6 tipos de guarda-roupa para bebês

· 25 de abril de 2019
Planejando o quarto do seu filho? Então não perca essas ideias sobre os diferentes tipos de guarda-roupa que você pode encontrar para guardar as roupas e todos os elementos do dia a dia do novo integrante da família.

Quando um novo integrante se junta à família, surgem várias necessidades. Além das suas roupas e dos elementos para o seu cuidado, você também deve planejar como vai ambientar o quarto. Nesses casos, conhecer os tipos disponíveis de guarda-roupa para bebês pode ser muito útil.

Um erro que muitos pais cometem é optar pelo guarda-roupa mais bonito ou luxuoso. Embora eles possam embelezar qualquer quarto de criança, a verdade é que nem sempre acabam sendo úteis.

Portanto, é conveniente não deixar de lado a funcionalidade do guarda-roupa que vamos escolher. Isso será determinado, em primeiro lugar, pelo espaço que temos disponível.

Em segundo lugar, podemos considerar as necessidades que temos. Nesse sentido, devemos pensar em quantas coisas deveremos guardar e quais outros espaços temos para fazer isso. Hoje em dia, os trocadores, as banheiras e os berços trazem gavetas que podem complementar a função do guarda-roupa.

6 tipos de guarda-roupa para bebês

Nesta lista, vamos enumerar os diferentes tipos de guarda-roupa para bebês. Cada um deles tem certas características que os tornam adequados para as circunstâncias de cada família. Escolha o que você mais gostar!

1. Guarda-roupa tradicional

Estamos falando do típico guarda-roupa, que é colocado em qualquer parte do quarto. Geralmente inclui gavetas na parte inferior e prateleiras no topo. Além disso, também vem com cabideiros para pendurar as delicadas roupas do bebê. Há modelos de duas e de três portas.

Há um detalhe importante que você deve levar em consideração: embora os guarda-roupas para bebês sejam bonitos e nos apaixonemos à primeira vista, você deve pensar na sua vida útil. Quando o bebê crescer, é provável que algumas de suas funções se tornem obsoletas.

No entanto, se você souber que poderá vendê-lo, emprestá-lo ou dá-lo a um parente ou amigo, você pode se permitir esse agrado. Você pode até mesmo conservá-lo para quando chegar um irmãozinho.

Guarda-roupa tradicional

2. Guarda-roupa embutido

Por uma questão de eficiência em termos de espaço, hoje em dia muitas casas têm um lugar para fixar um guarda-roupa. Essa é uma ótima alternativa. Afinal, você vai precisar de um no quarto a vida inteira.

A melhor parte é que você pode conseguir designs muito bonitos, ideais para embelezar o quarto de um bebê. Se, no entanto, você tiver um guarda-roupa um pouco mais sóbrio, pode usar adesivos infantis para deixá-lo um pouco mais colorido e agradável.

Da mesma forma que os primeiros, esses guarda-roupas geralmente são espaçosos. Você pode aproveitá-los para armazenar todos os elementos do seu filho perfeitamente.

3. Guarda-roupa com trocador

Um dos tipos mais multifuncionais de guarda-roupa para bebês que você vai encontrar. Esses móveis têm gavetas e prateleiras na parte inferior e um trocador dobrável no topo. Além disso, também podem ter rodinhas para transportá-los ou movê-los quando necessário.

“É conveniente não deixar de lado a funcionalidade do guarda-roupa que vamos escolher. Isso será determinado, em primeiro lugar, pelo espaço que temos disponível.”

4. Guarda-roupa com prateleiras

Em muitos casos, você pode preferir um guarda-roupa simples no qual os objetos fiquem à mostra. Essa pode ser uma boa ocasião para usar caixas forradas ou decoradas especialmente para as coisas do bebê. Muitos desses móveis vêm com gavetas na parte inferior.

5. Guarda-roupa no berço

Os designs inovadores dos móveis de hoje em dia enfatizam a praticidade. É assim que surgem os berços que vêm com um guarda-roupa. É um móvel compacto que, além de ter o colchão rodeado pelos respectivos suportes, também conta com um guarda-roupa anexo a uma das suas extremidades.

Guarda-roupa no berço

Não subestime o seu tamanho: você vai descobrir que eles são muito mais úteis do que você pode imaginar. Eles geralmente têm gavetas e também prateleiras. Você pode até mesmo obter um modelo com trocador dobrável.

Quando o bebê crescer, no entanto, você pode seguir a mesma linha com os beliches com guarda-roupa embutido. Trata-se dos beliches modernos, com as camas parcialmente sobrepostas e um guarda-roupa no espaço vazio que fica ao lado da cama inferior.

6. Guarda-roupa com designs infantis

Como já dissemos antes, a ideia é que o quarto do bebê seja um espaço colorido que desperte os seus sentidos. Por isso, se você assim desejar, pode optar por guarda-roupas específicos para crianças. Suas cores e desenhos vão deixar os bebês olhando para eles por um longo tempo.

Em suma, existem diferentes tipos de guarda-roupa para bebês, para todos os gostos. Dê uma olhada em todos eles e então escolha aquele que melhor se adaptar às suas necessidades.