8 coisas que as grávidas não podem fazer

14 de janeiro de 2018

É importante saber quais atividades as grávidas não podem fazer para evitar que o bebê sofra de alguma maneira. Deixamos aqui alguns conselhos para passar por essa fase da melhor maneira possível.

Existem várias coisas que as grávidas não podem fazer e que às vezes nem sabemos. Essa é uma fase na qual a mãe precisa se cuidar e evitar fazer atividades que possam fazer mal para o bebê ou para ela mesma. Além das mudanças físicas e mentais que ocorrem durante esse processo, é preciso modificar alguns hábitos que impedem o correto desenvolvimento da gravidez. A seguir vamos ver alguns desses hábitos.

Coisas que as grávidas não podem fazer

Se você está grávida, sua regra básica deve ser cuidar muito de si mesma e aproveitar os meses de gestação com tranquilidade. Por isso é importante saber o que pode afetar o nosso bebê e ficar muito atenta às coisas que não devemos fazer nessa fase. A seguir vamos falar sobre oito coisas que as grávidas não devem fazer.

grávidas não podem

  1. Evite os alimentos crus, pois podem ser um alvo fácil para bactérias. Essas bactérias podem facilitar o desenvolvimento das infecções, por isso é recomendável não consumir alimentos crus. Por exemplo, queijos não pasteurizados, suco de fruta, ovos, peixes ou carne, entre outros.
  2. Não beba álcool. Embora seja uma das primeiras coisas que os médicos recomendam durante a gravidez, é importante sempre se lembrar disso. Os especialistas aconselham não consumir álcool, mesmo que seja pouca quantidade. Pesquisas descobriram que é uma substância tóxica que prejudica o desenvolvimento do cérebro do bebê.
  3. Diminua o consumo de cafeína. Consumir cafeína em excesso durante a gravidez pode ser prejudicial para o bebê. Lembre-se de que a cafeína está presente em vários tipos de bebidas.
  4. Não limpe fezes de gato. Ao fazer isso, você corre o risco de contrair uma infecção muito conhecida chamada toxoplasmose, que pode gerar inconvenientes, como parto prematuro, atraso no crescimento e lesões oculares ou cerebrais.
  5. Evite os adoçantes artificiais. Alguns estudos indicam que não existem riscos, mas é melhor dar preferência aos adoçantes naturais como o mel, por exemplo. Os adoçantes artificiais têm aspartame, sucralose e acesulfame K, que podem causar complicações no parto.
  6. Não pratique exercícios grande impacto. Durante a gravidez não é proibido realizar vários tipos de exercícios, mas há alguns que se deve evitar. Os exercícios de grande impacto não são recomendáveis para a saúde do bebê, mas os exercícios de baixo impacto, como yoga pré-natal ou caminhadas, podem ser realizados sem problemas (sempre, é claro, consulte seu médico antes de começar a praticar). Evite fazer exercícios como levantamento de peso, abdominais, agachamento e esportes de contato.
  7. Tome cuidado com saunas e banheiras. Você deve tomar cuidado com atividades que envolvam temperaturas muito altas, pois podem provocar problemas de saúde no bebê. Também é importante evitar tomar banho com água muito quente, usar cobertores que esquentam muito e se expor ao sol por um período de tempo muito prolongado.
  8. Não masque chiclete. Esse hábito pode prejudicar seus dentes, já que estes ficam mais sensíveis durante a gravidez. Por isso, a recomendação é não mascar chiclete nessa fase.

“Em 2010, especialistas da Nova Zelândia descobriram que fazer exercícios durante a gestação ajuda a trazer ao mundo crianças com peso saudável”

O que as grávidas devem fazer durante a gravidez?

Além das coisas que as grávidas não podem fazer durante a gravidez, existe uma centena de outras atividades que são recomendadas para essa fase. Talvez você já conheça algumas. Mas a seguir vamos recomendar algumas práticas benéficas que vão ser de grande ajuda:

  • Realize exercícios perineais. O ideal é começar a realizar os famosos exercícios Kegel. São exercícios que ajudam a controlar os músculos perineais.
grávidas não podem

  • Use sutiã. O aumento de peso pode provocar fortes dores nas costas. Um bom sutiã ajuda a minimizar essas dores.
  • Aproveite sua gravidez. Esse é um momento único da sua vida. Embora você possa ter sintomas incômodos, continua sendo uma fase muito especial.
  • Alimente-se corretamente. É importante pesquisar e saber quais alimentos as grávidas podem ou não consumir. Alguns podem fazer mal ao bebê sem que tenhamos conhecimento.
  • Converse com seu médico. Ele é o melhor guia. Pergunte para ele todas as suas dúvidas.

“É importante que as mulheres grávidas lavem muito bem as mãos quando forem manipular alimentos crus”

É fundamental estar informada sobre o que as grávidas podem ou não fazer. Além, é claro, de saber quais atividades são benéficas para as mães nessa etapa. Muitas vezes, por desconhecimento, podemos acabar fazendo coisas que podem prejudicar o bebê ou a nossa própria saúde.