7 curiosidades sobre a gravidez que podem surpreender você

· 1 de setembro de 2018
Cada gravidez é diferente, mas todas possuem algo em comum: sempre acabam sendo fascinantes, mesmo sendo tão normais.

Inúmeros mitos que muitas vezes chamam nossa atenção giram em torno das grávidas. Muitas pessoas acreditam saber tudo sobre gravidezes. Mas a verdade é que podemos estar muito enganados sobre a maioria das coisas que pensamos sobre esse assunto.

Há várias informações sobre a gravidez que podem nos deixar surpresas. Apesar de haver alguns fatos mais conhecidos que outros, sempre haverá algo que nem sequer poderíamos ter imaginado.

Todas as informações sobre o processo de gestação são variadas. Elas podem fazer parte de um grupo de crenças populares ou produto de pesquisas científicas e acreditar (ou não) depende da opinião pessoal de quem as recebe.

É possível que nós tenhamos passado por uma gravidez sem que coisas estranhas tenham acontecido. Mas isso não significa que esse tipo de acontecimento não exista. Por exemplo, uma mulher é capaz de produzir e coletar leite muito antes de dar à luz ou pode ficar grávida quando já está esperando um bebê. Apesar desses casos não serem muito comuns, eles podem acontecer. São naturais e comprovados cientificamente.

a gravidez

Algumas curiosidades são um pouco mais surpreendentes e inimagináveis que outras. É possível que alguns desses fatos tenham acontecido conosco. Por outro lado também podemos discordar de outros.

Também podemos falar sobre casos que conseguimos imaginar, mesmo não tendo ouvido nada sobre, como, por exemplo, que o estresse é capaz de causar grandes danos ao comportamento das crianças. Independentemente disso, vamos aproveitar estas sete curiosidades sobre a gravidez.

Algumas curiosidades sobre a gravidez

  • Os desejos e as náuseas podem estar associados ao desenvolvimento olfativo da mulher durante a gravidez. Foi demonstrado que o olfato fica muito sensível nessa fase. Por isso, muitas grávidas ficam especialmente incomodadas com alguns aromas ou completamente fascinadas por outros, mesmo que não sejam muito fortes.
  • Uma das características que mais se destaca no físico da grávida (com exceção das curvas) é o cabelo. Acredita-se que essa é a melhor fase para exibir uma cabeleira saudável, radiante e vigorosa. Como isso se deve à estimulação hormonal, essa característica pode sofrer mudanças drásticas após o parto. Também é possível que não aconteça com todas as grávidas, pois existem muitos casos de perda de cabelo nessa fase.
  • Mesmo que os bebês pareçam ficar muito quietos dentro do útero, na verdade eles podem fazer muitas coisas lá dentro. Por exemplo, existem evidências de que podem soluçar, bocejar, chupar os dedos, arrotar e, inclusive, sonhar. A gente só pode ficar imaginando: com o que será que um bebê dentro do útero sonha?
a gravidez

Imagem cortesia de sergioyclara.com
  • Uma mulher pode sentir contrações muito depois do parto. Inclusive, podem ocorrer contrações quando a mãe já estiver com o bebê nos braços e podem continuar ininterruptamente durante dias. Isso se deve a uma ação reflexa do corpo humano. Especialmente porque a região na qual a dor estava presente ainda continua contraída.
  • De acordo com a intensidade das náuseas, é possível identificar se a gravidez é de uma menina ou de um menino. Segundo os resultados de alguns estudos, as gravidezes de meninas podem provocar náuseas mais intensas que as de meninos.
  • Durante a gravidez, o pé da mulher pode crescer como consequência da estimulação do hormônio relaxina. Esse hormônio tem como função permitir a expansão da cavidade do útero e do canal vaginal durante o parto. De acordo com pesquisas, pelo menos sete em cada dez mulheres experimentam essa mudança porque são os ligamentos dos pés os mais afetados por esse fato.
  • O coração do bebê é um dos principais órgãos em desenvolvimento. Desde as primeiras semanas é possível ouvir as batidas por meio de ultrassonografias. Esse é um dos momentos mais bonitos da gravidez e começa a acontecer em um período aproximado de seis semanas após a fecundação. Além de proporcionar uma sensação maravilhosa, permite que os especialistas verifiquem a saúde do feto.