças quanto para os adultos, o sono é um mecanismo de recuperação do corpo.

Consequentemente, é preciso criar melhores condições para que a criança consiga dormir.

Por exemplo, o movimento, levantar da cama e andar um pouco, evitando manter a inatividade, é muito benéfico para as crianças.

Este pequeno exercício também vai favorecer na hora de pegar no sono.

Mas se a febre passar dos 40 graus Celsius, é imprescindível levar a criança ao pronto-socorro.

Se estiver mais baixa, refrescar, hidratar e oferecer o descanso adequado à criança podem ser medidas suficientes.