7 formas de se conectar com seu filho

14 de julho de 2018
Para se conectar com seu filho, você precisa de tempo. Todas as vezes que você conseguir administrar seu tempo, será mais fácil se dedicar por completo.

Todos dizem que nem todos os pais sabem se conectar com os filhos porque, além de tempo, lhes falta entusiasmo para acompanhar as crianças naquilo que elas se interessam. Também há quem considera que o tempo e o entusiasmo ficam menores quando se deseja estimular os laços de amizade e apego entre as partes.

Por isso, o amor não deve faltar se há os “ingredientes” para fabricar o pai ou a mãe com que todos os filhos sonham. Mamãe, neste post falaremos sobre algumas das muitas formas que existem para você se conectar com seu filho.

Seja seu herói

Nós, as mães de Sou Mamãe, garantimos que se transformar no herói do seu filho torna você invencível quando se tratar de preferências. A admiração dele será tão grande que muitas vezes seu filho vai querer ficar mais ao seu lado que no colo aconchegante da sua progenitora. Claro que você não vai conseguir isso somente desejando que seja uma realidade, como acontece nos filmes de ficção. Para ser o herói do seu filho, você tem que se esforçar todos os dias.

Seja seu cúmplice

Quando nos referimos a ser o cúmplice do seu filho, estamos nos referindo a acompanhá-lo em suas façanhas. Vá assistir aos jogos de futebol, acompanhe-o nos acampamentos, vá comer bolo da vovó com ele, escondidos embaixo da mesa sem que ninguém possa ver vocês. Guarde os segredos e nunca traia a confiança dele. Ser um cúmplice, aos olhos do seu filho, vai transformar você no companheiro mais fiel que ele poderá encontrar.

se conectar com seu filho

Seja seu apoio

Seu filho, como criança, precisa de ombros fortes que o sustentem todas as vezes que precisar chorar, mãos que o empurrem para frente quando quiser parar, ouvidos que o escutem e uma voz que o aconselhe. Se não for você, quem vai apoiá-lo? A criança que você tem em casa precisa que você se sente com ela para ajudar a resolver os problemas, esclareces as dúvidas e responder todas as perguntas que surgirem.

Seja seu guia

Certamente, ser o guia do seu filho é complicado. Você talvez sempre se confunda porque ninguém te ensinou a mostrar as bondades do mundo sem interferir na escolha dos outros. Mas agora que você está fazendo o que quer que seja para se transformar no guia do seu filho, está aprendendo que “educar não é impor um caminho, é ensinar” e você está se saindo bem.

Com seus conselhos, você mostra ao seu filho todas as oportunidades que o universo tem para oferecer. Mas também dá liberdade o suficiente para que ele escolha por si só.

Seja uma companhia para as diversões

Alguma vez você já viu a cara de felicidade do seu filho quando você brinca com ele? Alguma vez você já parou somente para olhar aquela carinha? Tanto você como seu filho se sentem extremamente felizes quando brincam juntos.

Então não se limite e dedique todo o tempo e o entusiasmo que puder para se divertir. Aproveite a oportunidade para ensinar suas brincadeiras e mostrar seus brinquedos de infância: o pião, o estilingue, o esconde-esconde… Peça também que ele ensine você a brincar com os dele, aqueles jogos de videogame que tanto o entretém.

se conectar com seu filho

Seja seu professor

Transmita ao seu filho todos os seus conhecimentos: ensine sobre consertos domésticos ou as tarefas que você realiza dentro de casa. Ensine-o a consertar o carro… Demonstre a importância de ser criativo em cada um dos projetos que fizer. Acompanhe-o no momento de fazer os deveres escolares e não perca de vista a educação formal.

A família e a casa são as melhores escolas para as crianças aprenderem bons modos à mesa, o uso correto das palavras, inteligência corporal, entre outras.

Seja o papai que procura refúgio nos braços do seu filho

Apesar de todos saberem que são os adultos que protegem as crianças, não há experiência similar à inversão dessa ação. Faça o teste. Peça para seu filho fazer carinho em você. Sente-se no chão e apoie sua cabeça nas pequenas pernas dele.

Se durante o crescimento do seu filho você o ensinou a ser carinhoso, nesse momento poderá comprovar o resultado do seu ensinamento. Sem dúvida, você será retribuído com todo o carinho que ele tiver a oferecer. Além disso, poderá perceber como você vai se sentir bem quando é seu filho quem demonstra afeto.