8 dicas para visitar o recém-nascido no hospital

23 de março de 2019
Após nove meses de espera, é normal que amigos e familiares desejem conhecer o bebê. Mas o que você deve saber antes de ir visitar o recém-nascido no hospital?

Não há dúvida de que o nascimento de um bebê traz alegria à família e aos amigos. No entanto, visitas excessivas à criança podem acabar causando cansaço e estresse aos novos pais.

Portanto, é bom levar em consideração algumas questões ao visitar o recém-nascido no hospital. Dessa forma, você não irá incomodar o processo de adaptação dos pais e a tranquilidade do bebê. Abaixo, mostramos algumas dicas que serão de grande ajuda para você.

8 dicas essenciais para visitar o recém-nascido no hospital

É natural que você tenha o desejo de conhecer o bebê recém-nascido de um parente ou uma amiga que tenha dado à luz. Porém, todos sabemos que os pais precisam de um tempo para se adaptar à nova situação.

Por isso, seja consciente ao fazer a visita. Por exemplo, evite os comentários inapropriados e os conselhos não solicitados.

1. Consulte os pais antes de fazer a visita

O primeiro conselho é não aparecer de surpresa. Avise sobre a sua visita com antecedência para evitar chegar em um momento ruim.

Além disso, verifique antes se você realmente pode ir ao hospital porque alguns pais preferem não receber visitas até que estejam instalados em casa. Neste caso, respeite a decisão dos pais e espere o momento mais apropriado.

visitar o recém-nascido no hospital

2. Espere o momento e horário mais adequados para a visita

A menos que você seja um membro direto da família evite ir ao hospital durante as primeiras 24 horas, já que durante o primeiro dia a mãe precisa descansar. Além disso, é preciso tempo e intimidade para o recém-nascido se acostumar com a amamentação.

A visita adequada não deve durar mais do que 20 ou 30 minutos. Esse é o tempo necessário para conhecer o bebê, dar os respectivos parabéns e saber como todos estão.

Lembre-se de que é melhor não visitar o recém-nascido no hospital no final do dia, uma vez que a maioria dos pais costumam descansar nesse horário. É recomendável que esse momento não seja interrompido por outras pessoas.

3. Cuidado com cheiros

Um detalhe que muitas vezes é esquecido é a questão dos cheiros. É preciso ter em mente que tanto a mãe como o recém-nascido ficam muito sensíveis aos cheiros nos primeiros dias.

Portanto, ao ir ao hospital seja sensato e procure não usar perfumes ou cremes com cheiros fortes.

4. Mantenha a higiene

É fundamental manter a higiene ao chegar perto do bebê. Dessa forma, lave as mãos antes de entrar no quarto do bebê e procure não ir com as roupas que você usou durante o dia de trabalho.

Da mesma forma, lembre-se de que você não deve fumar perto do quarto nem antes da visita para evitar o cheiro do cigarro. Por fim, se você estiver com um resfriado ou outra inflamação, adie a visita até estar bem de saúde.

5. Evite muitas pessoas no quarto

É melhor que não haja mais de 6 ou 8 pessoas no quarto. Na verdade, é melhor esperar e entrar por turnos de duas ou três pessoas. Assim, evita-se barulhos extremos que podem sobrecarregar a mãe e o recém-nascido.

6. Não insista em pegar o bebê no colo se a mãe não quiser

O mais importante para o pequeno é estar com a mãe, e não ficar passando de uma pessoa para outra o tempo todo.

Se o bebê estiver dormindo, comendo ou simplesmente tranquilo com os seus pais, não insista em pegá-lo no colo. Mesmo que por alguns minutos, o estresse das separações interfere no processo de amamentação.

visitar o recém-nascido no hospital

7. Não se esqueça dos irmãos mais velhos

Se o novo membro da família tiver irmãos mais velhos, não os deixe de lado. É muito importante dar atenção a eles também. Se os pais precisarem de ajuda para cuidar das outras crianças, você pode se oferecer para ficar com elas até que eles voltem para casa.

8. Cuidado com os detalhes

Uma das dicas que damos antes de visitar o recém-nascido no hospital é perguntar a um membro da família sobre o melhor presente tanto para os pais quanto para o bebê.

Às vezes, um acessório, uma peça de roupa, um brinquedo ou uma mamadeira é a melhor opção. Além do mais, não se esqueça dos detalhes. Por exemplo, considere que talvez a mãe esteja pensando em recuperar a forma e a última coisa que ela vai querer é chocolate ou doces.

Acima de tudo, pense que os novos pais vão adorar compartilhar essa experiência maravilhosa, mas ao mesmo tempo estarão cansados e querem privacidade. Vamos ajudar e facilitar!

  • Doménech, E., & Rodríguez-alarcón, N. G. J. (2008). Cuidados generales del recién nacido sano. Asociación Española de Pediatría, 20–28.