Por que é importante lavar as mãos quando lidamos com bebês?

· 1 de dezembro de 2018
Muitos recém-nascidos são infectados com doenças dos adultos por conta da má higiene quando estão em contato com os bebês. Parece bobagem, mas não é.

Um bebê é um ser extremamente frágil. Uma doença que não apresenta o menor risco para um adulto pode se tornar mortal para um recém-nascido. Por isso, toda precaução é pouca e é muito importante lavar as mãos.

A importância de lavar as mãos

Um ato tão simples como lavar as mãos antes de ter contato direto com um bebê pode salvar a vida do pequeno. Todos os adultos devem ter essa precaução antes de tocar em um bebê.

Existem doenças graves que podem ser espalhadas simplesmente pelo contato, e outras doenças que, apesar de parecerem leves para um adulto, como a gastroenterite ou o resfriado, podem ser fatais para um recém-nascido.

É necessário estar com as mãos sempre limpas quando estamos em contato com os bebês para evitar a transmissão de doenças, principalmente durante os seus primeiros meses da vida.

Eles são seres muito vulneráveis e o seu sistema imunológico ainda não é bastante desenvolvido, podendo ficar doentes facilmente. Além disso, a sua recuperação não é tão simples como nos adultos. Em muitas ocasiões, é necessária a hospitalização imediata.

importante lavar as mãos

Como e quando lavar as mãos

Você terá que lavar suas mãos todas as vezes que tiver contato com o bebê. Tenha cuidado especial principalmente quando for alimentá-lo, depois de limpá-lo ou se você tiver tocado o seu próprio nariz ou boca (por exemplo, depois assoar o nariz ou de espirrar).

É importante que você lave bem as mãos com água e sabão para evitar a propagação de bactérias.

Não se esqueça de dizer a outras pessoas que vão interagir com seu bebê para fazer o mesmo. Por exemplo, irmãos mais velhos, avós, tios ou qualquer outra pessoa que toca no seu bebê nos primeiros meses de vida devem sempre estar com as mãos devidamente limpas.

Além disso, se alguém estiver doente, contaminado por com algum vírus ou bactéria, essa pessoa deve lavar as mãos com mais frequência.

A cura para um bebê assustado é o toque suave de sua mãe

-Autor desconhecido-

Se alguma pessoa próxima estiver contaminada por uma doença viral, então, mais do que lavar as mãos, é mais importante que ela simplesmente não toque no bebê.

Quanto menos probabilidades de transmissão de doenças para a criança, melhor. Se essa pessoa tiver que passar alguns dias sem se aproximar do bebê porque está doente, não há problemas. É melhor prevenir do que remediar.

Você não precisa se sentir envergonhado de pedir aos avós ou a outras visitas que não toquem ou se aproximem do seu bebê se estiverem com as mãos sujas, se não puderem lavá-las naquele momento ou se estiverem com uma doença viral.

Você deve entender que é para a saúde e o bem-estar do seu bebê. Não se sinta mal. Se você precisar estabelecer limites para que seu bebê não fique doente, faça isso.

importante lavar as mãos

Todos nós podemos transmitir germes

Embora não tenhamos nenhuma doença viral, todos nós podemos transmitir germes. Nós passamos o dia todo tocando coisas e objetos que, por sua vez, foram tocados por outras pessoas.

É praticamente impossível saber com certeza se as nossas mãos estão realmente limpas ou não. Por isso, lavá-las sempre será uma solução segura para proteger a saúde do recém-nascido.

É sempre bom ter álcool gel ou lenços umedecidos na bolsa pois pode ser que você não encontre água e sabão em todos os lugares que for.

Desinfetar as mãos com álcool gel é uma ótima opção, principalmente quando você sai na rua para caminhar e encontra conhecidos que querem tocar o seu bebê.

Como você pode ver, todo cuidado é pouco ao proteger o seu bebê dos germes tanto de outras pessoas como também dos seus próprios.

Em suma, todos ao seu redor devem ter consciência de que é muito importante estar com as mãos limpas ao tocar o bebê, pegar no colo ou acariciar o seu rostinho. Um bebê é muito vulnerável e deve ser protegido com a ajuda de todos.