5 conselhos para evitar o ciúmes entre irmãos

02 Novembro, 2017

É absolutamente normal que irmãos sintam ciúmes entre si. Na verdade o ciúmes entre irmãos é uma característica do ciclo evolutivo da criança: esse sentimento surge normalmente quando o novo irmão nasce, e o mais velho tem entre 2 e 5 anos. Os psicólogos explicam que o ciúmes entre irmãos pode ocorrer de duas maneiras: o ciúmes que os irmãos mais velhos sentem dos mais novos e o contrário, o ciúmes que os irmãos mais novos sentem dos mais velhos.

O mais comum é que os irmãos mais velhos sintam ciúmes dos mais novos. Quando isso acontece, normalmente o irmão mais velho costuma apresentar um “retrocesso” no seu comportamento, ou seja, começa a apresentar comportamentos infantis, imitando o irmão mais novo. Esses sintomas vão desaparecendo ou reduzindo de intensidade à medida que a criança mais velha vai se adaptando à chegada do irmão mais novo e vai crescendo e compreendendo melhor as coisas.

Mas se seu filho mais velho ainda está na fase mais sensível do processo de adaptação da chegada do novo irmão, então é bom seguir esses conselhos:

Alimente seu vínculo com cada um dos seus filhos

Antes de o novo bebê nascer não deixe de conversar aberta e sinceramente com seu filho mais velho. As crianças entendem mais coisas do que o que os adultos pensam. Além disso, foi comprovado que nos lares em que os pais têm um estilo de criação mais aberto e comunicativo, no qual as crianças são tratadas igualmente, existe menos ciúmes entre os irmãos.

irmão mais velho com ciúmes da atenção dada ao mais novo

Quando existe uma boa relação afetiva entre pais e filho antes do nascimento de um irmão, o risco de conflito posterior com a mãe por motivo de ciúmes diminui.

Tente entender seu filho

Após o nascimento de um bebê é normal que muitas crianças se sintam entusiasmadas e que à noite fiquem nervosas, e sintam dificuldades para dormir. Se seu bebê ainda está na fase do apego, provavelmente ele vai precisar de ajuda porque pode se tornar menos independente e mais inseguro. Ajude seu filho a comer, faça companhia e brinque com ele.

Se seu filho for pequeno e estiver passando por um momento assim não pense que ele está com ciúmes, mas entenda que seu filho é muito perspicaz e se dá conta de que, o que está acontecendo, é que sua atenção agora está dividida.

Convide seu filho para ajudar a cuidar do seu novo irmão

Às vezes as crianças têm apenas curiosidade e querem participar de tudo o que está relacionado com a chegada do seu novo irmão. Por isso é bom envolvê-las nos assuntos do bebê, mesmo antes de que ele nasça. Por exemplo, quando você estiver grávida, converse com seu filho sobre como vai ser ter um novo irmão, pergunte a opinião dele sobre a cor do quarto ou sobre o nome do bebê. É muito importante que seu filho mais velho sinta a todo momento, que é um membro importante da família.

E quando o bebê nascer, chame-o também para participar de algumas tarefas relacionadas ao cuidado com o recém-nascido. É importante passar momentos sozinhos com seu filho mais velho, como vocês faziam antes, mas também que ele perceba que a partir de agora seu novo irmão vai ocupar um lugar importante na vida de todos.

 

irmã mais velha cuidando da irmã mais nova

Evite as comparações entre as crianças

Tente não fazer comparações entre seus filhos. Muitos dos comentários feitos sem malícia podem criar no irmão mais velho uma sensação negativa, e alimentar o ciúmes entre irmãos. À medida que eles crescem, aprenda a destacar o melhor de cada um, assim ambos saberão quais são suas qualidades e aprenderão a se diferenciar de uma maneira saudável. Não é a mesma coisa explicar às crianças que elas são diferentes agora, em comparação a quando são adolescentes.

O carinho do pai diminui o ciúmes entre irmãos

Quando um bebê chega em casa a rotina muda inevitavelmente. A mãe terá que cuidar do bebê e de si mesma durante o período de quarentena. Assim, é provável que nos primeiros dias ela fique um pouco sobrecarregada. Nesses momentos será o pai quem precisará atender as necessidades do filho mais velho.

Assim, a criança vai procurar seu pai quando a mãe estiver ocupada, o que é bom, pois alimenta o vínculo familiar e ajuda a criança a manter sua rotina com a ajuda do pai. Dessa maneira, ela não vai se sentir perdida na hora das refeições, do sono, dos estudos ou do banho.

A criança poderá curtir a chegada do seu irmão com a ajuda dos pais. Trate seus filhos da mesma forma, preste atenção aos dois e dedique tempo a cada um deles. Com o passar dos dias você vai perceber que, encontrar tempo para as coisas com as quais realmente nos importamos é mais fácil do que parece, inclusive quando há um novo bebê na casa.