7 erros que cometemos ao colocar a fralda no bebê

· 18 de janeiro de 2019
Se você tem um bebê, é mais do que provável que a tarefa de trocar as fraldas seja uma constante nos seus dias. Mas será que você está fazendo isso corretamente? Revise esta lista de erros frequentes e certifique-se disso.

Colocar a fralda no bebê pode parecer algo básico para qualquer mãe e qualquer pai. No entanto, como se diz, ninguém nasce sabendo. Enquanto algumas pessoas conseguem fazer isso com os olhos fechados, outras podem precisar de um pouco mais de prática para conseguir incorporar essa tarefa diária.

Muitas pessoas geralmente têm certo repúdio à ideia de trocar uma fralda. Geralmente, acontece com pessoas que se incomodam facilmente e também com aquelas que têm medo de ‘manipular’ bebês pequenos.

Apesar do que geralmente se acredita, isso não é algo que aconteça apenas com alguns pais ou com aqueles que não estão muito convencidos da ideia da maternidade ou da paternidade.

Entretanto, essa aversão leva à falta de prática. Como consequência, na hora de ter um filho, não são poucas as pessoas que precisam enfrentar um verdadeiro problema. Assim, geralmente cometem alguns erros comuns ao colocar a fralda no bebê.

7 erros frequentes ao colocar a fralda no bebê

Como qualquer novato, alguns pais são propensos a cometer erros ao trocar as fraldas do bebê. Estes são alguns deles:

1. Não estar com tudo pronto

Uma vez que o bebê for colocado no trocador para tirar a fralda suja e colocar uma nova, devemos nos certificar de que temos tudo o que necessitamos.

Isto é: fralda limpa e lencinhos umedecidos para limpá-lo. No caso de usar cremes ou talcos especiais – os líquidos são melhores que os secos –, também devemos mantê-los próximos.

A razão para essa sugestão é que não devemos deixar o bebê sozinho sob nenhuma circunstância. Mesmo que ele ainda seja pequeno, pode se aproveitar de qualquer descuido para se mover e isso pode causar uma queda dolorosa.

2. Apertar muito ou pouco

Idealmente, a fralda deve ficar bem ajustada ao corpo da criança. No entanto, isso não significa que ela deva praticamente cortar a sua circulação. Se ficar uma marca muito visível ao removê-la, tente apertá-la menos na próxima vez.

A fralda deve ficar bem ajustada ao corpo

O oposto também não é bom: se não estiver bem colocada, o bebê vai acabar com a fralda no chão. Para o bem de todos, reze para que ela esteja limpa caso isso aconteça. Assim, para evitar problemas, sempre verifique se o tamanho que você colocou é o correto.

3. Limpar incorretamente

Além de nos certificar de remover cada partícula de sujeira de suas partes íntimas, devemos nos assegurar de fazer isso da forma certa. Quando o bebê tiver evacuado, o ideal é limpá-lo da frente para trás. Caso contrário, o aparecimento de infecções pode ser favorecido.

4. Demorar muito

Neste ponto, nos referimos, em primeiro lugar, a demorar muito para trocar a fralda quando o bebê tiver feito cocô.

Com o xixi, não há tanto problema, uma vez que as fraldas hoje em dia geralmente são muito absorventes. No entanto, a matéria fecal pode ser prejudicial se a deixarmos por muito tempo em contato com a pele do bebê, já que contém muitas bactérias.

Por outro lado, também não é conveniente que você estenda demais o processo de colocar a fralda no bebê. Além de a criança poder ficar com frio, você vai deixar a porta aberta para uma possível saída repentina de urina que pode atingir você ou a cama.

“Uma vez que o bebê for colocado no trocador para tirar a fralda suja e colocar uma nova, devemos nos certificar de que temos tudo o que necessitamos”

5. Não contar com uma troca de roupa sempre disponível

Isso não é uma opção, mas uma necessidade. Embora o bebê esteja usando fraldas, você precisa prever que pode haver vazamentos e manchas que sujam as roupas facilmente.

Portanto, procure sempre ter uma troca de roupa à mão por via das dúvidas. Se você sair de casa, não deve pegar apenas a bolsa com fraldas e itens de higiene. Certifique-se de também ter algumas roupas extras.

6. Passar muito creme

Embora os cremes hidratantes e protetores façam muito bem à pele, não devemos exagerar. Qualquer pessoa que já usou um protetor solar ou algum outro tipo de creme sabe que aplicar demais pode ser extremamente incômodo.

Isso geraria uma sensação de umidade que pode incomodar o bebê. Além disso, corremos o risco de sujar as roupas e, pior ainda, atrapalhar o efeito do produto.

Colocando fralda no bebê corretamente

7. Comprar muitas fraldas de recém-nascido

Geralmente, elas são compradas em ofertas junto com outros itens que você vai precisar nos primeiros dias de vida do bebê, tais como lenços umedecidos, mamadeiras e cremes.

No entanto, não devemos nos deixar levar pelo entusiasmo excessivo: a verdade é que as fraldas para recém-nascido acabam se tornando inúteis em pouco tempo.

Embora tudo vai depender do crescimento da criança, é melhor ir comprando conforme você for precisando. Logicamente, sempre considerando que você deve ter algumas de reserva para os fins de semana.

Principalmente para os pais de primeira viagem, esses erros ao colocar a fralda no bebê e outros aspectos que cercam essa tarefa podem soar muito familiares.

Mas você não deve se sentir mal: ninguém é perfeito e tudo é aprendido na hora. Cada dia que passa é mais um dia na maravilhosa experiência de ser pai.