5 dicas para melhorar o local de estudo de seus filhos

26 de maio de 2018
Nesse artigo, daremos cinco dicas práticas para melhorar o local de estudo de seus filhos; você verá como é fácil preparar um lugar de aprendizado.

Nunca é demais ter em conta e aplicar dicas para melhorar o local de estudo de seus filhos. Se o objetivo é alcançar um bem maior, então por que não experimentar? Se você se animar a dar uma chance, asseguramos que você não vai perder o seu tempo.

Conseguir uma boa iluminação, usar certas cores no local (especialmente nas paredes) que promovam a concentração e a tranquilidade, e ter apenas os móveis necessários, são algumas das medidas mais benéficas que podemos colocar em prática.

Naturalmente, é essencial que em qualquer local de estudo você possa ter uma boa escrivaninha (limpa, arrumada e organizada), bem como uma cadeira confortável, de preferência ergonômica.

Ainda que não acredite, um bom ambiente pode fazer a diferença entre obter uma nota baixa e ter que passar mais horas estudando sem reter as informações, e ter uma sessão de estudo produtiva e eficaz.

Certamente há muitos métodos de estudo que otimizam o aprendizado, mas os especialistas dizem que também é necessário proporcionar às crianças um ambiente adequado para estudar.

Então, preste muita atenção porque, a seguir, vamos falar mais detalhadamente sobre cada uma dessas recomendações. Temos certeza de que seu filho vai ficar mais do que grato.

recomendações para melhorar o local de estudo

5 dicas para melhorar o local de estudo de seus filhos

1. Usar uma boa iluminação

Uma boa iluminação é essencial na hora de estudar, pois não apenas leva a uma boa concentração, mas também proporciona bem-estar e descanso para a vista. Lembre-se de que um dos problemas que podem afetar o desempenho escolar são os problemas de visão das crianças.

É por isso que não devemos poupar na iluminação da sala ou do quarto de estudo. O ideal é ter luz natural, mas caso não seja possível, deve haver dois focos de de luz, tanto o localizado no teto, como em uma luminária de mesa.

A luz recomendada para o local de estudo nunca deve estar nos tons de laranja, pois isso promove a fadiga. Portanto, o ideal é optar por luminárias de mesa cuja lâmpada não exceda 60 watts e que emitam uma luz branca e clara.

2. Ter poucos móveis

Menos é mais quando se trata de decorar a área de estudo para as crianças. Na sua mesa devem estar apenas o computador ou notebook, cadernos, lápis e livros da matéria a ser estudada, nada mais. Remova o celular ou tablet da mesa e também qualquer brinquedo que possa distrair.

Se o local de estudo estiver dentro do quarto, coloque a mesa na direção oposta à área onde os brinquedos estão, para que não exista contato visual com eles.

3. Usar cores que não causem distração nas paredes

As cores azul e verde pastel induzem a estados de bem-estar e concentração. Você pode alterná-las com o branco tradicional, o que dá um efeito visual que faz com que os espaços pareçam maiores do que são. Outras cores recomendadas para a concentração são o bege, o creme e, em geral, os tons pastéis.

4. Ter uma escrivaninha ou mesa própria

Muitas crianças costumam fazer o dever de casa na mesa da sala de jantar, no chão, na cama ou em qualquer lugar da casa. Isso é totalmente contraindicado. A criança deve ter um espaço que se adapte às suas medidas físicas e que lhe permita ficar confortável.

A mesa deve ser colocada em um lugar bem iluminado e a criança não deve ser autorizada a usá-la para comer ou realizar outras atividades além do estudo, assim, em sua mente, o ato de usá-la para estudar se tornará um ritual.

Muitas crianças costumam fazer o dever de casa na mesa da sala de jantar

5. Usar uma cadeira ergonômica

Ter uma cadeira ergonômica é tão ou mais importante do que ter um lápis e um caderno para estudar. A maioria dos adultos se esquece do fato de que, se a cadeira em que seu filho estiver sentado for inadequada, ele estará constantemente inquieto e mudando de posição, perdendo o fio da meada do que está lendo.

O uso de cadeiras inadequadas é tão sério que os estudos dizem que ficar sentado por muitas horas é considerado o novo tabagismo. A isto deve ser adicionado ter que se sentar em uma posição ruim por causa de uma cadeira inadequada.

A cadeira ergonômica deve então permitir que a criança mantenha a coluna reta, o que beneficia o estado de alerta e atenção, os pés da criança devem tocar o chão e os cotovelos devem estar apoiados na mesa em um ângulo de 90º. Só assim a criança poderá se concentrar no objetivo a atingir, mas também poderá proteger as costas de possíveis ferimentos.

Por fim, lembre-se de que, juntamente com essas dicas para melhorar o local de estudo de seus filhos, manter as áreas ventiladas e limpas dará um componente extra a este espaço tão importante.