5 posturas para dormir durante a gravidez

4 de junho de 2018
O sono é um dos fatores mais importantes durante a formação do bebê. As diferentes posturas para dormir durante a gravidez o ajudarão a se formar adequadamente e também ajudarão para que a mãe não sofra tensões corporais causadas pela falta de descanso.

Estar grávida é uma das melhores experiências que uma mulher pode viver. Para as mães de primeira viagem costuma ser um período cheio de preocupações. Uma das mais comuns está ligada às posturas ou posições escolhidas para dormir durante a gravidez. Quais são as melhores?

À medida que o bebê vai crescendo na barriga, as horas de sono se reduzem para a mulher. Existe a incerteza de qual posição é adequada para descansar bem sem machucar o pequeno.

Além disso, as náuseas, a ansiedade e a acidez estomacal tornam o descanso impossível durante a gravidez. Por tal motivo, é necessário procurar recomendações sobre quais são as melhores posturas para dormir durante a gravidez.

Posturas para dormir durante a gravidez

1.- Sobre o lado esquerdo

Os especialistas em medicina recomendam dormir sobre o lado esquerdo. Isso ajuda na circulação do sangue e dos nutrientes até o útero e o bebê; também faz com que os rins eliminem os resíduos mais facilmente.

2.- De lado com o travesseiro

A postura de lado com um travesseiro entre as pernas mantém a coluna reta e evita pôr o peso de uma perna sobre a outra.  Se você tem travesseiros longas, muito melhor; assim pode apoiar a barriga e ter mais segurança.

3.- Semi-sentada

Esta posição é a apropriada se você sente incômodos estomacais ou má digestão. Um apoio para esta posição é uma boa almofada; assim se consegue uma postura muito mais cômoda.

4.- Tronco elevado

Outra das posições mais cômodas é a do tronco elevado; é a mais recomendada se você tem congestão nasal, sensação de sufoco ou acidez.

Nela se usam várias almofadas ou travesseiros para apoiar e levantar as costas. Isso reduz os enjoos e relaxa o corpo depois de manter por muito tempo a posição horizontal.

À medida que o bebê cresce na barriga, as horas de sono são reduzidas. A incerteza de que a postura é adequada para descansar sem machucar o bebê se soma às náuseas e aos incômodos.

5.- Pés para cima

Caso você tenha cãibras constantemente, sofra de má circulação ou inchaço nas pernas ou tornozelos, a postura recomendada é manter os pés levantados com almofadas ou travesseiros. Essa posição previne o surgimento de varizes, pontadas ou cãibras.

Com essa postura você vai conseguir relaxar tanto o corpo quanto a mente. Sempre é necessário ter algumas horas de sono para descansar o peso do corpo; além disso, o bebê poderá se formar adequadamente.

Posturas não recomendadas durante a gravidez

Assim como existem posturas para dormir durante a gravidez que são ideais para o bebê e a mãe, também existem aquelas que se devem ser evitadas durante este período. Estas são algumas delas:

1.- De costas

É a menos recomendada, já que produz má digestão e circulação. Se deve ao fato de que o peso do útero, da veia cava inferior e dos intestinos caem sobre as costas.

Esta posição também pode trazer problemas de respiração, dores nas costas, hemorroidas. E, o mais perigoso, pode causar a diminuição da circulação no coração do bebê.

2.- Barriga para baixo

Dormir de barriga para baixo não tem riscos se a gravidez está apenas começado. Porém, já quando está mais avançada é recomendável não adotar esta posição.

Muitas grávidas tratam de usar esta como a predileta dentre as posturas para dormir durante a gravidez. Porém, pode ser que não seja recomendável dependendo do tempo de gestação.

Se é muito difícil deixar essa posição, se recomenda usar uma almofada em forma de donuts ou empilhar almofadas formando uma espécie de oco para não fazer pressão sobre a barriga.

Recomendações para conciliar o sono

Dormir bem é muito importante na gravidez, assim como em qualquer fase da vida. Porém, conseguir fazê-lo de forma prazerosa às vezes pode ser um problema. Estas são algumas recomendações para alcançar essa meta:

  • À noite, fazer uma refeição leve e rica em aminoácidos. Estes se encontram nos cereais, peixe, leite, ovos e alface.
  • Deve-se dormir pelo menos 8 horas por dia. Quanto aos descansos pós almoço o ideal é que não passem de 25 minutos; isso pode influenciar no sono à noite.
  • Evitar café ou chocolate depois do meio dia; também não se deve tomar muita água depois do jantar, para não se levantar tantas vezes para ir ao banheiro.
  • Adequar o quarto para descansar. Deve estar ventilado, fresco, livre de barulhos e luzes intensas. A roupa de cama deve ser de algodão ou seda, assim como os pijamas.
  • O álcool e o cigarro são nocivos para a gravidez; não só porque causam dano ao bebê, mas porque impedem que a mulher durma de forma prazerosa.

Outros conselhos que devem ser considerados

Por outro lado, não se recomenda fazer exercícios no final do dia. O motivo é que o corpo fica com muita energia e agitado; isso dificulta que se relaxe e interfere no ciclo do sono.

Em contrapartida a isso, as práticas de técnicas de relaxamento como meditação ou ioga são muito favoráveis na hora de tratar de relaxar o corpo para dormir. Ainda, um bom travesseiro sempre será o melhor aliado durante a gravidez.

Dormir bem ajudará a passar pela gravidez de uma maneira saudável, tanto para a mãe quanto para o bebê. Só é preciso encontrar a postura mais cômoda e relaxante que ajude a descansar de forma plácida e acolhedora.