Quais os sentidos mais ativados durante a gravidez

14 de março de 2017

É incrível como seu corpo muda quando você concebe um bebê. É como se começasse de novo, como se seus sentidos se transformassem para que o bebê que está na sua barriga nasça bem. Quatro de seus cinco sentidos se tornam mais sensíveis durante a gravidez, muitos deles para que o bebê cresça rodeado do que lhe proporcione bem estar.

Um dos primeiros sintomas da gravidez são as famosas náuseas. Muitas delas são provocadas pelo sentido do gosto e do olfato, que se torna tão sensível que muitos odores se tornarão horríveis para você, tanto assim que lhe darão vontade de vomitar.

É particularmente curioso que os odores mais desagradáveis na maioria das mulheres grávidas são os relacionados com a cozinha, o café, os perfumes e o cigarro, mas é ainda mais fascinante descobrir o porquê.

Os pesquisadores da Universidade de Umeå, na Suécia, depois de fazer centenas de estudos explicam, que essa reação aversiva das mulheres grávidas diante de certos odores tem a ver com um sistema de autoproteção da mãe, o qual se ativa para defender o seu bebê de substancias tóxicas que afetam o adequado progresso da criança.

Outro dos motivos que seu olfato se torna tão sensível durante a gravidez, tem a ver com o alto nível de hormônios como a progesterona e os estrógenos que existe no seu corpo, esta carga hormonal não só afeta seu sentido do olfato como também o do paladar.

embarazada comiendo

O sentido do paladar e as ânsias

Outro sintoma inequívoco da gravidez são as famosas ânsias: elas derivam de boa parte da comoção que sofrem seus sentidos durante a doce espera. Existem mulheres que tem ânsias esquisitíssimas e causa a famosa vontade de comer alimentos que nunca antes tinham vontade. Também existem aquelas que enjoam das comidas que sempre foram as suas favoritas, nem a todas as mulheres isso acontece, é certo, mas em maior ou menor medida, o sentido do paladar muda durante a etapa da gravidez.

As explicações que a ciência tem para esclarecer o porquê dessa mudança, também são surpreendentes, porque mostram como a natureza atua. Por sua parte, a medicina tradicional chinesa assegura que essa inclinação natural tem a ver com as necessidades ou carências que seu organismo possui; assim, por exemplo, se você tem vontade de comer maçãs, come porque a preciosíssima inteligencia de seu organismo está dizendo, à sua maneira, um “desejo”, que seu corpo necessita de algumas das vitaminas que este delicioso fruto contém.

O mesmo se aplica a outros desejos, sobretudo aos que estão relacionados com a ingestão de verduras, hortaliças, frutas e água. Então, se seu corpo está pedindo que coma de maneira mais saudável, ouça e aja segundo diz o refrão: ao corpo o que ele peça!

É inegável que a influência dos hormônios também dá muitas cartas nesse jogo da sensibilização ou da variação dos alimentos que lhe dão vontade ou não de comer, pois o aumento dos níveis hormonais também fazem com que varie a composição química do sangue.

“E isso o que tem a ver com o sentido do paladar?” você se pergunta. A saliva reflete essa mudança hormonal que ocorre no sangue, por isso é que os alimentos tem sabor diferente quando você está grávida.

Não se preocupe se algum alimento que você adorava comer, agora seja intolerável, o efeito que a gravidez causa em você no sentido do paladar, irá desaparecendo à medida que seu bebê cresce.

Foto cortesía de chicastips.com

Os hormônios influenciam em seus sentidos

Você pode culpar os hormônios de tudo o que acontece ao seu corpo durante a gravidez, inclusive pode culpá-los dessa hipersensibilidade que sente nos seios. Às vezes pode se sentir incomodada quando os toca, e isso também se deve à ação dos estrógenos e da progesterona, entretanto essa sensação diminuirá logo ao terceiro mês.

Também é normal que durante a gravidez você sinta coceiras, mais calor e transpire muitíssimo, isso acontecerá, assim como também passará a extrema sensibilidade que possa sentir no resto de sua pele.

Essa sensação que lhe faz perceber de maneira mais intensa, é porque durante a etapa de gestação existe mais sangue na superfície da pele. Também é bom que você entenda que esse calor e essa sensibilidade são absolutamente normais e garanto que passarão. No momento, para aliviar esses sintomas o melhor é que você tome muita água, use roupa fresca e suave, de preferência, de algodão.

Talvez uma das mudanças mais curiosas que ocorrem nos seus sentidos durante a gravidez é a que afeta a visão. A algumas mulheres custa focar as imagens e quem tem miopia, pode sofrer de um aparente e transitório agravamento.

Essas ligeiras variações do sentido da visão são o resultado da ação da progesterona e da relaxina que provocam uma acentuada retenção de líquidos que afetam a córnea e o cristalino; esta ligeira variação desaparece sozinha pouco tempo após o parto.

O único sentido que permanece praticamente estável durante a gravidez é a audição. Entretanto, é bom que você saiba que os ruídos altos, sobretudo os sons indesejados e fortes, aumentam o ritmo cardíaco e o consumo de energia. Esta situação pode fazer com que você se sinta mais cansada, que gere mal-estar ou que afete o seu tão precioso estado de tranquilidade; por isso, procure se distanciar dos ruídos desagradáveis durante alguns meses, seu bebê, seu corpo e sua mente agradecem.