6 estratégias para ensinar as crianças a controlarem seus impulsos

· 2 de agosto de 2018
Muitos problemas de comportamento das crianças se devem a uma falta de controle dos impulsos. A capacidade de controlar os impulsos requer a aprendizagem de uma série de habilidades a serem treinadas para conseguir lidar com a impulsividade.

As crianças que têm dificuldades para controlar seus impulsos têm problemas para parar e pensar antes de agir. Além disso, as crianças pequenas geralmente agem com base em suas emoções, sem pensar nas consequências. Ensinar às crianças estratégias para controlar seus impulsos é uma tarefa importante que precisa ser feita desde os dois anos de idade.

A maioria das crianças aprende habilidades para controlar seus impulsos entre os 2 e os 5 anos de idade. Mas, às vezes, crianças maiores continuam tendo problemas de impulsividade. Com um pouco de prática e dedicação, seu filho pode aprender a manter sob controle suas emoções e a pensar em suas ações antes de realizá-las. A seguir veremos algumas estratégias:

Fale com seus filhos sobre os sentimentos

Quando as crianças compreendem a diferença entre os sentimentos e os comportamentos é mais fácil começar a entender a forma de controlar seus impulsos. Uma criança que entende que é normal se sentir zangado, mas que não é certo bater, pode ver que existem opções na hora de encarar seus sentimentos sem reagir impulsivamente.

A compreensão das emoções também é essencial para ajudar seu filho a ser mentalmente forte, o que também é peça-chave para que ele se transforme em um adulto responsável. Uma solução para que uma criança seja mentalmente forte é que ela tenha consciência de suas emoções. Não se trata de suprimir os sentimentos. Mas de ensinar a escolher maneiras saudáveis de lidar com eles.

controlar seus impulsos

Ensine a saber ouvir

Às vezes, as crianças se comportam de maneira impulsiva porque não escutam. De fato, é comum que crianças que têm problemas para controlar seus impulsos se levantem ou saiam antes que o adulto tenha terminado de falar, ou que fiquem se movimentando enquanto falam com ela.

Se você quer que seu filho aprenda a controlar sua impulsividade, deve ensiná-lo e treiná-lo para ter a habilidade de escutar. Isto não se faz à base de gritos ou de repetir mil vezes a mesma coisa. Para começar, você deve conseguir que a criança se ponha na situação de ouvir e não falar antes de prestar atenção em você. E se ela deixar de prestar atenção, pare de falar até que ela a recupere.

Ensine como resolver problemas

Ensinar seu filho a solucionar e gerir seus problemas lhe dará segurança, o que o ajudará a controlar melhor seus impulsos. Muitas crianças perdem o controle por pura frustração ao não saber como enfrentar uma dificuldade ou um conflito.

Quando as crianças carecem de habilidades para resolver problemas, elas buscam uma maneira de evitar enfrentá-los. Deixar-se levar por essa frustração é um jeito de fazer isso. Além disso, é provável que, ao não saber como abordá-los, nem sequer reconheçam que têm um problema. Assim, vão reagir de forma impulsiva, sem pensar em suas opções.

Ensine como controlar a raiva

A pouca tolerância e a frustração são fontes de uma grande quantidade de problemas de comportamento. Por isso, você deve ensinar seu filho a controlar a raiva para que possa se acalmar quando estiver chateado. Estratégias como “cantinho para pensar” podem ajudar e ensinar seu filho como encontrar a própria calma. Para que esta estratégia funcione, ela não deve ser empregada como um castigo. Assim, a criança poderá recorrer ao “cantinho para pensar” por si mesma, como opção para controlar a raiva em um momento determinado.

controlar seus impulsos

Deixar claras as regras do lar

Desenvolver regras claras para que seu filho saiba o que é esperado dele lhe dará opções para controlar seus impulsos. Uma criança que sabe o que tem que fazer mais dificilmente se deixará levar pelos impulsos. Principalmente se estiverem claras as consequências de não cumprir as regras.

Nesse sentido, é importante ser consistente e fazer cumprir de forma especialmente rígida as regras relacionadas com a rotina. A rotina limita o caos, o que pode levar a uma redução da impulsividade. Uma criança constante se mantém mais centrada.

Ofereça um exemplo adequado de comportamento

Seu filho vai aprender muito sobre controlar os impulsos ao observar os adultos, principalmente os pais. Se os pais têm problemas para controlar a raiva e para lidar com seus impulsos, se gritam diante dos problemas ou jogam as coisas violentamente quando estão frustrados, estão oferecendo um exemplo muito negativo de controle da impulsividade.

Uma boa forma de dar exemplos é utilizar o diálogo interno ao falar em voz alta para si mesmo quando tiver que enfrentar um problema. Isto pode ajudar seu filho a desenvolver seu próprio diálogo interno. Assim, você o ajudará a controlar seus impulsos. Fazer da superação uma prioridade em sua própria vida é a melhor maneira de ensinar seu filho a controlar os impulsos.