7 conselhos para educar positivamente

· 4 de novembro de 2018
Talvez o maior desejo de uma mãe, acima de todas as outras coisas, é que o seu filho seja feliz, aprenda a vencer os obstáculos da vida e saiba que independentemente das circunstâncias sempre vai enxergar o lado positivo das situações para aproveitá-las e colocá-las ao seu favor.

Você já pensou em aplicar técnicas que permitam educar positivamente seus filhos? Veja alguns conselhos a seguir.

Não existe uma mãe no mundo que não deseje que o filho seja feliz. Mas, independentemente da vontade, é importante ter em mente que nós podemos ajudar as crianças a aprender a enxergar o lado bom das coisas.

É possível conseguir isso através da implementação de técnicas de psicologia positiva. Isto é, ao educar positivamente.

Você pode contribuir para treinar o cérebro, o corpo e o coração do seu filho para que a atenção esteja focada nas próprias forças e nas forças de quem o rodeia.

Essa é a parte da proposta dessa corrente de pensamento chamada psicologia positiva.

Essa nova abordagem do modelo de educação nos ajudará a educar os nossos filhos de uma maneira mais efetiva.

Isso porque quando ele sente que está cheio de qualidades, pode avançar com segurança e leveza para continuar aprendendo.

Além disso, o processo de aprendizagem se transforma em uma atividade proveitosa que dificilmente causará algum dano.

Aplique estes conselhos para educar positivamente

educar positivamente

Educar positivamente significa colocar em prática alguns exercícios simples para que possamos focar em nossas emoções positivas.

Assim, poderemos ajudar nossos filhos a fazerem o mesmo.

A premissa da psicologia positiva é nos concentrar em ser otimistas porque isso ajudará nossos filhos a serem felizes.

Potencialize as emoções positivas

Nosso cérebro, nosso corpo e nossa consciência também se alimentam de emoções.

No entanto as experiências e as emoções negativas parecem ter um impacto mais forte do que as positivas.

Às vezes, parece mais fácil que nos tirem o sorriso do que nos fazer sorrir. Por isso, é importante equilibrar as emoções negativas com uma dose carregada de emoções positivas.

Assim, sempre que o seu filho experimentar alguma emoção negativa, tente equilibrá-la com uma dose de emoções positivas.

Parece uma brincadeira. Mas a verdade é que a psicologia demonstrou os benefícios de aprender a ter consciência das emoções, regulá-las, aceitá-las, aproveitá-las, e viver o presente, sempre se lembrando delas para fortalecer os canais neurais positivos.

O efeito das emoções positivas sobre o corpo humano é tamanho que os cientistas estão estudando exatamente a influência das emoções positivas como a alegria, o humor, o amor e o entusiasmo na saúde física, psicológica e, inclusive, cognitiva.

Por isso é tão importante ajudar seu filho a aprender a ver o lado positivo de todas as situações.

Viva o momento presente e ensine no processo

“Viva o presente” ou “Viva o aqui e o agora” parecem frases bastante repetidas nesses dias em que as filosofias orientais são tão difundidas.

Mas vamos tentar não banalizar essa ideia, e sim aplicá-las e experimentar todo o lado positivo de se concentrar no aqui e no agora de verdade.

Seu filho agradecerá porque quando você está o escuta concentrada no momento presente, você está escutando de verdade. A mesma coisa acontece quando você o ajuda no banho, o alimenta, etc.

Para praticar o ato de estar no momento presente, você pode se perguntar: “Onde está a minha mente neste momento?”, “Será que está no que estou lendo, na música que está tocando ou no chat do Facebook?”.

Seu filho aprenderá a partir do seu exemplo o lado bom de focar sua atenção para fazer uma tarefa por vez. Porque, dessa forma, ele desempenhará melhor cada tarefa que tentar fazer.

educar positivamente

Escutar sem culpar

Tente escutar ativamente seu filho, sem negar, minimizar o que sente ou culpá-lo por isso.

É melhor tentar encontrar um uso para essa experiência e enxergar a partir de outra perspectiva o problema a fim de encontrar soluções.

Com certeza a essa altura você já terá percebido que o processo de educação de um filho implica, para os pais, um processo de reeducação e de adaptação a modelos de criação mais educados.

Esse modelo também dá origem a alguns conselhos que poderão te ajudar a educar positivamente o seu filho, como, por exemplo:

Ajudar a estabelecer e alcançar as metas

Transmitir ao seu filho a qualidade de se concentrar em uma meta e alcançá-la desde pequeno será uma experiência muito satisfatória.

Essa atividade também ajuda a lidar com a frustração, além de replanejar as metas para, por si mesmo, aprender a superar seus pequenos fracassos.

Encorajar a brincar livremente

Tente não interromper seu filho quando ele estiver muito concentrado em uma atividade. Porque quando ele estiver assim, estará brincando livremente.

Essa sensação o ajuda a se sentir pleno, desenvolver seus talentos, aprender a se concentrar, deixar voar sua imaginação e ser feliz.

Cultivar o sentido de pertencer à família é essencial

Dividir as tarefas em família ajuda seu filho a se sentir e entender que ele faz parte de algo maior do que ele mesmo, como o grupo familiar, por exemplo.

Com essa experiência, ele também vai aprender, pouco a pouco, a se sentir parte de uma comunidade, de uma cidade, desse mundo, etc.

É nisto que se baseia o sentido de pertencer: perceber que não estamos sozinho, que existe muita gente como você e também diferente de você.

Dividir em família

Compartilhar em família pode ensinar muitas coisas.

Além do sentido de pertencimento, explicado acima, também ensina a se relacionar com pessoas diferentes e que, apesar disso, se amam.

Sem dúvida, isso contribui, e muito, para o desenvolvimento emocional das crianças.