8 conselhos que te ajudam a ser uma mãe melhor

· 23 de outubro de 2018
Tudo está na atitude, na maneira em que enfrentamos o dia a dia. Veja, a seguir, alguns conselhos para ser uma mãe melhor.

Todas as mães fazem o possível para serem boas mães e até tentam ser legais com seus filhos. Entretanto, algumas não conseguem ter muito sucesso nessa tarefa.

Possivelmente, isso ocorre por assumirem esse papel de uma maneira forçada. Então, como ser uma mãe melhor?

8 conselhos para ser uma mãe melhor

Deixe de se culpar por não conseguir tudo

O conceito da mãe super-poderosa, que tudo consegue e alcança, está simplesmente errado.

Você sabe que uma mãe perfeita não existe, então por que pretende ser assim?

Se existe alguma maneira de ser uma mãe melhor, certamente não será se culpando.

Pelo contrário, continue tentando fazer as coisas o melhor possível, porém sem exigir mais do que você sabe que pode dar. Não se lamente se falhar em alguma coisa.

Não seja tão rigorosa e severa

Ser severa demais em tudo pode gerar muito estresse. Claro que é bom estabelecer rotinas e horários.

Contudo, é preciso deixar alguma margem de erro e brincar um pouco com ela para que os horários não se transformem em algo que deixe você atada ou agoniada se não puder cumprir.

Por exemplo, é muito bom tentar desenvolver um dieta mais saudável para seus filhos. Mas, às vezes, você pode (e deve) se dar alguns caprichos.

Se você for severa em tudo, correrá o risco de que seus filhos acabem sendo assim também.

Não seja rígida com as notas da escola

Querer que seus filhos sejam sempre os melhores, que tirem as melhores notas, que saibam tocar instrumentos e fazer mil esportes, também se torna estressante.

Se o seu filho é bom em matemática, mas não tão bom em inglês, você tem que fazê-lo entender que é possível que em uma matéria ele tire um 10, mas na outra um 5 ou 6.

Ser esforçado é bom. Entretanto, também é bom que você conheça os limites e as capacidades de seus filhos. Todo mundo é melhor em algumas atividades do que em outras.

Por isso, é positivo saber em que seus filhos se dão bem para aproveitar o melhor deles mesmos.

ser uma mãe melhor

Deixe as aparências de lado

Você já percebeu como é estressante estar fingindo o tempo todo? Tudo bem escutar conselhos. Contudo, você sempre deve ter a última palavra.

Não baseie suas decisões em “o que os outros vão dizer”. Ninguém é perfeito e seus filhos também não são. Assim, não há necessidade de viver em um drama.

Não se compare com os outros

É comum ver os pais preocupados porque seu filho e o do vizinho tem a mesma idade e o do vizinho já faz isso e aquilo e seu filho não.

E isso não se aplica somente às crianças. Mas sim a qualquer tipo de comparação.

Todos nós agimos e vivemos nossas vidas de maneira diferente, com os próprios ritmos e altos e baixos.

Não é bom se comparar nem viver desejando ter a vida de quem está ao lado. Viva sempre aqui e agora.

Não deixe você mesma de lado

Quando você tem um filho, a sociedade te reconhece como pai ou mãe.

No entanto, você como pessoa continua sendo você: uma pessoa única, com seus gostos, aflições e interesses.

Não existe necessidade de renunciar a tudo o que você era antes. Isso não faz nenhum sentido.

É muito bom aproveitar uma hora de ginástica para se distrair e ficar saudável, para então passar uma tarde incrível com seus filhos.

Pode ser qualquer tipo de diversão, desde passear até ir ao cabeleireiro, ler um bom livro, ir à aula de yoga. Enfim, tudo ajuda.

ser uma mãe melhor

Também não descuide da relação do casal. É um tremendo erro não reservar momentos para os dois.

O dia a dia de trabalho, depois da casa arrumada, as crianças e os deveres deixam pouco tempo para conversar, olhar nos olhos e se curtir um pouco. Vocês devem ter pelo menos um encontro assim por mês.

Não ceda em tudo

As crianças são como uma esponja: o que aprendem desde pequenas é difícil de corrigir depois.

Se os seus filhos não te pedem as coisas, mas as exigem, tenha muito cuidado.

Existe a necessidade de colocar limites e saber dizer “não” a determinadas coisas.

É saudável que aprendam a pedir as coisas com um “por favor” e falar obrigado depois. Além disso, devem entender que às vezes não se pode ter tudo o que querem.

Dedique a eles tempo de qualidade

Afaste-se de distrações como o celular ou a televisão e separe um tempo para ler uma história, montar um quebra cabeças, brincar ou jantar de maneira tranquila e conversar como foi o dia de cada um e o que fizeram.